Publicações

Encontra as Diferenças: "You Have Seven Messages", "The Miracle Girls" e "These Girls"


Mais um trio com tudo igual. Vá, só ali um pouco de zoom.

Opinião Young-Adult: ''Raparigas como nós'' de Helena Magalhães



2º livro do Book Bingo - Livro com uma capa em tons de azul

Começo por dizer que até há bem pouco tempo eu não sabia quem era a Helena Magalhães. Não conhecia a autora embora já tivesse visto o primeiro livro dela (Diz-lhe que não) várias vezes. Não tinha associado que era a mesma autora deste livro e depois de algumas reviews iniciais muito positivas acabei por também me render e ler este YA, editado pela Planeta com esta capa a chamar o Verão.
46005037. sy475 Eu adoro ler YA, é um dos meus géneros favoritos mas em português é difícil encontrar uma YA contemporâneo bem escrito. Mas aqui temos um bom exemplo de que não é só lá fora que se escrevem boas coisas. A Helena tem uma escrita muito boa, sabe mesmo escrever bem e isso fez com que devorasse o livro num instante. 
Outra coisa que gostei neste livro é que a acção passa-se em locais que costumo frequentar habitualmente, decorre durante o Verão que também é a minha época favorita portanto, o livro tinha os ingredientes iniciais para ser um bom livro.
Sinto que não vale a pena contar muito da história, porque é melhor irem à descoberta. A sinopse revela o essencial, o livro está dividido por partes começando com a Isabel com 17 anos e a sua história de amor com o Afonso (adorei), regredindo até aos 14 anos com o Simão (gostei mas já não tanto) e depois temos a terceira parte que não vou dizer com quem é porque é spoiler. 
Em termos de personagens eu gostei bastante da Isabel e identifiquei-me mais com ela quando tinha 14 anos do que quando tinha 17. Aos 14 anos também era inocente e ingénua, não é como hoje em dia que as miúdas e miúdos já são tão precoces e querem saber tudo e fazer tudo e serem adultos o mais depressa possível mas sem as responsabilidades de um adulto. Isto fez-me não gostar do Simão nem do seu grupinho de amigos, pois eram todos muito imaturos mas que acham-se os reis de tudo. Uma personagem bastante secundária mas que gostei foi a Marisa. Deu para perceber que cresceu e aprendeu com os erros. O Afonso foi outra personagem que gostei assim como a própria Isabel e o romance deles é um amor muito bonito de dois adolescentes a transitarem para a vida adulta e todas as dúvidas que isso traz. Não estava preparada para o tema das drogas ser tão abordado mas acho importante o livro ter esta abordagem. 
No geral é um livro que se lê muito bem, repito mais uma vez que a escrita ajuda imenso a que a leitura flua. Apesar de ser um livro que se possa ler por todas as idades, é mais indicado para jovens mas também para pais que queiram reviver momentos da sua adolescência pois com certeza irão relembrar-se de momentos da sua juventude neste livro. 

Uma história de amor irresistível, que é também o retrato de uma geração que cresceu sem redes sociais. Pode uma paixão da adolescência marcar o resto da vida?
Festivais de Verão, tardes na praia, experiências-limite com drogas, traições e festas misturam-se com amores improváveis e velhas amizades. Um romance intemporal nos cenários de Lisboa, Cascais e Madrid, que mostra tudo o que pode esconder-se atrás da vida aparentemente normal de uma rapariga… como tu.
«Beijamo-nos ao som daquela música que ouvia em casa sozinha deitada na minha cama. Durante o resto da vida, não importaria o que estivesse a fazer ou onde, quando ouvisse os primeiros acordes […], recordar-me-ia do olhar do Afonso fixado em mim, da sua mão no meu rosto, do meu coração a tremer e de me sentir a rapariga mais feliz do mundo. Porque Lisboa está cheia de bares a abarrotar de miúdas bonitas que, num piscar de olhos, se colocariam de gatas a ronronar nas suas pernas. Mas ele viu-me a mim.»
«Se algum dia se sentirem sozinhas, estranhas, deslocadas do mundo que vos rodeia, lembrem-se da Isabel, da Alice, da Luísa, da Marina e até da Marisa das argolas… Raparigas como nós.»

 

A Entrar no Forno: ''Orphan, Monster, Spy'' de Matt Kelleen

35575184

A Segunda Grande Guerra continua a ser um assunto com muito para escrever e prova disso é mais este livro que vem por aí pela Topseller. Fiquem com a sinopse abaixo.
Digam-nos o que acharam?


Qual seria o seu acto de resistência?
O  nome dela  é Sarah. Ela é loira, de olhos azuis e é uma judia na Alemanha de 1939. E o seu acto de resistência está prestes a mudar o mundo.
Depois da sua mãe ser assassinada em um posto de controle, Sarah, de quinze anos, conhece um homem misterioso com um sotaque estranho, um apartamento suspeito e um cofre cheio de armas. Ele irá fazer parte da resistência secreta contra o Terceiro Reich, e ele precisa que Sarah infiltre-se numa escola para as filhas dos generais de alto escalão nazista, fazendo-se passar como uma delas. Se ela conseguir fazer amizade com a filha de um cientista-chave e ser convidada para a casa dele, ela se poderia roubar as plantas de uma bomba que irá destruir as cidades da Europa Ocidental. Nada poderia ter preparado Sarah para seus colegas de escola, e logo ela encontra-se numa batalha pela sobrevivência diferente de qualquer outra que tenha imaginado. Mas qualquer um que subestime Sarah apenas o faz por sua conta e risco.Ela pode parecer doce, mas é o pior pesadelo dos nazistas.

Origem: : "A Sedução De Elliot McBride" De Jennifer Ashley



Mas quem é que achou que esta imagem dava uma boa capa de livro?


Encontra as Diferenças: "The Lady and the Poet" e "Sedução ao Amanhecer"


Mais um EAD desta vez com uma capa de uma autora nossa conhecida.

A Sair do Forno: "Eu&Eles" de Kristan Higgins

Sai dia 22 de Julho
Para ele, ela é apenas parte do seu grupo de amigos.Mas ela quer ser muito mais do que isso…
Chastity é uma verdadeira maria-rapaz e tem orgulho nisso. Mas ter apenas amigos do sexo masculino poderá trazer-lhe desvantagens.
Chastity O’Neill é jornalista e regressa à sua cidade-natal com intenções de assentar e desenvolver o seu lado mais feminino. Já tem uma cadela trapalhona e uma casa em seu nome, só lhe falta o marido e os filhos. Contudo, para alcançar o seu final feliz, Chastity precisa de ultrapassar dois obstáculos: a juntar ao facto de ser uma matulona de 1,80m, capaz de intimidar a maior parte dos homens, tem quatro irmãos muito protetores e com manias de macho dominante.
Com a sua vida amorosa completamente estagnada, Chastity está desesperada. Mas ganha um novo ânimo quando, durante a escrita de um artigo acerca dos heróis da terra, conhece Ryan Darling, um cirurgião lindo de morrer! Além dos evidentes atributos físicos, Ryan tem um grande potencial para futuro marido! Só há um problema: o regresso às origens implica também o reencontro com Trevor Meade, o seu primeiro amor.
A verdade é que ela nunca o esqueceu, embora ele pareça sentir-se muito confortável no seu papel de bombeiro preferido da população feminina da cidade. Mas, para Trevor, ela é apenas uma grande amiga, quase uma irmã…

Origem: ''A Menina Que Roubava Morangos" De Joanne Harris



Mais uma origem desta vez com uma capa que ficou bem mais alegre. Quem anda a ler esta série desta autora?


Encontra as Diferenças: "Capture" e "Dark Frost"


Sexta é dia de EAD!
Aqui temos mais um bem parecido!

A Entrar no Forno: ''Stepsister'' de Jennifer Donnelly


36297954


Mais um lançamento que promete! Desta vez por parte da Saída de Emergência e a estreia desta autora em Portugal. 
 Como podem perceber vem aí um reconto da Cinderella.

Isabelle deveria ser estar - ela está prestes a ganhar o  belo príncipe. Mas na verdade, Isabelle não é a menina bonita que perdeu o sapatinho de cristal e capturou o coração do príncipe. Ela é a feia e meia-irmã que cortou os dedos dos pés para caber no sapato da Cinderela ... que agora está cheio de sangue.
Quando o príncipe descobre o engano de Isabelle, ela é rejeitada por vergonha. Não é mais do que merecido: afinal ela é uma rapariga simples num mundo em que  só se valoriza a beleza; Uma rapariga mal-humorada num mundo que quer que ela seja flexível.
Isabelle tentou encaixar-se. Para viver de acordo com as expectativas de sua mãe. Para ser como a sua meia-irmã. Para ser doce. Para ser bonita. Um a um, ela apagou pedaços de si mesma para sobreviver a um mundo que não aprecia uma rapariga como ela. E isso a fez de má, ciumenta e vazia por dentro.
Evocando as versões mais antigas e sombrias da história da Cinderela, a autora de Jennifer Donnelly mostra-nos que feia é só aos olhos de quem vê. Com sabedoria, Donnelly, cria uma personagem negligenciada numa jornada rumo ao fortalecimento, redenção e uma nova definição de beleza.

Quem gostou?

Chegou à Despensa: "O Voo da Águia", "O Vale dos Cinco Leões" e "Os Filhos do Paraíso" de Ken Follett


A aumentar a colecção de Ken Follett.

O Voo das Águias é um thriller soberbo, baseado numa história verídica que se passou no contexto da revolução iraniana liderada por Khomeini para derrubar o regime ditatorial do Xá Reza Pahlevi. Em dezembro de 1978, dois executivos da sucursal iraniana da EDS são detidos numa prisão de alta-segurança de Teerão. Quando Ross Perot, o fundador e presidente da empresa em Dallas, sabe do que se passa, decide salvar as vidas dos seus dois colaboradores a qualquer custo. Uma missão heroica, extremamente delicada e perigosa, e o desenlace, imprevisível. Uma história extraordinária onde a aventura, o suspense e o desespero são absolutamente reais.
Em O Vale dos Cinco Leões, Jane, uma inglesa corajosa e sensual, é apanhada num triângulo amoroso mortífero, entre os espiões rivais Ellis e Jean-Pierre. Amor, ódio e engano levam-nos de conspirações terroristas em Paris à guerra e aos guerrilheiros no Afeganistão.
N'Os Filhos do Paraíso, quando John Truth, um controverso locutor de rádio, divulga a ameaça de um sismo provocado por um grupo de terrorista, quase ninguém leva a noticia a sério. Em todo o caso, as autoridades da Califórnia preferem jogar pelo seguro e Judy Maddox, jovem e brilhante agente do FBI, é encarregada de investigar o caso. Judy começa por falar com o sismólogo Michael Quercus que, para o seu espanto, é possível provocar um abalo de terra. Logo a seguir; um sismo registado nos confins do deserto confirma os piores temores de Judy e Michael: a ameaça é mesmo REAL.

A Sair do Forno: "Rainha do Ar e das Trevas Os Artifícios Negros" de Cassandra Clare

Sai dia 16 de Julho.
O épico final da série Os Artifícios Negros.
Paixão, determinação e criaturas diabólicas nesta trilogia de Cassandra Clare, autora best seller do New York TimesUSA TodayWall Street Journal e Publishers Weekly.
Com mais de 50 milhões de livros vendidos em todo o mundo, as suas obras estão traduzidas em mais de 35 línguas.

Chegou à Despensa: "Por Detrás da Cortina" de Beth Kery


Mais um erótico de Beth Kery para a estante, desta vez emprestado. A ver se começo a lê-los e não só a acumulá-los.
Asher Gaites está de regresso a Chicago para uma pausa no jornalismo. O reencontro com os amigos leva-o a um clube de jazz onde uma nova artista está a fazer furor, mas o que Asher encontra é muito mais do que poderia esperar. A voz que ouve e o corpo que vê através da cortina levam-no de volta ao passado.
A cortina dá a Laila Barek o anonimato de que precisa. A americana de origem marroquina sempre lutou para conciliar os valores familiares e a paixão pela música. Mas há um homem que não lhe sai do pensamento, e quando Asher a confronta depois de um espetáculo fica chocado por reconhecer a mulher que o abandonou há quase uma década.
Laila nunca conseguiu esquecer o toque e o sabor de Asher. E apesar da dúvida e do medo que ameaçam as suas vidas, ambos têm de confiar nos seus sentimentos para derrubar os muros que o mundo colocou entre eles.

Doce do Momento: "Horas Extraordinárias" de Roni Loren


Primeira leitura de Julho que pertence também ao BookBingo.
Um romance erótico para relaxar depois de um livro tão forte como o anterior.
Marin Rush adora o seu trabalho: estudar sexo. Porém, fazê-lo não é propriamente a sua especialidade.
Enquanto se dedicou à investigação académica, isso não era um problema. Mas quando arranja um emprego no Grove, uma exclusiva clínica de terapia sexual, tudo muda.
O Dr. Donovan West, o seu novo colega, sabe que os clientes vão abusar da inocência de Marin se ela não tiver alguma experiência na matéria. Então, sugere toda uma série de atividades explícitas para que Marin se prepare para lidar com a selvagem clientela do Grove. Claro que muitas dessas actividades têm de ser feitas a dois. E Donovan sabe que é o homem ideal para esse trabalho.
Desde que Donovan e Marin mantenham as suas actividades extra-curriculares em segredo, e ninguém se apaixone, tudo vai correr bem.
Nada mais fácil, certo?

Resumo do Mês: Junho

E cá está o nosso resumo do mês de Junho. Nada mau hein? E o vosso?

Mafi

Já estava à espera que este mês fosse mais fraquito. Instalar a Netflix no telemóvel é capaz de não ter sido uma boa ideia e a escolha dos livros também não foi muito feliz... espero que Julho seja melhor. 

Solitaire - Alice Oseman (2/5)
Ontem à Noite - Catherine O'Conell (3/5)
Paixão Proibida - Penelope Douglas (3/5)
Wolf by Wolf - Ryan Graudin (4/5)
Quando Hitler roubou o Coelho Cor-de-Rosa - Judith Kerr (4/5)
By your side - Kasie West (3/5)

Livros físicos: 4
Ebooks: 2
Livro Mais Doce: Wolf by Wolf
Livro Mais Amargo: Solitaire
Livro Mais Longo: Wolf by Wolf
Livro Mais Curto: Quando Hitler roubou o Coelho Cor-de-Rosa
Livros "Na Fila Junho": 4/8
Livros ''Na fila 2019": 1
Autores novos: 6
Autores já lidos: 0

Ne:

Pensamento positivo: melhor que o mês passado que só terminei 1.
Não foram leituras memoráveis infelizmente, mas estou com muitas expectativas para Julho.


A Escolha da Noite - Kendall Ryan (2/5) 
A Submissão de Lily - Monica Murphy (3/5)
Os Altos e Baixos do Meu Coração - Becky Albertalli (3/5)
O Homem do Mês, Vol. II - J. Kenner (4/5)
Uma Luz em Nova Iorque - Liv Morris (3/5)
 O Sapinho Green - Joana Gonzalez (4/5)
A Admirável História de Greta Thunberg - Valentina Camerini (2/5)

Livros físicos: 6
Ebooks: 1
Livro Mais Doce: O Homem do Mês, Vol. II - J. Kenner
Livro Mais Amargo: A Admirável História de Greta Thunberg - Valentina Camerini
Livro Mais Longo: A Submissão de Lily - Monica Murphy (320 páginas)
Livro Mais Curto: O Sapinho Green - Joana Gonzalez (32 páginas)
Livros "Na Fila Junho": 2/4
Livros Fora do "Na Fila Junho": 5
Autores novos: 4
Autores já lidos: 3

Opinião Infantil: "O Sapinho Green" de Joana Gonzalez e Lisa Maciel


A sinopse quase que diz tudo.
É de facto um pequeno livro que, através de uma história focada em sapinhos, ensina posições de yoga chamando-as pelo nome e explicando cada uma mas de forma subtil e compreensível.
Sendo dirigido a crianças de pouca idade achei que há vocabulário um pouco eloquente demais, tal como achei que faltasse mais interjeições ou até sons, mas as ilustrações estão óptimas e a história original. Também achei que sendo autoras portuguesas (talvez não a Lisa) os nomes poderiam-se ter mantido na nossa língua também, mas sei que hoje em dia as crianças começam a ser multilingues logo à nascença e nem toda a gente vai achar negativo como eu.
Os meus parabéns às autoras e à ilustradora por estas páginas cheias de fofura que acredito que os mais pequenos vão pedir para ler e reler mil vezes.

Uma colecção de histórias alegres, inspiradas nos princípios-base do Yoga - os Yama, preceitos éticos, e os Nyama, condutas morais e disciplinares onde cada livro aborda um dos princípios do Yoga através de uma história com os animais da Floresta Encantada. De fácil leitura e compreensão, com poses de Yoga de fácil execução, proporciona uma forma divertida de pais e filhos interagirem e partilharem valores essenciais e momentos únicos. 

Opinião Young-Adult: "Os Altos e Baixos do Meu Coração" de Becky Albertalli


Depois de adorar O Coração de Simon Contra o Mundo da mesma autora, tratei de adquirir este livro, esperando algo do género: surpreendente, fofo e original. Começo já esta opinião dizendo que aqui não encontrei nada disso. 
Os Altos e Baixos do Meu Coração são uma típica história de uma típica adolescente com os normais pensamentos negativos e autodepressivos, com as suas mais variadas paixões platónicas, com as suas relações familiares e de amizades. Portanto, nada disto foi novo, e passamos as 288 páginas a ler algo porque passámos, e que já lemos mil vezes em n romances do género. Como no primeiro livro, Becky Albertalli aborda de forma clara e natural (e assim é que deve ser) a homossexualidade. Também aborda a futilidade do inicio das relações, quando apenas a atracção funciona, mas também as relações amorosas baseadas primeiro num mútuo conhecimento e descoberta.
O final, tal como todo o desenvolvimento foi óbvio, mas acabei por cotar com três estrelas por ser um romance fácil de ler e que serve o seu propósito, sendo fiel ao seu género e ao grupo etário a que se dedica. Não funcionou como a história de Simon e por isso agora tenho algum receio de ler outro livro da autora que seja mais como este e menos como o anterior.
Não vou estar aqui a esmiuçar personagens nem cenários, porque são aquilo mesmo e não há muito que dizer: adolescentes na sua vida escolar e pós-escolar.

Aos 17 anos, Molly sabe tudo o que há para saber sobre o amor não correspondido. É que a jovem já se apaixonou 27 vezes, mas sempre em segredo. E por mais que a irmã gémea, Cassie, lhe diga para ter juízo, Molly tem sempre cuidado. É melhor ter cuidado do que sofrer.
Quando Cassie se apaixona, a sua nova relação traz um novo círculo de amigos. Dele faz parte Will, que é engraçado, namoradeiro e um excelente candidato a primeiro namorado da Molly.
Mas há um problema: o colega de Molly, Reid, um cromo e fã incondicional de Tolkien, por quem ela jamais se apaixonaria… certo?

Origem: ''Devo-te a felicidade'' de Sophie Kinsella




Esta rubrica infelizmente anda desaparecida mas aqui está ela com o novo livro da Sophie Kinsella, 
Quem gosta destas capas? 





Na Fila: Julho

Leituras de Junho terminadas, vamos então começar com as perspectivas de Julho.
Os desafios literários já começaram, mas vão continuar até Setembro, por isso toca a escolher bem.

Mafi


Estou cheia de vontade!

Ne


Todos para o desafio do BookBingo e todos para a Maratona de Verão.
As leituras começaram fracas em inícios de Junho, mas desde que chegou o Verão que mudou do 8 para o 80. Já tinha saudades destes tempos!

Opinião Young-Adult: ''By your side'' de Kasie West


1º livro do book bingo - Um livro que levarias para a praia. 

A leitura deste livro decorreu depois de uma tentativa falhada de ler o ''Apartamento partilha-se'' de Beth O'Leary que eu estava a achar uma seca autêntica. Decidi ler então este ebook de uma autora que nunca tinha lido mas que tenho 4 livros dela na estante por ler. E como tenho 4 livros físicos na estante, decidi ler um ebook de um dos livros que não tenho. Como podem ver, coerência não é o meu forte. Ehehe
Resultado de imagem para by your side kasie westEsta autora nunca foi publicada cá mas ela tem imensos livros lá fora. Não é publicada há muito tempo (há menos de 10 anos) mas num espaço de um ano lança uns 3 livros portanto tenho agora muitos livros dela que quero ler. 
Tirando dois livros dela, todos os livros da Kasie West são YA contemporâneos e como são livros que eu gosto de ler mesmo que não tenham um grande tema, decidi finalmente ler o By your side simplesmente pela forma como o livro começava. Aqui temos a Autumn, que fica presa na biblioteca durante um fim de semana inteiro. Sem telemóvel (que ficou no carro) ou qualquer acesso à internet (para entrar nos computadores era preciso a password dos funcionários), Autumn acredita que os seus amigos e vão dar pela sua falta até porque horas antes ela estava com eles e era suposto irem passar o fim de semana fora. Mas a verdade é que as horas passam e a ajuda não chega e além disso Autumn descobre que não está sozinha na biblioteca mas tem uma companhia, Dax, o rapaz problemático da escola mas que iremos descobrir que afinal é apenas incompreendido. 
O livro lê-se muito bem e gostei bastante parte em que eles estão na biblioteca. Depois quando saem, já não gostei tanto, até porque cria-se meio que um triângulo amoroso entre a Autumn, o Dax e o Jeff, o quase-namorado da Autumn que entretanto sofre um acidente e fica no hospital. Eu achei o Jeff um bocado estúpido e imaturo mas no final gostei da atitude dele ao perceber que a Autumn já não gostava dele. Gostei da Autumn mas é aquela típica personagem que não diz o que sente na hora e toma decisões em que só pioram as coisas. O Dax foi o meu preferido especialmente a história dele com a mãe. 
Queria mais do romance entre os dois, achei que soube a pouco quando finalmente deram o passe seguinte. É um livro muito simples que tem temas interessantes como o abandono dos pais e a ansiedade mas confesso que esperava mais pois já tinha lido muitos elogios a esta escritora e correspondeu às expectativas mas não me surpreendeu. Contudo irei pegar nos outros livros que tenho dela (já que os comprei não é...) e portanto espero gostar mais desses, já que gastei dinheiro neles :P 

An irresistible story from Kasie West that explores the timeless question: What do you do when you fall for the person you least expect?
When Autumn Collins finds herself accidentally locked in the library for an entire weekend, she doesn't think things could get any worse. But that's before she realizes that Dax Miller is locked in with her.
Autumn doesn't know much about Dax except that he's trouble. Between the rumors about the fight he was in (and that brief stint in juvie that followed it) and his reputation as a loner, he's not exactly the ideal person to be stuck with. Still, she just keeps reminding herself that it is only a matter of time before Jeff, her almost-boyfriend, realizes he left her in the library and comes to rescue her.
Only he doesn't come. No one does.
Instead it becomes clear that Autumn is going to have to spend the next couple of days living off vending-machine food and making conversation with a boy who clearly wants nothing to do with her. Except there is more to Dax than meets the eye.
As he and Autumn at first grudgingly, and then not so grudgingly, open up to each other, Autumn is struck by their surprising connection. But can their feelings for each other survive once the weekend is over and Autumn's old life, and old love interest, threaten to pull her from Dax's side?

Doce do Momento: "A Admirável História de Greta Thunberg" de Valentina Camerini


Confesso que não sou seguidora desta personalidade, mas nunca se sabe o que este livro poderá trazer.
A história desta jovem sueca que com a sua iniciativa e determinação nos leva a dar, enquanto civilização, um novo passo em frente com as greves climáticas estudantis que lidera.
O livro, com uma linguagem simples que cativará os leitores, é uma óptima ferramenta de trabalho para professores, pais e educadores, que ajuda a explicar as razões da iniciativa e atitude desta jovem sueca. Por exemplo que a pulsão para a conformidade é hoje o maior obstáculo ao nosso futuro colectivo e que a desobediência é a arma do futuro. Ou que devemos e podemos ser mais conscientes do meio ambiente e actuar fazendo mudanças nas nossas vidas para ajudar a salvar o planeta. Ou que, para fazer mudanças, é preciso empenho e sacrifício e não apenas lamentações.
Uma chamada de atenção para o poder que temos para mudar o mundo!

A Sair do Forno: "A Porta Oculta" de Jørn Lier Horst


Sai dia 9 de Julho.
Sofie Lund está pronta para um novo começo quando se muda com a filha pequena para a casa que herdou do avô. Sofie tem lembranças tão dolorosas da sua infância que decide livrar-se de todos os vestígios do Velhote, todos os vestígios exceto um cofre trancado que está preso ao chão da cave.
Dentro do cofre, Sofie encontra algo chocante que se irá tornar uma prova crucial num caso que tem atormentado o inspetor William Wisting há demasiado tempo, e levantar dúvidas sobre o real culpado de outro caso de homicídio que está prestes a ser julgado. No entanto, para seguir essa pista, Wisting terá de pôr em causa lealdades importantes e abalar a confiança dos cidadãos nas forças policiais.

A Sair do Forno: "A Menina que Roubava Morangos" de Joanne Harris


Sai dia 9 de Julho, também.
O coração de Vianne Rocher, a encantadora e inquieta maga do chocolate, parece ter finalmente serenado. A vila de Lansquenet-sous-Tannes, que em tempos a rejeitou, é agora o seu lar. Com a filha mais velha, Anouk, a viver em Paris, Vianne dedica-se por inteiro à chocolaterie e a Rosette, a filha mais nova, a sua menina "especial". A acompanhá-las estão os seus amigos do rio, os extravagantes vizinhos, e o circunspecto padre Reynaud. Mas o vento, quando sopra, traz sempre mudanças… E estas começam com a morte de Narcisse, o temperamental florista. A vila fica em alvoroço pois Narcisse deixa não só uma surpreendente herança a Rosette, mas também uma inesperada confissão.
Nada voltará a ser como dantes. E quando uma loja nova abre onde antes se dispunham as magníficas flores de Narcisse, tudo parece um prenúncio de algo: um confronto, alguma turbulência, ou talvez até… um crime? Conseguirá Vianne impedir que o vento leve tudo o que lhe é mais querido?
Há magia no ar. Há luz e sombra. Vingança e amor. Vinte anos depois da publicação de Chocolate, Joanne Harris regressa à pitoresca vila francesa num romance sobre a força do passado, o poder da memória e a aceitação das marcas que a vida deixa em nós.

A Sair do Forno: "O Segredo" de Julie Garwood





A sair dia 9 de Julho.

Judith Hampton tenciona ir à Escócia para acompanhar a sua querida amiga de infância, Frances, num dos momentos mais importantes da sua vida. Um plano simples que esbarra num obstáculo ancestral: Judith é inglesa e Frances é escocesa… e todos sabem que ingleses e escoceses são inimigos figadais!
Frances envia o seu cunhado, Iain Maitland, para acompanhar a amiga na viagem. Embora vá a contragosto, Iain não tarda a perceber que Judith não só é lindíssima como absolutamente encantadora! A atração entre os dois é inegável, e depressa dá lugar a sentimentos mais profundos. Mas Judith tem um outro motivo - que mantém em segredo - para visitar as Terras Altas escocesas… algo que poderia arruinar o mais glorioso dos amores.

A Sair do Forno: "Devo-te a Felicidade" de Sophie Kinsella





Sai dia 16 de Julho.

Fixie Farr tem uma compulsão terrível: a de arranjar tudo… Seja a endireitar de um quadro, tratar de uma nódoa quase invisível ou auxiliar um amigo em apuros, ela é simplesmente incapaz de não agir. O mesmo se aplica ao negócio de família que gere com os irmãos, ainda que, em segredo, sinta por vezes que tudo recai sobre si.
E quando um belo desconhecido lhe pede para ela olhar um instante pelo seu computador portátil, não é de admirar que ela diga que sim. Agradecido, Sebastian acaba por lhe rabiscar uma nota de dívida (que, evidentemente, ela não irá cobrar).
Ou será que vai?
É que Ryan, por quem Fixie tem um fraquinho, precisa de ajuda. E quem melhor do que Sebastian para o ajudar? Só que agora é ela que tem uma dívida para com ele e Fixie não está habituada a ver-se nessa situação. Após uma sucessão de notas de dívida, de favores insignificantes e ajudas preciosas… Fixie depressa dá por si dividida entre o passado confortável e o futuro que julga merecer.
Terá ela coragem de "dar um jeito" à sua própria vida e lutar por aquilo que verdadeiramente quer?

A Sair do Forno: "Um Eco do Passado" de Diana Gabaldon






Sai dia 23 de Julho o nº7 do Outlander, dividido em dois.
Por terras americanas e escocesas, a aventura do escocês ex-jacobita e rebelde relutante, Jamie Fraser, e da sua mulher, Claire Randall Fraser, atravessa agora o auge da Revolução Americana, entre corsários e batalhas navais. Para além do inverno tenebroso pelo qual estão a passar e alguns acontecimentos sombrios, Jamie e o seu sobrinho Ian são expostos a uma situação desagradável relacionada com o ouro roubado no romance anterior, Um Sopro de Neve e Cinzas. Os dois acabam por se envolver num crime e Ian é jurado de morte. No meio desta convulsão, ele terá de acompanhar o tio e Claire na viagem da Carolina do Norte para as Terras Altas, onde Jamie pretende recuperar a máquina impressora que deixou para trás. Mas será que consegue?
A séculos de distância, Brianna e Roger acompanhados dos filhos, tentam readaptar-se à vida no século XX, para a qual acabam de regressar. Aqui, Brianna acompanha o dramático desenrolar da história dos pais, Claire e Jamie, pelas suas cartas que, poupadas pelo tempo, relatam que Jamie Fraser irá enfrentar inúmeros obstáculos ao partir da Carolina do Norte em viagem. Mas as revelações não se resumem apenas ao longínquo passado: o casal Brianna e Roger procura pistas não só do destino de Claire, mas também do seu próprio. O futuro nas Terras Altas da Escócia é misterioso, irrevogável e está intimamente entrelaçado com a vida e a morte na América colonial destroçada pela guerra.

A Sair do Forno: "A Soma de Todos os Beijos" de Julia Quinn




Sai dia 30 de Julho o terceiro volume do quarteto Smythe-Smith..

Ele acha-a enervante…
Se há coisa que Hugh Prentice não suporta é uma mulher teatral. Ele é um génio da matemática, um homem sério e pouco dado a dramatismos. Lady Sarah Pleinsworth representa tudo aquilo que ele detesta. Claro, ela até pode ter os seus encantos, mas depois do duelo que o deixou marcado para sempre, Hugh já desistiu de procurar o amor.
Ela acha que ele é doido varrido…
Sarah nunca perdoará Hugh pelo mal que causou à família dela. E mais, não quer ter NADA a ver com esse homem. E não, não é por causa do ferimento na perna, longe disso… é que ele é simplesmente de-tes-tá-vel! Mas quando ambos se veem forçados a passar uma semana juntos, depressa percebem que as primeiras impressões não são de fiar. E quando o primeiro beijo dá lugar ao segundo e ao terceiro, o brilhante matemático acaba por lhes perder a conta… e a jovem, por uma vez na vida, fica sem fala.

Doce do Momento: "O Sapinho Green" de Joana Gonzalez e Lisa Toth

O primeiro livro infantil para nós e para o novo elemento da família, a Aurora. Não gosto de ler em voz alta, mas para ela me ouvir vai ter que ser e acho que vou adorar! Já estou a adorar as ilustrações!
Uma colecção de histórias alegres, inspiradas nos princípios-base do Yoga - os Yama, preceitos éticos, e os Nyama, condutas morais e disciplinares onde cada livro aborda um dos princípios do Yoga através de uma história com os animais da Floresta Encantada. De fácil leitura e compreensão, com poses de Yoga de fácil execução, proporciona uma forma divertida de pais e filhos interagirem e partilharem valores essenciais e momentos únicos.

Encontra as Diferenças: "Sam I Am" e "Unfinished"


Estas achamos que são algo amadoras, mas apesar de terem diferenças, mais uma vez a modelo está lá e a sensação de déjà vú deu-se à mesma.

A Sair do Forno: "Os Imortalistas" de Chloe Benjamin

Sai dia 2 de Julho.
Se lhe dissessem a data da sua morte, como construiria a sua vida?
1969, Lower East Side, em Nova Iorque corre a notícia sobre a chegada de uma mulher mística: uma adivinha que garante predizer a data da morte das pessoas.
Os irmãos Gold, quatro adolescentes na cúspide do autoconhecimento, escapam-se para ouvir a sua sorte.

A Sair do Forno: "Nas Águas Mais Calmas" de Viveca Sten

Sai dia 2 de Julho, este livro com umas das sinopses mais curtas que conhecemos.
O primeiro de uma série de 9 livros(actualmente).
Numa manhã quente de Julho, na idílica ilha de Sandhamn, na Suécia, um homem passeia com o cão e faz uma descoberta horrível: um corpo, emaranhado numa rede de pesca, deu à costa.  

Opinião Contemporânea: "Uma Luz em Nova Iorque" de Liv Morris


Pela sinopse tudo prometia um romance funcionária-patrão, mas afinal foi só para nos enganar, porque já depois do meio do livro ainda ela não tinha sido contratada por ele. Por isso desistam dessa ideia, mas não desistam da leitura.
A história romântica alternativa que encontramos não deixa de ser pior, mas aproxima-se mais do género de livro Paixão Proibida de Penelope Douglas. E mais não digo se não já tendo para spoilers.
O nome dela é muito original mas nada relacionado às suas origens. 
Um livro que me fez lembrar o filme Sweet Home Alabama (penso que já não é o primeiro este ano), mas só pela terra natal, não pela história.
Liv Morris tende um pouco para a repetição da descrição de beleza e inocência da protagonista, o que não abona a seu favor, mas também não é feito de maneira a fazer-nos desistir ou revirar os olhos. Podia tirar um pouco na quantidade, já que percebemos logo cedo a "perfeição" de Tessa e o atractivo que é para os homens.
Gostei bastante da primeira parte do livro, mas a segunda parte tornou-se muito lamechas, com discursos demasiado amorosos tipo dedicatórias tirando ali um pouco a credibilidade ou realismo do romance. Além disso, o cliché de Barclay ser rico e conseguir tudo dessa forma acaba por cansar um pouco, até porque começa a parecer que ela gosta que lhe comprem tudo e não paga nada. Tudo demasiado fácil e só a parte do blogue é que prova o valor dela. Esta parte foi talvez a minha preferida, até porque quem gosta de ler e tem um blogue literário se vai rever nesta personagem e invejar a sua sorte.
A "revelação" foi feita finalmente, quase no final e feita de forma um pouco diferente do que estava à espera, mas não de forma negativa.
Uma Luz em Nova Iorque é um livro perfeito para um dia de descanso, em que se lê muito bem e de forma muito satisfatória.
Tessa Holly acaba de aterrar em Nova Iorque. No coração, traz o sonho de viver na cidade que nunca dorme. Na bagagem, carrega o CV, que tenciona distribuir até conseguir o emprego que mais deseja: trabalhar numa editora. Não está nos seus planos apaixonar-se e ou ceder a tentações... menos próprias. Mas uma troca de olhares com um sensual desconhecido fá-la vacilar. Felizmente, o momento é interrompido... pela bela acompanhante dele. Tessa, porém, não o esquece. E não podia adivinhar que voltaria a encontrá-lo. E ele é: Autoritário. Encantador. Lindo de morrer... e o seu novo patrão! Pois Barclay Hammond é o CEO de uma prestigiada editora e o solteirão mais cobiçado de Nova Iorque. A atracção entre ambos é electrizante. Mas há um GRANDE problema. As regras da editora proíbem relacionamentos íntimos. E Tessa não está disposta a abdicar do seu sonho. Conseguirá ela conquistar um lugar entre as mil luzes de Nova Iorque? Ou deitará tudo a perder num momento de derradeiro abandono?

Doce do Momento: "Uma Luz em Nova Iorque" de Liv Morris


Mais uma leitura para o BookBingo e para a Maratona de Verão.
Tessa Holly acaba de aterrar em Nova Iorque. No coração, traz o sonho de viver na cidade que nunca dorme. Na bagagem, carrega o CV, que tenciona distribuir até conseguir o emprego que mais deseja: trabalhar numa editora. Não está nos seus planos apaixonar-se e ou ceder a tentações... menos próprias. Mas uma troca de olhares com um sensual desconhecido fá-la vacilar. Felizmente, o momento é interrompido... pela bela acompanhante dele. Tessa, porém, não o esquece. E não podia adivinhar que voltaria a encontrá-lo. E ele é: Autoritário. Encantador. Lindo de morrer... e o seu novo patrão! Pois Barclay Hammond é o CEO de uma prestigiada editora e o solteirão mais cobiçado de Nova Iorque. A atracção entre ambos é electrizante. Mas há um GRANDE problema. As regras da editora proíbem relacionamentos íntimos. E Tessa não está disposta a abdicar do seu sonho. Conseguirá ela conquistar um lugar entre as mil luzes de Nova Iorque? Ou deitará tudo a perder num momento de derradeiro abandono?

A Sair do Forno: "O Fantasma de Maddy Clare" de Simone St. James


Já tiveram direito a um fantástico, um contemporâneo com um glassé de erótico e depois um histórico. Agora temos também um suspense para quem tem gostos mais peculiares ou está enjoado dos outros eheh.
Sai dia 8 de Julho também.
Londres, 1922
Sarah Piper é uma jovem solitária que vê a sua vida mudar quando uma agência de trabalho temporário a contrata para ajudar Alistair Gellis, um caçador de fantasmas. Alistair é um veterano da Primeira Guerra Mundial, rico, atraente e com uma grande obsessão pelo sobrenatural. Foi convocado para investigar e expulsar o fantasma de Maddy Clare, uma criada de 19 anos que assombra o estábulo onde alegadamente se suicidou.
Como Maddy se recusa a interagir com homens, caberá a Sarah a difícil tarefa de a enfrentar. Para isso, contará com o apoio de Alistair e do seu enigmático assistente, Matthew Ryder. Em pouco tempo, os três veem-se perante uma missão perigosa, pois o fantasma de Maddy é real, está zangado e tem poderes que desafiam toda a razão.
Conseguirão eles descobrir quem era Maddy, de onde veio e o que estará a impulsionar o seu desejo de vingança, antes que ela os destrua a todos?

A Sair do Forno: "A Sedução de Elliot McBride" de Jennifer Ashley



A seduzir desde já, mas efectivamente a partir do dia 8 de Julho.
No dia do seu casamento, Juliana St. John é inesperadamente abandonada pelo seu noivo de longa data. Envergonhada, apenas lhe resta fugir da multidão que aguarda pela boda. Nesta fuga desesperada, depara-se com Elliot McBride, um irresistível escocês, e o seu primeiro amor. O medo que Juliana sente de permanecer solteira leva-a a fazer uma proposta impulsiva a Elliot — que ele case com ela nesse mesmo dia —, a qual ele aceita de imediato.
Elliot regressou recentemente da Índia, trazendo consigo uma grande riqueza. Mas, além de rico, ele tem também fama de louco, após o horror sofrido durante o longo período em que foi mantido em cativeiro.
Depois de casar com Elliot, Juliana enfrenta a dupla e árdua tarefa de restaurar um castelo em ruínas nas Terras Altas da Escócia e reparar o coração do seu proprietário. Mas ela terá também de lidar com o arrebatamento que sente diante da irresistível sensualidade do seu novo marido…

A Sair do Forno : "Intocável" de Tahereh Mafi






Sai dia 8 de Julho.
Tenho uma maldição.
Tenho um dom.
Sou um monstro.
Sou um ser humano.
Sou uma arma.
Sou uma lutadora.
O mundo está em colapso. As doenças dizimam a população, a comida escasseia, os pássaros não voam e as nuvens têm a cor errada. E, com apenas 17 anos, a Juliette está presa por homicídio. Na verdade, ela tem um poder incrível que mais se assemelha a uma maldição… O seu toque pode matar.
Perante a eclosão de uma guerra, o Restabelecimento vê nesse poder letal um dom. A Juliette não é apenas uma alma atormentada dentro de um corpo venenoso, mas uma arma imprescindível para a manutenção da ordem.
Só que esta extraordinária rapariga já escolheu o seu próprio caminho. Após uma vida sem liberdade, ela encontra por fim a força necessária para lutar e reagir — e tentar construir um futuro com o amor da sua vida, um rapaz que ela julgara ter perdido para sempre. Conseguirá a Juliette sair vitoriosa?