Publicações

Encontra as Diferenças: "The Stuff That Never Happened" e "Ask Again Later"


Mais uma sexta feira, mais um EAD.
Quando estiverem fartos(as) digam, porque isto nem daqui a 100 anos vai acabar.

A Sair do Forno: ''Sadie'' de Courtney Summers


Mais um livro de sucesso lá fora a chegar cá ao nosso país.
O livro em questão é Sadie, o mais recente livro desta autora que saiu em Setembro de 2018 e tem ganho várias críticas positivas desde então. Neste momento tem um rating de 4,21 no Goodreads.

Uma rapariga desaparecida em busca de vingança.Uma investigação alucinante transmitida em podcast.
Um final de cortar a respiração!
O radialista West McCray é contactado por uma desconhecida que lhe lança um apelo: localizar uma rapariga de 19 anos chamada Sadie Hunter. Uma história a que ele dá pouca importância, afinal, o desaparecimento de uma rapariga nada tem de insólito.
Só que Sadie não é uma fugitiva qualquer. Sofrendo de gaguez, abandonada pela mãe, vê o seu mundo desmoronar quando a irmã mais nova é brutalmente assassinada e a polícia mostra-se incapaz de encontrar o culpado. Quererá Sadie fazer justiça com as próprias mãos?
Perante o turbilhão de perguntas sem resposta, West fica obcecado com o caso e inicia um podcast inteiramente dedicado à investigação. O jornalista ruma à cidade natal de Sadie, para seguir de perto o rasto da jovem e desvendar este mistério antes que seja tarde demais. Cada pista revela uma verdade absolutamente chocante…

A Sair do Forno: "Inspeção" de Josh Malerman


Novo livro do autor de Bird Box. Quem vai querer?

J é aluno de uma escola muito peculiar.
J está a ser treinado para se tornar um génio.
J não sabe, mas a sua vida é uma mentira.
Nas profundezas de uma floresta isolada, há uma escola restrita onde 26 rapazes são educados para se tornarem prodígios das artes, ciências e atletismo. Versões melhoradas do ser humano inspecionadas todos os dias, de modo a evitar qualquer tipo de mácula vinda do exterior.
Aos 12 anos, J e os seus irmãos desconhecem o mundo que existe para lá da redoma mantida pelos professores, guardas e disciplina do fundador da escola ? que os rapazes conhecem como P.A.I. E enquanto a maioria dos alunos segue à risca as regras da única família que conhece, J começa a detetar pequenas falhas, que aguçam a sua curiosidade. Mas depois das advertências do P.A.I., que o proíbe terminantemente de explorar o que lhe é interdito, J sabe que o castigo para a desobediência é pesado: expulsão definitiva da família? ou pior.
Atormentado pela dúvida e pelo comportamento errático do fundador, J não consegue deixar de se questionar: por que razão os alunos não podem transpor os limites da escola? O que é que há lá fora que eles não podem ver? E, acima de tudo? o que pretende o P.A.I. fazer com os 26 rapazes?
«Um cruzamento improvável e provocador entre 1984 e O Deus das Moscas» -Kirkus Reviews

A Sair do Forno: "O Dom da Morte" de M.J. Arlidge


Mais um livro deste autor. Sai dia 2 de Setembro.
Ela ouve os gritos delesEla sente o seu medo
Agora, ela é a única esperança que têm...
Adam Brandt é um psicólogo forense, bastante habituado a lidar com os membros mais perturbados da sociedade. Mas Adam nunca conheceu ninguém como Kassie.
A adolescente afirma ter um dom terrível — basta-lhe olhar diretamente nos olhos de alguém para saber quando essa pessoa irá morrer. E de que forma isso irá acontecer. Obviamente, Adam sabe que Kassie deve sofrer de algum distúrbio mental. É nesse momento que um assassino em série ataca a cidade. E só Kassie parece saber quem ele vai matar em seguida.
Contrariando a sua intuição, Adam começa a acreditar em Kassie. Apenas não tem consciência de quão fatal a sua fé pode vir a ser…
«Uma história bem contada, com uma personagem principal convincente, que nos dá a sensação de estarmos a assistir a uma série televisiva dramática.» - 

A Entrar no Forno: ''Summit Lake'' de Charlie Donlea

25489185

Mais um lançamento de um thriller, desta vez deste autor americano. Será a sua estreia em Portugal e será editado pela Presença. Fiquem com a sinopse traduzida abaixo.

Summit Lake, uma pequena cidade entre as montanhas, é um lugar bucólico, sossegado e com encantadoras casas construídas à beira de um longo lago. Mas este belo lugar é tocado pelo horror quando a estudante de direito Becca Eckersley é brutalmente assassinada em uma dessas casas. Filha de um poderoso advogado, Becca estava no auge da sua vida. Atraída instintivamente pela notícia, a jornalista Kelsey Castle vai até a cidade para investigar o caso. Enquanto investiga sobre as amizades de Becca, a sua vida amorosa e os segredos que esta guardava, a repórter fica cada vez mais convencida de que a verdade sobre o que aconteceu com Becca pode ser a chave para superar o seu próprio passado de que tanto tenta fugir...

Gostaram?

A Sair do Forno: ''Mais do que amar'' de Shayla Black


A querer dia 13 de Setembro


Durante uma década, Noah Weston foi um ícone do futebol e teve todas as mulheres que quis. Agora que se pretende retirar, e que está sob os holofotes da imprensa devido a um escândalo sexual, procura refúgio na mansão isolada que adquiriu junto ao mar. Mas em vez da paz e tranquilidade que esperava, encontra a teimosa, divertida e selvagem Harlow Reed.
Harlow acabou de sair de uma relação difícil e é a última mulher com que Noah se deve envolver. Mas à medida que o relacionamento de ambos vai evoluindo, ele percebe que a sua vida já não faz sentido sem Harlow. E quando o destino força Noah a uma escolha, ele percebe que está disposto a tudo para ela seja definitivamente dele. Uma máquina imparável de suspense e erotismo sexy!

A Sair do Forno: ''Dona Filipa e Dom João I'' de Maria João Fialho Gouveia


Sai dia 13 de Setembro :)
Dona Filipa e Dom João I, Unidos pelo Amor e pelo Reino conta a história de um casal de origens diversas, que a vida juntou sob a mesma bandeira. Ele, filho ilegítimo de um rei e de uma burguesa; ela, neta de um monarca estrangeiro e senhora de elevada estirpe.
Mas se os seus berços os distinguiam, em comum tinham o amor à cultura, ao conhecimento e à virtude cristã.
Dom João de Avis nascera de Dom Pedro I de Portugal e de Teresa Lourenço, filha de um mercador lisboeta; Dona Filipa de Lencastre era a primogénita do príncipe John de Gaunt e da bela fidalga Blanche de Lencastre, que inspirara arrebatados versos aos poetas. O casamento de Dom João I e Dona Filipa resultara de um acordo político entre o novo soberano português e o duque de Lencastre, selando uma aliança perpétua entre os seus países. O primeiro encontro entre ambos logo os deixou presos nas suas diferenças, pois onde Dom João I era viril e moreno, Dona Filipa era delicada e de tons claros. Esses laços, tão fortemente atados desde o primeiro momento, liam-se nos seus gestos, na cumplicidade que deixavam transparecer, na paixão com que se entregavam um ao outro e na perfeição dos filhos que criaram, enquanto Deus não os chamou a si.
Com a honra a guiar-lhes a alma e a pátria a pulsar-lhes no peito, Dom João I e Dona Filipa caminharam lado a lado, durante 18 anos, unidos pelo amor e pelo reino.

A Sair do Forno: ''Uma Prova de Amor'' de Megan Maxwell



Sai dia 3 de Setembro


O livro mais emotivo da série Guerreiras Maxwell, que conjuga o romance histórico com erotismo. Uma desgraça... uma promessa... uma viagem... os acontecimentos precipitam-se e Demelza chega à Escócia para ser vendida como escrava nórdica, até que o seu caminho se cruza com o galante e corajoso highlander Aiden McAllister, um homem que aprenderá que, se quer conquistá-la, deverá mostrar-lhe uma autêntica prova de amor.

Encontra as Diferenças: "Whisper My Name" e "The Education of Bet"


Mudando de género, aqui fica um histórico com algumas diferenças não só na cor.

Compilações: ''Um clarão de luz'' e ''Devo-te a felicidade''




Dois livros tão diferentes de duas autoras preferidas.

Um Clarão de LuzJá há muitos anos que sou fã de Jodi Picoult e apesar de ainda ter alguns livros que foram saindo nos últimos anos por ler, não resisti em ler esta novidade deste ano, pela Presença. 
Aqui a autora apresenta-nos a história de um atirador que invade e refugia-se numa clínica de aborto no Missisippi fazendo outros pacientes e médicos reféns. Toda a acção do livro é passada num único dia, aliás em algumas horas onde a história vai-se desenrolando de trás para a frente. Para além da narrativa ser contada no inverso, também e contada através de vários pontos de vista dos reféns e também da polícia que está cá fora em negociações com o atirador. Como em todos os livros da Jodi, temos personagens muito diversas em tudo, especialmente na sua opinião em relação aos abortos. A minha personagem preferida foi a Wren mas também gostei da Janine e da Beth. A forma como a autora escreve, elucida-nos muito sobre as leis restritas deste Estado americano. No final é importante e obrigatório ler a nota da autora onde aprofunda mais as leis e mostra como os Estados Unidos em certas coisas, andam para trás em vez de avançarem com o tempo. A nota também mostra bem a pesquisa exaustiva de Jodi na escrita deste livro onde falou com 151 mulheres e assistiu a diversos abortos em várias fases de gestação. Só dou 3 estrelas devido ao formato da narrativa que não gostei e porque embora seja um livro com uma tema muito interessante, gostava mais que o livro tivesse avançado para mais algo para além do atirador. O caso da Beth podia ter ido a tribunal que teria sido muito interessante de ler, visto que a Jodi escreve sempre muito bem cenas de tribunais. Não desgostei mas achei que podia ser melhor mas não é de todo um mau livro, só não está entre os melhores dentro da vasta de livros fantásticos que esta autora tem. 

Um dia quente de outono começa como qualquer outro no Centro - uma clínica que presta cuidados de saúde reprodutiva a mulheres. Como habitualmente, os seus funcionários acolhem as pacientes que ali se encontram para aconselhamento e tratamentos. de repente, pelo final da manhã, um homem armado entra nas instalações e começa a disparar, causando feridos e fazendo reféns.
O agente de polícia Hugh McElroy, especialista em negociar a libertação de reféns, estabelece um perímetro de segurança e traça um plano para comunicar com o atirador. ao olhar sub-repticiamente para as mensagens recebidas no seu telemóvel, apercebe-se, horrorizado, de que Wren, a sua filha de apenas quinze anos, se encontra no interior da clínica.
Wren não está só. Ela vai partilhar as horas seguintes, sob um clima de grande tensão, com outras pessoas : uma enfermeira em pân ico, que tem de se autocontrolar para salvar a vida de uma mulher ferida; um médico que põe a sua fé à prova como nunca antes acontecera; uma ativista pró -vida, que se tinha feito passar por paciente e é agora vítima da mesma raiva que ela própria sentia; uma jovem que quer abortar. e o próprio atirador, completamente transtornado, a querer ser ouvido.
Uma narrativa que equaciona a complexa temática dos direitos das mulheres grávidas e dos direitos dos seres que elas estão a gerar, além de refletir sobre o significado de ser boa mãe e bom pai. 

46743682. sy475 Passando para esta novidade da Quinta Essência, foi com imensa surpresa que vi o mais recente livro da Sophie Kinsella a sair já cá em Portugal, visto que a QE demora quase dois anos a lançar os livros mais recentes. 
Para quem leu as minhas opiniões aos livros mais recentes da Sophie Kinsella, sabe que andava um pouco desiludida com a autora porque todas as personagens femininas pareciam a mesma: divertidas sim, mas também muito trapalhonas e mentirosas, algo que me incomodava imenso. Andava a pedir já um livro mais sério da Sophie e finalmente parece que ela ouviu-me porque ''Devo-te a felicidade'' foi tudo aquilo que desejei!
Aqui temos a Fixie que não consegue não ajudar. Sente necessidade em ajudar, arrumar, endireitar...tudo e todos que precisem de algum apoio. Mas por mais que ela queira ajudar e por melhores que sejam as suas intenções Fixie não é levada a sério por aqueles que mais ama: a sua família. O seu lema de vida é ajudar a sua família, principalmente o pequeno negócio familiar que gere com os seus irmãos e a sua mãe. 
Quando, por puro acaso, salva o computador de um estranho - Seb - este fica-lhe a dever um favor, favor esse que Fixie nunca pensou em pedir visto que nunca voltaria a ver Sebastian. Mas quando Fixie precisa de impressionar uma antiga paixão da escola, recorre a Sebastian e começam uma troca de favores infinita mas também o começo de algo mais entre os dois. 
Eu adorei a Fixie! Ela é a típica personagem que engole demasiados sapos e não reage com medo de magoar os sentimentos das outras pessoas, mesmo que isso a faça sofrer ainda mais. Deu-me muita raiva  a maneira como os irmãos a tratavam e só me apetecia dar um grito para ver se Fixie acordava e reagia! 
Para além da Fixie, todos os personagens mostram uma evolução ao longo do livro, o que é óptimo e a autora não deixa nenhuma ponta solta, atando todos os nós soltos das várias personagens. Pela primeira vez nos livros desta autora, não achei o romance nada de especial, aliás não há quase romance nenhum entre o casal, sendo que o livro é mais focado na vida familiar da Fixie e eu adorei isso por ser diferente, e por mostrar que as famílias de sangue às vezes são tóxicas e nem sempre serão o nosso maior apoio, muitas vezes pelo contrário.
No fim a Fixie consegue impor-se e mostrar a sua força e adorei isso. Claro que esta parte foi um bocado cliché mas mesmo assim gostei de ver a Fixie a revelar-se contra a sua família. 
Um excelente livro desta autora, adorei completamente e vai estar no top de melhores leituras deste ano, de certeza.

Fixie Farr tem uma compulsão terrível: a de arranjar tudo… Seja a endireitar de um quadro, tratar de uma nódoa quase invisível ou auxiliar um amigo em apuros, ela é simplesmente incapaz de não agir. O mesmo se aplica ao negócio de família que gere com os irmãos, ainda que, em segredo, sinta por vezes que tudo recai sobre si.
E quando um belo desconhecido lhe pede para ela olhar um instante pelo seu computador portátil, não é de admirar que ela diga que sim. Agradecido, Sebastian acaba por lhe rabiscar uma nota de dívida (que, evidentemente, ela não irá cobrar).
Ou será que vai?
É que Ryan, por quem Fixie tem um fraquinho, precisa de ajuda. E quem melhor do que Sebastian para o ajudar? Só que agora é ela que tem uma dívida para com ele e Fixie não está habituada a ver-se nessa situação. Após uma sucessão de notas de dívida, de favores insignificantes e ajudas preciosas… Fixie depressa dá por si dividida entre o passado confortável e o futuro que julga merecer.
Terá ela coragem de "dar um jeito" à sua própria vida e lutar por aquilo que verdadeiramente quer?

Doce do Momento: "Viscious" de V.E. Schwab



Já vai o tempo em que estar de folga significava ler muito....3 dias em casa e não li uma linha...mas isto tudo para dizer que ando a ler este mas já estou desconfiada que nanvou gostar muito mas vou insistir mais um pouco...

Victor and Eli started out as college roommates—brilliant, arrogant, lonely boys who recognized the same sharpness and ambition in each other. In their senior year, a shared research interest in adrenaline, near-death experiences, and seemingly supernatural events reveals an intriguing possibility: that under the right conditions, someone could develop extraordinary abilities. But when their thesis moves from the academic to the experimental, things go horribly wrong. Ten years later, Victor breaks out of prison, determined to catch up to his old friend (now foe), aided by a young girl whose reserved nature obscures a stunning ability. Meanwhile, Eli is on a mission to eradicate every other super-powered person that he can find—aside from his sidekick, an enigmatic woman with an unbreakable will. Armed with terrible power on both sides, driven by the memory of betrayal and loss, the archnemeses have set a course for revenge—but who will be left alive at the end?

Encontra as Diferenças: "Big Girl Small" e "Como Ser Solteira"


Outro par directamente do baú e com uma capa portuguesa!

A Entrar no Forno: ''Neighbor Dearest'' de Penelope Ward




As Penelopes estão a bombar cá em Portugal e vem aí mais um livro!
Quem quer este vizinho? :)

Quem gostou do anterior livro da autora, vai também gostar deste certamente!


Depois de um mau término de namoro, a última coisa que Chelsea precisava era que o seu novo vizinho - Damien - fosse um versão sexy do seu ex-namorado, Elec. Para além do seu vizinho ser sexy, também é irritadiço e ainda por cima tem dois cães enormes que ladram a noite toda, não deixando Chelsea descansar. Mas o pior ainda estava para vir, quando Chelsea descobre que através de um buraco na parede, Damien conseguia ouvir todas as conversas que Chelsea tinha com a sua terapeuta, via telefone. Agora ele conhecia todos os seus segredos e inseguranças. Mas quando Chelsea pensava que as coisas iriam piorar, Damien torna-se seu ouvinte e amigo deixando claro que não queria ser mais nada para além disso. O problema é que Chelsea lentamente estava a apaixonar-se por ele. Depois de Elec, Chelsea esperava que Damien não destruísse o seu coração para sempre...

Passatempo de Agosto

Agosto chegou e como o prometido é devido aqui está mais um passatempo para os nossos fiéis seguidores!

Vamos continuar com o mesmo formato dos anteriores que tem vindo a ter um feedback positivo da vossa parte.

Desta vez escolhemos dois livrinhos de época para saciar as vossas leituras mais românticas.



Um é novidade deste ano, outro mais antigo mas esperamos que seja do vosso agrado as nossas escolhas.

Passatempo válido até 25 de Agosto
Só participantes de Portugal Continental e Ilhas.
Boa sorte a todos!


Opinião Contemporânea: ''The Seven Husbands of Evelyn Hugo'' de Taylor Jenkins Reid



5º livro do Book Bingo - Livro recomendado por um blogger/youtuber


The Seven Husbands of Evelyn HugoCom dois livros lançados já em Portugal, Taylor Jenkins Reid deu o verdadeiro salto com o livro ''The Seven Husbands of Everlyn Hugo''. Como na altura em que este livro saiu lá fora, a Editorial Presença andava a publicar esta autora cá, fiquei à espera que este livro também saísse em Portugal. E esperei um ano, um ano e meio, dois anos...e percebi que o ''parto'' do livro estava difícil por aqui e decidi ler então na versão original, mesmo tendo os outros dois livros da autora ainda por ler. 
Este é para mim o livro do ano e o melhor livro de 2019 até ao momento. 
Mas quem é a Evelyn Hugo? É uma actriz lendária de Hollywood que teve uma carreira de sucesso, estrelando nas maiores produções de Hollywood, vencedora de Oscares mas também envolvendo-se em várias polémicas como o facto de ter tido 7 maridos durante a sua vida. 
Afastada dos holofotes da fama há uns anos, prestes a completar 80 anos, Evelyn decide abrir o jogo e contar a sua versão de toda a sua vida a um jovem jornalista, desconhecida do grande publico, Monique. Ao longo do livro vamos descobrindo a vida fascinante de Evelyn mas também percebemos que a sua ligação com Monique não é tão inocente como parece.
Não preciso de dizer que adorei este livro porque vocês já sabem mas digo-vos que já há muito tempo que um livro não mexia tanto comigo. Longe vão os tempos de ficar acordada a ler durante a madrugada mas com Evelyn Hugo fiquei até as 5h da manhã a chorar que nem uma ''Madalena arrependida'', especialmente com os capítulos finais e com o twist final que não adivinhei e nem me passou pela cabeça. 
Adorei tudo, desde as personagens, até à história, passando pela escrita, pelas mensagens do livro. É um livro sobre a vida de uma grande mulher que fez de tudo para reinventar-se e esconder as suas origens para chegar ao sucesso. Um livro cheio de namoros e casamentos falsos que não duvido que ainda existam por Hollywood e em outras indústrias de entretenimento. Foi um livro que me fez pensar muito nas aparências e na realidade feia que escondemos aos olhos de todos mas que não conseguimos tirar de nós. 
Tenho muita pena que não haja em português para que toda a gente possa ler este livro maravilhoso mas ainda tenho esperança que saia cá. Até lá fico contente por ainda ter mais dois livros desta autora para descobrir. Vou com receio de não gostar tanto mas também entusiasmada para os ler. 
Claro que depois de ter lido este livro em ebook tive logo de ir a correr comprar o hardcover em inglês para o ter na estante!

Aging and reclusive Hollywood movie icon Evelyn Hugo is finally ready to tell the truth about her glamorous and scandalous life. But when she chooses unknown magazine reporter Monique Grant for the job, no one in the journalism community is more astounded than Monique herself. Why her? Why now?
Monique is not exactly on top of the world. Her husband, David, has left her, and her career has stagnated. Regardless of why Evelyn has chosen her to write her biography, Monique is determined to use this opportunity to jumpstart her career.
Summoned to Evelyn’s Upper East Side apartment, Monique listens as Evelyn unfurls her story: from making her way to Los Angeles in the 1950s to her decision to leave show business in the late 80s, and, of course, the seven husbands along the way. As Evelyn’s life unfolds—revealing a ruthless ambition, an unexpected friendship, and a great forbidden love—Monique begins to feel a very a real connection to the actress. But as Evelyn’s story catches up with the present, it becomes clear that her life intersects with Monique’s own in tragic and irreversible ways.


Encontra as Diferenças: "Segue o Coração" e "Trust Me"


Pensava que esta dupla já tinha sido publicada, mas não a encontrei. Se já foi peço desculpa pela repetição.
Um caso da mesma capa, da mesma autora, mas em livros diferentes.

Resumo: Julho

Mafi

Julho não foi tão mau como pensava que tinha sido. Li o melhor livro do ano e só por isso já valeu a pena.

Classificações e opiniões:
Amy And Roger's Epic Detour - Morgan Matson (3/5)
Blood for blood - Ryan Graudin (3/5)
O mapa que me leva a ti - J.P. Monninger  (4/5)
The Seven Husbands of Evelyn Hugo - Taylor Jenkins Reid (5/5)
Um clarão de luz - Jodi Picoult (3/5)
Falling into place - Amy Zhang (3/5)
Since you've been gone - Morgan Matson (a ler)

Livros físicos: 5
Ebooks: 2
Livro Mais Doce: The Seven Husbands of Evelyn Hugo
Livro Mais Amargo: Falling into place 
Livro Mais Longo: Blood for Blood (463 páginas)
Livro Mais Curto: Falling into place (301 páginas)
Livros "Na Fila Julho": 5/10
Livros "Na Fila 2019": 4
Autores novos: 4
Autores já lidos: 3

Ne

Um mês que começou tão bem mas depois acabei por colocar a leitura em segundo plano. Tenho As Vozes de Chernobyl a meio, mas não estou a gostar da forma como a autora/repórter está a apresentar as entrevistas. às vezes basta uma desilusão para nos tirar o prazer ou andamento da leitura.
De qualquer forma os livros que li foram muito bons, cada um à sua maneira.
Os Bebés de Auschwitz - Wendy Holden (4/5)
Horas Extraordinárias - Roni Loren (4/5)

Livros físicos: 2
Ebooks: 0
Livro Mais Doce: Horas Extraordinárias - Roni Loren
Livro Mais Amargo: Os Bebés de Auschwitz - Wendy Holden
Livro Mais Longo: Os Bebés de Auschwitz - Wendy Holden (416 páginas)
Livro Mais Curto: Horas Extraordinárias - Roni Loren (352 páginas)
Livros "Na Fila Julho": 1/8
Livros Fora do "Na Fila Julho": 1
Autores novos: 2
Autores já lidos: 0

Na Fila: Agosto

Agosto é mês de continuação dos desafios literários e também do aniversário da Ne :P
Mafi


Para Agosto vou continuar com as leituras dos 2 desafios que estou a fazer e que me tem dado muito gosto!

Ne
Agosto vai ser um mês atribulado por isso acho que vou pegar no que não li em Julho e transportar para aqui.

A (Re)Sair do Forno: ''A Namorada dos meus sonhos'' de Mike Gayle

8796401


Uma reedição, 19 anos depois de ter saído pela Presença.
Quem já leu? Sai dia 7 de Agosto


Will Kelly é um jovem professor, solteiro, romântico e sonhador, apaixonado por cinema, com um miserável salário que apenas lhe permite viver num pequeno e degradado apartamento em Londres. Sente-se deprimido… sobretudo porque ainda não esqueceu a bela Aggi, que o deixou três anos antes. Porém ainda não desistiu de procurar uma nova namorada.
É o fim de semana do seu aniversário e Will está sozinho e desanimado no seu apartamento. Resta-lhe o seu precioso telefone que lhe permite sair da desesperante solidão e criar o elo com pessoas que conhece, entre as quais: Alice, que se lembra do seu aniversário; Simon, que não se lembra; Kate, a anterior inquilina do seu pobre apartamento; e, claro, a incomparável Aggi, o amor da sua vida... será? 

Ponto da Situação: Book Bingo 2019


Agora que já fiz a primeira coluna, venho aqui mostrar como está o meu desafio do Book Bingo! 

Como podem ver está a correr muito bem e até agora não mudei muito os livros do plano original. 
Em Agosto quero ler mais 5 ou 6 casas e depois o resto fica para os restantes 21 dias de Setembro.

Estou a adorar participar neste desafio porque estou a conseguir ler livros que queria há muito tempo ler e que estavam aqui encalhados portanto só por isso, mesmo que nan consiga ler tudo, para mim já está a ser um sucesso!

Encontra as Diferenças: "PineLight", "Uncertainty", "Siren's Kiss", "The Rise of Rae" e "Fall"


E hoje é dia do número 5! Estas capas já estavam no baú há imenso tempo! Sempre deram mais trabalho.

A Sair do Forno: ''Imortal'' de J. R. Ward



CINCO ANOS DEPOIS! 
Sai finamente o último livro desta série! Quem ainda tinha esperança?! 
Sai dia 27 de Agosto!


Da autora n.º1 do New York Times, chega-nos o explosivo final da série Anjos Caídos.
Sete pecados mortais. Sete almas em perigo. E para salvá-las apenas um homem, metade anjo, metade demónio...
Jim Heron, o salvador relutante, entregou-se de corpo e alma à sua missão de salvar a Humanidade. Mas Jim subestimou o poder da sua adversária, a astuta Devina, e está prestes a perder tudo...
...até mesmo Sissy Barton, a jovem inocente que ele libertou do Inferno. Jim está determinado a protegê-la a todo o custo, e Devina não vai descansar enquanto não se aproveitar da sua fraqueza.
Ao lançar-se numa missão suicida nas sombras do Purgatório, a única esperança de Jim reside no amor verdadeiro. Mas conseguirá um homem sem coração e sem alma ser salvo por algo em que não acredita?
Com IMORTAL, chega agora ao fim a aclamada série de J.R. Ward, que coloca em confronto anjos e demónio, o Bem e o Mal, numa saga intensa, escaldante... e inesquecível!

A Sair do Forno: ''Segunda-feira'' de Ana Silvestre


Sai dia 3 de Setembro

Beatriz é uma mulher, igual a tantas outras, que perdeu os seus sonhos, depois de uma existência dedicada à família.
Encontra-se a meio da vida — se é que existe um meio em cada vida —, sente-se realizada profissionalmente, é pouco ambiciosa, tem dois filhos adolescentes e um marido com quem foi perdendo o diálogo e um motivo razoável para ficarem juntos; a somar a tudo isto, passa a ter a seu cargo a mãe, doente oncológica.
Este auge de dor irá transformá-la, criando nela uma metamorfose — algo de que, por vezes, todos nós precisamos para alterar o rumo da nossa vida e dar-lhe sentido.

A Sair do Forno: ''A Cereja Dela'' de Penelope Bloom


Depois da Banana vem a Cereja! Ehehe
Sai dia 27 de Agosto

Sai dia 27 (site da Leya dia 20)


William
Como é que a conheci a Hailey?
Bem, um cavalheiro não se deve gabar...
Felizmente, de cavalheiro não tenho nada.
Primeiro, paguei para ter a cereja dela.
A seguir, desflorei-a.
Depois disso? Deixei-lhe o meu cartão de visita e saí cheio de atitude.
Pode dizer-se que houve ali faísca...
Hailey
Como é que conheci o William? Ele entrou na minha confeitaria, comprou uma tarte de cereja, roubou uma jarra de flores (ainda não percebi porquê) e deixou-me o cartão dele.
Antes que vos diga o que fiz ao cartão, quero esclarecer um ponto:
O William não podia ter aparecido num momento pior.
A confeitaria estava a falhar. O meu horrível “ex” não me deixava em paz. Ah, e eu era uma virgem de 25 anos, o que fazia de mim alvo do massacre dos meus amigos…
Resolver esse probleminha com o William seria como matar uma mosca com um martelo. Um tanto excessivo…mas…tão bom. William era super sexy - a ponto de levar as mulheres a fazerem tolices. A ponto de me provocar pensamentos parvos… Por isso…liguei-lhe.
Talvez tenha sido um erro. Talvez estivesse a abrir a porta a um desastre.
Percebi logo que estava em apuros quando ouvi a sua risadinha sensual ao telefone e ele disse: “Fazes entregas em casa?”

A Sair do Forno: ''Nove perfeitos desconhecidos'' de Liane Moriarty



Sai dia 27 de Agosto!

Se alguém lhe garantisse uma transformação total em apenas 10 dias, você aceitava?
Nove pessoas aceitam. Os seus motivos são diferentes mas todas embarcam num retiro de luxo. Esperam massagens, meditação e dieta detox. Estão longe de imaginar o desafio que têm pela frente.
Frances Welty é uma escritora bestseller em plena crise de inspiração (entre outras). Quer recuperar a alegria de viver.
Ben e Jessica ganharam 22 milhões de dólares na lotaria. Já não lutam para esticar o dinheiro até ao fim do mês mas passaram a lutar um com o outro. Querem salvar a sua relação.
Napoleon, Heather e Zoe sofreram uma tragédia familiar. Querem perdoar-se a si mesmos e reencontrar a paz (possível).
Tony é um ex-jogador de futebol que perdeu aquilo que mais amava.
Carmel é uma mãe (exausta) de quatro filhos que foi trocada por uma mulher mais nova.
Lars é um advogado gay que se debate com um dilema impossível...
Será que estas nove pessoas vão encontrar a solução para os seus problemas? Ou será melhor fugirem enquanto podem?
É que Masha, a diretora do retiro, tem para os seus clientes um plano que nenhum deles conhece...

A Sair do Forno: ''Uma Provocação'' de Lisa Kleypas



Um magnata sem escrúpulos.
Foi graças à sua ambição desmedida que Rhys Winterborne encontrou um lugar entre os ricos e poderosos de Londres. Rhys subiu a pulso na vida e está habituado a conseguir alcançar todos os seus objetivos. Todos... exceto o de casar com Lady Helen Ravenel. Ela é tímida, reservada, uma verdadeira aristocrata. Rhys deseja-a como nunca antes desejou ninguém. Estará ele perante a única mulher capaz de lhe partir o coração?
Uma beldade recatada.
Helen tem vivido afastada da tumultuosa e cínica sociedade londrina. A sua educação esmerada esconde, porém, um temperamento fogoso. Helen pode ser ingénua, mas não é imune à sedução de Rhys. E quando os inimigos dele conspiram para o derrubar, a jovem confronta-se consigo mesma e com o seu segredo mais sombrio. Se o partilhar com Rhys, o perigo é inimaginável... mas a recompensa também.
Estará ela preparada para arriscar uma vida inteira de felicidade?
Depois de Implacável, Uma Provocação vem apenas confirmar o talento de Lisa Kleypas como contadora de histórias românticas... e deixa-nos a ansiar por mais.

Sai dia 3 de Setembro

Compilações: ''Amy and Roger's Epic Detour'' e ''O mapa que me leva a ti''


3º Livro do Book Bingo - Um livro que se passe no Verão
4º livro do Book Bingo - Autor nunca lido


Mais dois livros lidos para o Book Bingo e mais importante, mais dois livros da estante lidos. 

9725419O ''Amy and Roger's Epic Detour'' já o tinha cá desde 2015 portanto soube mesmo bem finalmente lê-lo. O problema é não ter gostado assim tanto dele. Quer dizer gostei mas não adorei. 
Achei que o livro ia ter muito mais romance e não teve quase nenhum. É mais um livro de auto-descoberta destes dois adolescentes (mais da Amy) depois de uma situação recente que a marcou do que propriamente um romance YA. 
O livro é recheado de ilustrações sobre a jornada dos dois pelos Estados Unidos e gostei dessa parte e de ver diferentes culturas americanas tão díspares a cada Estado e cidade que passavam. 
Gostei muito do Roger mas a Amy por incrível que pareça não me irritou. Só achei que toda aquela história com a ex-namorada do Roger era desnecessárias mas compreendo que ele também tivesse que ter uma história dele e não só a Amy, se não ficava apenas como personagem secundária. A mãe da Amy irritou-me um pouco mas no fim lá redimiu-se. 
É um YA mediano, já foi lançado há originalmente há quase 10 anos e portanto na altura foi um dos primeiros livros deste género e sairem e por isso ficou tão popular. Como era o primeiro livro da autora e já tendo lido mais um dela, este não é o melhor dela e por isso leva 3 estrelas.



36610956. sy475 ''O mapa que me leva a ti'' foi a minha escolha para a categoria de autor nunca lido. Também já tinha este livro há 1 ano e meio para ler e na altura comprei-o porque era novidade! Este livro tem uma base semelhante com o livro acima e foi por isso que decidi juntá-los nesta opinião. Aqui também temos um casal em viagem mas em vez de ser de carro e pela América, é por comboio pela Europa. 
Aqui temos Heather que parece já ter a vida toda construída. Mas antes de aceitar um cargo importante no Banco da América, decide embarcar numa viagem pela Europa com as suas duas melhores amigas da faculdade. Num comboio rumo a Amesterdão conhece Jack, um viajante aventureiro, totalmente diferente de Heather e os dois apaixonam-se. 
As razões da viagem de Jack não poderiam ser mais diferentes das de Heather. Com ele, traz o diário do avô que fez uma viagem pela Europa depois da Segunda Guerra. Jack decide cumprir o mesmo itinerário que o avô e os planos de Heather mudam quando decide acompanhá-lo. 
Gostei logo deste livro ao início, adoro viajar e tendo há pouco tempo feito uma viagem semelhante (mas mais pequena) por 3 países da Europa, consegui logo relacionar-me com o livro. 
Obviamente que já calculava que o casal ia separar-se para depois reencontrar-se. Esta parte era previsível mas acabou por perder algum encanto do livro em mim. Portanto a parte pós-viagem já não foi tão boa mas mesmo assim estava curiosa pelo motivo de Jack ter desaparecido sem rasto. O final foi pouco agridoce porque queria mais história depois do reencontro mas pronto fica em aberto e à imaginação do leitor. Mesmo assim foi um livro que gostei bastante e foi uma lufada de ar fresco ler um romance contemporâneo de um autor. O autor tem só mais um livro que irá ser editado este ano em Outubro e se for publicado cá, lerei de certeza. 




Resultado Passatempo

E voltamos com o resultado do último passatempo! 

Tivemos 56 participações válidas e sem mais demoras a vencedora é:



Que pertence à participação da Sofia Rocha!

Parabéns ^_^ os livros que escolheste serão enviados brevemente para a morada indicada! 

Em Agosto teremos mais passatempos para vocês portanto fiquem atentos aqui ao blog.

Encontra as Diferenças: "You Have Seven Messages", "The Miracle Girls" e "These Girls"


Mais um trio com tudo igual. Vá, só ali um pouco de zoom.

Opinião Young-Adult: ''Raparigas como nós'' de Helena Magalhães



2º livro do Book Bingo - Livro com uma capa em tons de azul

Começo por dizer que até há bem pouco tempo eu não sabia quem era a Helena Magalhães. Não conhecia a autora embora já tivesse visto o primeiro livro dela (Diz-lhe que não) várias vezes. Não tinha associado que era a mesma autora deste livro e depois de algumas reviews iniciais muito positivas acabei por também me render e ler este YA, editado pela Planeta com esta capa a chamar o Verão.
46005037. sy475 Eu adoro ler YA, é um dos meus géneros favoritos mas em português é difícil encontrar uma YA contemporâneo bem escrito. Mas aqui temos um bom exemplo de que não é só lá fora que se escrevem boas coisas. A Helena tem uma escrita muito boa, sabe mesmo escrever bem e isso fez com que devorasse o livro num instante. 
Outra coisa que gostei neste livro é que a acção passa-se em locais que costumo frequentar habitualmente, decorre durante o Verão que também é a minha época favorita portanto, o livro tinha os ingredientes iniciais para ser um bom livro.
Sinto que não vale a pena contar muito da história, porque é melhor irem à descoberta. A sinopse revela o essencial, o livro está dividido por partes começando com a Isabel com 17 anos e a sua história de amor com o Afonso (adorei), regredindo até aos 14 anos com o Simão (gostei mas já não tanto) e depois temos a terceira parte que não vou dizer com quem é porque é spoiler. 
Em termos de personagens eu gostei bastante da Isabel e identifiquei-me mais com ela quando tinha 14 anos do que quando tinha 17. Aos 14 anos também era inocente e ingénua, não é como hoje em dia que as miúdas e miúdos já são tão precoces e querem saber tudo e fazer tudo e serem adultos o mais depressa possível mas sem as responsabilidades de um adulto. Isto fez-me não gostar do Simão nem do seu grupinho de amigos, pois eram todos muito imaturos mas que acham-se os reis de tudo. Uma personagem bastante secundária mas que gostei foi a Marisa. Deu para perceber que cresceu e aprendeu com os erros. O Afonso foi outra personagem que gostei assim como a própria Isabel e o romance deles é um amor muito bonito de dois adolescentes a transitarem para a vida adulta e todas as dúvidas que isso traz. Não estava preparada para o tema das drogas ser tão abordado mas acho importante o livro ter esta abordagem. 
No geral é um livro que se lê muito bem, repito mais uma vez que a escrita ajuda imenso a que a leitura flua. Apesar de ser um livro que se possa ler por todas as idades, é mais indicado para jovens mas também para pais que queiram reviver momentos da sua adolescência pois com certeza irão relembrar-se de momentos da sua juventude neste livro. 

Uma história de amor irresistível, que é também o retrato de uma geração que cresceu sem redes sociais. Pode uma paixão da adolescência marcar o resto da vida?
Festivais de Verão, tardes na praia, experiências-limite com drogas, traições e festas misturam-se com amores improváveis e velhas amizades. Um romance intemporal nos cenários de Lisboa, Cascais e Madrid, que mostra tudo o que pode esconder-se atrás da vida aparentemente normal de uma rapariga… como tu.
«Beijamo-nos ao som daquela música que ouvia em casa sozinha deitada na minha cama. Durante o resto da vida, não importaria o que estivesse a fazer ou onde, quando ouvisse os primeiros acordes […], recordar-me-ia do olhar do Afonso fixado em mim, da sua mão no meu rosto, do meu coração a tremer e de me sentir a rapariga mais feliz do mundo. Porque Lisboa está cheia de bares a abarrotar de miúdas bonitas que, num piscar de olhos, se colocariam de gatas a ronronar nas suas pernas. Mas ele viu-me a mim.»
«Se algum dia se sentirem sozinhas, estranhas, deslocadas do mundo que vos rodeia, lembrem-se da Isabel, da Alice, da Luísa, da Marina e até da Marisa das argolas… Raparigas como nós.»

 

A Entrar no Forno: ''Orphan, Monster, Spy'' de Matt Kelleen

35575184

A Segunda Grande Guerra continua a ser um assunto com muito para escrever e prova disso é mais este livro que vem por aí pela Topseller. Fiquem com a sinopse abaixo.
Digam-nos o que acharam?


Qual seria o seu acto de resistência?
O  nome dela  é Sarah. Ela é loira, de olhos azuis e é uma judia na Alemanha de 1939. E o seu acto de resistência está prestes a mudar o mundo.
Depois da sua mãe ser assassinada em um posto de controle, Sarah, de quinze anos, conhece um homem misterioso com um sotaque estranho, um apartamento suspeito e um cofre cheio de armas. Ele irá fazer parte da resistência secreta contra o Terceiro Reich, e ele precisa que Sarah infiltre-se numa escola para as filhas dos generais de alto escalão nazista, fazendo-se passar como uma delas. Se ela conseguir fazer amizade com a filha de um cientista-chave e ser convidada para a casa dele, ela se poderia roubar as plantas de uma bomba que irá destruir as cidades da Europa Ocidental. Nada poderia ter preparado Sarah para seus colegas de escola, e logo ela encontra-se numa batalha pela sobrevivência diferente de qualquer outra que tenha imaginado. Mas qualquer um que subestime Sarah apenas o faz por sua conta e risco.Ela pode parecer doce, mas é o pior pesadelo dos nazistas.

Origem: : "A Sedução De Elliot McBride" De Jennifer Ashley



Mas quem é que achou que esta imagem dava uma boa capa de livro?


Encontra as Diferenças: "The Lady and the Poet" e "Sedução ao Amanhecer"


Mais um EAD desta vez com uma capa de uma autora nossa conhecida.

A Sair do Forno: "Eu&Eles" de Kristan Higgins

Sai dia 22 de Julho
Para ele, ela é apenas parte do seu grupo de amigos.Mas ela quer ser muito mais do que isso…
Chastity é uma verdadeira maria-rapaz e tem orgulho nisso. Mas ter apenas amigos do sexo masculino poderá trazer-lhe desvantagens.
Chastity O’Neill é jornalista e regressa à sua cidade-natal com intenções de assentar e desenvolver o seu lado mais feminino. Já tem uma cadela trapalhona e uma casa em seu nome, só lhe falta o marido e os filhos. Contudo, para alcançar o seu final feliz, Chastity precisa de ultrapassar dois obstáculos: a juntar ao facto de ser uma matulona de 1,80m, capaz de intimidar a maior parte dos homens, tem quatro irmãos muito protetores e com manias de macho dominante.
Com a sua vida amorosa completamente estagnada, Chastity está desesperada. Mas ganha um novo ânimo quando, durante a escrita de um artigo acerca dos heróis da terra, conhece Ryan Darling, um cirurgião lindo de morrer! Além dos evidentes atributos físicos, Ryan tem um grande potencial para futuro marido! Só há um problema: o regresso às origens implica também o reencontro com Trevor Meade, o seu primeiro amor.
A verdade é que ela nunca o esqueceu, embora ele pareça sentir-se muito confortável no seu papel de bombeiro preferido da população feminina da cidade. Mas, para Trevor, ela é apenas uma grande amiga, quase uma irmã…

Origem: ''A Menina Que Roubava Morangos" De Joanne Harris



Mais uma origem desta vez com uma capa que ficou bem mais alegre. Quem anda a ler esta série desta autora?