24 de março de 2016

Opinião New Adult: "Não é tarde para amar" de Monica Murphy





Depois de um 3º livro mais fraco, a ansiedade em terminar mais uma série e a adrenalina do fim da maratona literária deram-me ânimo para o 4º livro. Além disso, eu já sabia que este 4º livro era sobre o Owen e portanto estava muito curiosa par ver quem e como seria o seu par romântico.

Sempre gostei do Owen e da sua personalidade de bad-boy. Aqui conseguimos ver em transparência como é um bom miúdo, apenas é influenciável pelo mal que o rodeia. Falo claro da influência negativa que a mãe tem na vida dele mas também nos problemas em que se mete com os amigos. 

Posso dizer que adorei o par romântico. Eu já suspeitava que a outra metade do Owen fosse totalmente diferente e não me enganei, realmente a Chelsea é bem diferente do Owen. Tipo preto e branco, dois pólos opostos. Ainda assim a autora conseguiu criar uma relação tão natural entre os dois que me deixou num estado romântico o dia todo.

Gostei particularmente da evolução da relação que começa com tutora-aluno, passando a amigos e depois namorados. Entendi bem as inseguranças e reticências da Chelsea face ao Owen e o seu medo em arriscar e depois ficar magoada. Claro que também foi muito engraçado ver o Owen caído de amores por ela e a tentar protegê-la da mãe. Apesar das personagens serem cliché, elas são tão realistas que é impossível apontar algum defeito quanto à sua caracterização. 

Foi óptimo rever a Fable e o Drew e de como o Drew era uma referência para o Owen. A relação da Fable com o irmão é basicamente goals. 

Depois da Adele só faltava a mãe do Owen e da Fable ter um final que merecesse e isso finalmente aconteceu. 

Ler os 4 livros de seguida foi uma óptima opção. Admito que não quis ler as duas noveletas da série porque não quero despedir-me destas personagens já. 

Livro lido no original em formato digital no Cybook Muse Frontlight da Bookeen.
Sem rumo. Isso resume tudo na minha vida. Suspenso da minha equipa de futebol da faculdade e forçado a diminuir o número de horas que trabalho num bar por causa das minhas más notas, não posso continuar a correr para o colo da minha irmã, Fable, e do seu marido, Drew, à procura de ajuda. Parece que não consigo encontrar o meu próprio caminho. Droga e sexo são tentações irresistíveis. Um tutor é a última coisa que eu quero agora, até vê-la.
Chelsea não é de todo o meu tipo. Ela é inteligente e muito tímida. Eu tenho certeza que ela é ainda uma virgem. Mas quando ela me olha de alto a baixo com aqueles penetrantes olhos azuis, eu fico completamente perdido. Mas de uma maneira diferente. Eu não vou negar que o corpo dela é de morrer, mas é a sua cabeça e o modo como ela parece desejar o amor - como se nunca tivesse sido amada - que me faz deseja-la mais do que a qualquer rapariga já conheci. Mas o que é que alguém aparentemente tão composta como ela pode ver num tipo sem rumo como eu?

 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!