Publicações

Doce do Momento: "Uma Cápsula do Tempo em Paris" de Ella Carey


Vamos lá resistir aos livros digitais e a tentar ler os livros Na Fila deste mês.
A fotógrafa nova iorquina Cat Jordan lutou muito para se libertar do passado. Quando finalmente se sente pronta para iniciar uma nova vida com o seu namorado, é informada de que é a única herdeira de Isabelle de Florian, uma mulher francesa que nunca conheceu.
Cat chega a Paris à procura de respostas e descobre que é a proprietária de um apartamento da Belle Époque perfeitamente preservado, e que a família de Isabelle nada sabia desta herança. Afinal quem foi essa mulher? E porque lhe deixou o apartamento a si e não à própria família?
À medida que segredos há muito enterrados começam a ser desvendados e a atração pelo neto de Isabelle se torna tão intensa que é impossível de ignorar, Cat terá de decidir qual das suas duas vidas quer deixar para trás.

A Sair do Forno: ''A Namorada'' de Michelle Frances



39912310


Laura é uma mulher realizada. Tem uma carreira bem-sucedida, um casamento estável com um homem rico e um filho, Daniel, que ela adora. Quando Daniel, estudante de medicina de 23 anos, conhece Cherry, uma belíssima e inteligente rapariga oriunda de um meio mais modesto, Laura acolhe-a de braços abertos.
Mas Laura começa a desconfiar que a sua futura nora não é bem o que aparenta ser... Laura tentará a todo o custo afastá-la da vida de Daniel. Mas Cherry não é fácil de afastar…
Um thriller psicológico de cortar a respiração.

Sai dia 3 de Maio  

A Sair do Forno: ''Sorrisos Quebrados'' de Sofia Silva

39907316



A Sofia Silva é uma autora portuguesa independente que começou a publicar o seu trabalho online. O que é certo é que uma editora no Brasil apostou nela e por lá tem feito imenso sucesso!

Agora chegou a vez de ser publicada no seu país de origem. A autora anunciou que a Editorial Presença adquiriu os direitos de 2 livros desta autora e agora também já podemos ler pelo menos um dos seus trabalhos
Parabéns a esta autora! 


Mais de 1 milhão de leituras na plataforma online Wattpad em apenas 1 ano Paola está num momento chave da sua vida. Vai ter de decidir se quer continuar a viver ou se vai deixar-se morrer às mãos do homem por quem um dia se apaixonou e com quem veio a casar. Como foi possível que aquele homem bem parecido, poderoso e deslumbrante se tornasse no monstro que a está a destruir? Mas Paola decide viver.
E, no mais improvável dos lugares, vai encontrar de novo a luz e descobrir que, afinal, é possível amar outra vez. Sorrisos Quebrados marca a estreia de Sofia Silva na escrita de ficção. Um romance sobre violência doméstica, abuso sexual e as segundas oportunidades que a vida por vezes reserva.

Chegou à Despensa: "Verão em Edenbrooke" de Julianne Donaldson


Deixei-o escapar, por isso voltei a comprá-lo.
Espero que valha a pena.



Doce do Momento: "Teu Para Sempre" de W. Bruce Cameron



Eu bem sabia que tinha este livro há imenso tempo (Primeiras Impressões) quando vi o trailer por isso tive que lhe pegar para poder ver o filme. 2013 txiiiii...

O corajoso e meigo Toby persegue um sonho: amar e ser amado. O mundo dos afetos parece estar-lhe vedado mas ele não desiste. Serão necessárias várias reencarnações mas o seu destino está escrito há muito. E um dia, ele conseguirá mesmo a resposta para a grande questão: qual é o sentido da vida? Toby é um cachorro doce e sedento de amor. Após uma curta e trágica vida de cão vadio, ele fica surpreendido ao perceber que lhe foi dada uma nova oportunidade: o nosso herói nasceu de novo e tem um mundo de possibilidades pela frente. Mas a sorte não parece estar do seu lado e mesmo quando é salvo por uma mulher bem-intencionada, o seu fim é novamente solitário e tristonho. Na sua próxima reencarnação, será acolhido por Ethan, um menino de oito anos que lhe dá a conhecer as alegrias do amor e da amizade. Mas esta vida de cão de estimação mimado não encerra a sua jornada na Terra. Esperam-no ainda muitas emoções fortes e provações até o verdadeiro desígnio da sua vida lhe ser revelado. No seu desejo de amar e ser amado, Toby protagoniza uma jornada universal. Toby somos todos nós. E todos nós nascemos com um destino para cumprir.

Origem: "O Ódio que Semeias" de Angie Thomas


A capa deste livro foi feita especificamente para esta obra por Debra Cartwright, que geralmente cria trabalhos que se concentram n' "alguma questão social urgente".
A imagem da direita é outro trabalho dela, o mais próximo da capa (curiosidade: traduz o seu medo de ter um filho com o que se passa diariamente nas ruas).


Chegou à Despensa: "O Hipnotista" de Lars Kepler


Mais uma vez não sei se agradeço ou mando pragas à Vera Brandão!


Chegou à Despensa: "A Conspiração da Senhora Parrish" de Liv Constantine


Graças à Vera Brandão não consegui resistir. Já ganhou não só na capa, mas no apelido da autora.

Resultado Passatempo Cabaz da Páscoa Mais Doce 2018

Bem, aqui está um grande surpresa... negativa.

Quando fizemos o cabaz estávamos à espera de bastante aderência, até porque o desafio era bastante fácil, mas curiosamente só tivemos 4 participações. Em contrapartida, adorámos conhecer as listas de leitura, umas curtas outras tão grande sou maiores que as nossas, e ver os livros que coincidem em ambas as listas.

A sortuda, segundo o Random.org é...

Mariana Verga
(Coimbra)

Como achamos que as poucas participadoras merecem algo, mesmo não tendo ganho, iremos recompensá-las com um mini-cabaz surpresa.
Esperamos que gostem.

Aqui fica a lista da Mariana:

The Perks of Being a Wallflower - Stephen Chbosky
Uma de Nós Está Mentindo - Karen M. McManus
Boneca de Luxo - Truman Capone
O Diário da Nossa Paixão - Nicolas Sparks
Um Amor para Recordar - Nicolas Sparks
Grey (Fifty Shades of Grey as Told by Christian) - E.L.James
The End (A Series of Unfortunate Events #13) - Lemony Snicket
The Penultimate Peril (A Series of Unfortunate Events #12) - Lemony Snicket
The Grim Gotto (A Series of Unfortunate Events #11) - Lemony Snicket
The Slippery Slope (A Series of Unfortunate Events #10) - Lemony Snicket
The Carnivorous Carnival (A Series of Unfortunate Events #9) - Lemony Snicket
The Hostile Hospital (A Series of Unfortunate Events #8) - Lemony Snicket
The Vile Village (A Series of Unfortunate Events #7) - Lemony Snicket
The Ersatz Elevator (A Series of Unfortunate Events #6) - Lemony Snicket
The Austere Academy (A Series of Unfortunate Events #5) - Lemony Snicket
The Miserable Mill (A Series of Unfortunate Events #4) - Lemony Snicket
The Wide Window (A Series of Unfortunate Events #3) - Lemony Snicket
The Reptile Room (A Series of Unfortunate Events #2) - Lemony Snicket
The Bad Beginning (A Series of Unfortunate Events #1) - Lemony Snicket
O Diabo Veste Prada - Lauren Weisberger
Por Treze Razões - Jay Asher
Um Dia Disseste que eu Devia Escrever um Livro - Patrícia Rebelo
Os Contos de Beedle, O Bardo - J. K. Rowling
O Livreiro de Paris - Nina George
O Sentido do Fim - Julian Barnes
Escrito na Água - Paula Hawkins
Origem - Dan Brown
A Amiga - Dorothy Koomson
Nerve - Alto Risco  - Jeanne Ryan

 


A Sair do Forno/Doce Re-Aquecido: "Reencontro com o Passado" de Nora Roberts


Num futuro próximo, dia 25 deste mês.
Filha de uma mãe controladora e possessiva, Elizabeth deixa-se levar pelas loucuras de uma noite, bebendo e permitindo que um estranho sedutor, com sotaque russo, a leve até uma casa isolada. O que aconteceu a seguir mudou a sua vida para sempre.
Doze anos mais tarde, a mulher conhecida como Abigail Lowery vive nos subúrbios de uma pequena cidade. Programadora informática, desenha sistemas de segurança e complementa a sua própria segurança com um cão feroz e algumas armas de fogo. É reservada e nada revela da sua vida. Mas essa reserva apenas intriga Brooks Gleason, o chefe de polícia. A lucidez e opiniões frias e sem romantismo da jovem deixam-no fascinado… e um pouco frustrado. Ele suspeita que Abigail esteja a esconder-se de alguém, e as táticas de defesa dela ocultam uma história que urge ser revelada.
2015

Opinião Suspense: "O Adulto" de Gillian Flynn


ONDE ESTÁ O FINAL?

O Adulto foi um dos ebooks mais curtos que já li este ano, aliás porque é apenas um conto. Nunca tinha lido nada de Gillian Flynn, mas estava na esperança que este conto me despertasse a curiosidade. Tudo estava correr bem até chegar ao final.

A autora de facto consegui delinear um bom enredo, cheio de curvas e contra-curvas, apenas com alguns personagens e todos eles cheios de surpresas. Num momento estamos a ler e a acreditar numa coisa, no outro momento outro personagem confessa ou diz algo que nos faz querer apagar os últimos pensamentos.

As primeiras cenas são bastantes cruas e descritivas, o que me cativou imenso, porque não é todos os dias que lemos algo assim, tão real e irónico. A personagem principal, Susan, é bastante castiça, demasiado jovem para aquelas vidas, mas que de qualquer forma tem um intelecto bastante avançado e desenvolvido para a idade. É interessante ver como ela vai lidar, a par connosco, com todas as controvérsias e acontecimentos. Ela vai acreditar tanto como nós e ser surpreendida constantemente.

O que estragou tudo foi mesmo o final, ou o não final, que foi um enorme "balde de água fria". Num momento estamos ali a ser enrolados e presos à história, no outro termina a página e não há mais que aquilo! Mas que final é aquele?! Pessoalmente não acreditei em nenhuma das últimas revelações e por isso estava à espera de mais desenvolvimentos que me surpreendessem. Assim, terminou a história e o meu entusiasmo foi interrompido tão bruscamente que ficou apenas um sabor amargo na boca. Definitivamente não fiquei satisfeita com tal acontecimento e por isso tão cedo não vou pegar num livro da autora com medo que num livro com o triplo das páginas aconteça o mesmo.

A meu ver, um bom final é o mais importante num livro porque ou estraga tudo ou salva toda a leitura.
Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exactamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes.
Certo dia, ela atende Susan Burkes, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injectar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeia tirar vantagem da situação.
No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance.

Chegou à Despensa: "E Depois Chegaste Tu" de Jennifer Weiner


As expectativas para este livro são enormes! Estou mortinha para o ler.

Chegou à Despensa: "Submersos" de J.M. Ledgard



Não resisti a esta novidade da Editorial Presença. Um pouco fino demais para o meu gosto, mas pode ser que seja "concentrado".

Opinião Contemporânea: "O Boss" de Vi Keeland


Se adorei O Prof, claro que iria adorar este...

Vi Keeland tem sem dúvida uma escrita muito fluída e sendo um romance contemporâneo bastante moderno e actual, com personagens além de bonitas, inteligentes e cativantes, a leitura tem que ser sempre um sucesso.

Mais uma vez acho a capa demasiado leve para um romance como este, visto que não se trata apenas de atracção e romance, mas toda uma bagagem de ambas as personagens principais.

Os momentos iniciais, em que se conhecem e se sente logo toda a atracção e compatibilidade, são sempre engraçados e uma óptima amostra do que nos espera mais para a frente. A história base é sempre a mesma, mas nunca lhe consigo resistir. Quando eles se encontram e se apercebem que se conhecem é outro momento chave, principalmente quando aqui o Boss adora inventar histórias engraçadíssimas.

Também adoro um bad boy que se transforma ou acaba por mostrar o seu lado protector. As história de Vi Keeland  são bastante semelhantes entre si, há que reforçar este aspecto, mas acho que nós, leitoras românticas, adoramos sempre uma boa história com várias versões.

Aqui o mais predominante acaba depois por ser a luta da protagonista pela sua independência e pelo controlo que Chase tem sobre ela, mesmo sem querer. Acaba mesmo por ficar bastante dependente e possessivo em relação a Reese, principalmente por causa do seu passado. De qualquer forma isto contribui para a evolução da sua relação, o que é mais um ponto positivo. Outro obstáculo é a questão do dinheiro. Ambos estão em patamares muito diferentes neste campo, e é interessante assistir às dinâmicas de ambos e como vão resolver.

Adorei as trocas de mensagens entre eles, principalmente quando incluem a gata de Reese, que é uma personagem muito bem adicionada à história.

Concluindo, fiquei fã e viciada na escrita de Vi Keeland e estou ansiosa para ler mais dela. Já tenho mais uns ebooks no Kobo para ler - só espero é que sejam tão bons como estes.

Quando o teu patrão é convencido,
mas sedutor, arrogante,
mas sensual, irritante, mas irresistível,
o resultado só pode ser um?
... horas extra... ordinárias.
Estás no primeiro encontro com um homem para lá de aborrecido. O que é que fazes? Finges ir à casa de banho, ligas à tua amiga e pedes-lhe que te ligue de volta, fingindo uma emergência que te tire dali, certo? Foi o que fiz. Até porque era mesmo uma emergência?
Mas um desconhecido ouviu a conversa, chamou-me pretensiosa e teve o atrevimento de me dar conselhos! Respondi-lhe que se metesse na sua vida, na sua vida de homem alto, musculado, lindo de morrer e irritantemente convencido, e voltei para a minha mesa deprimente.
De onde estava, não pude deixar de olhar para ele, acompanhado por uma loira bombástica. Típico! Quando me apanhou a olhar, piscou-me o olho, levantou-se com a sua bimba e dirigiu-se à minha mesa. Pensei que fosse denunciar-me, mas, em vez disso, fingiu que nos conhecíamos, juntou-se a nós, e partilhou histórias mirabolantes sobre um passado fictício entre nós... Tenho de confessar que o meu encontro passou de chato a estranhamente excitante.
Quando a noite acabou, não parei de pensar nele, mesmo sabendo que nunca mais o veria. Afinal, quais seriam as probabilidades de voltar a encontrá-lo numa cidade com oito milhões de pessoas? Quais seriam as probabilidades de, um mês depois, ele vir a ser o meu novo Boss?

Opinião Contemporânea/Erótica/New Adult: "Em Sua Companhia" de Brooke J. Sullivan


ACOMPANHANTE DE LUXO QUE NÃO É ACOMPANHANTE

O mês de Abril continua a ser um mês de ebooks. Este encontrei-o na minha pesquisa por outros e achei que seria mais uma versão dentro da temática das acompanhantes de luxo.

A história de Verónica é um pouco diferente e toda a sua relação com Adrian é confusa, logo desde o inicio. Primeiro a autora apresenta-nos Adrian como um cliente diferente dos outros e misterioso, mas antes mesmo apresentou-nos a Jason, que apesar de não ser cliente foi um personagem com quem Verónica teve logo algumas faíscas, mais do que com Adrian. Ora, quando lemos estes primeiros capítulos ficamos na dúvida em quem irá ser o protagonista masculino e afinal com quem Verónica irá ficar ou ter uma aventura. Penso que nem a autora deveria saber nesta altura, porque Jason continua a aparecer e a mexer com os sentimentos da acompanhante, e é transmitido que ele de facto se preocupa com ela, apesar de ainda não conhecer a sua profissão. Mas foi o único que até agora sem saber a tratou com uma mulher normal. Nota-se que não é um trio amoroso, mas temos três personagens predominantes.

Adrian por seu lado é um personagem bastante bipolar, com ataques de raiva constantes que até chega a bater a Verónica. Pareceu-me algo mimado e bastante ciumento, mesmo quando na última parte do livro começa a defender a relação de amizade que tem com uma colega que está bastante interessado nele e que é descrita como sendo uma víbora.

A irmã de Adrian apesar de não ter uma presença recorrente, surge periodicamente e a autora já deu várias indicações que irá contribuir para um romance paralelo. A protecção de Adrian perante ela também me pareceu um pouco exagerada.

Por fim, Verónica, apesar de parecer ter uma personalidade forte, acho que perdoa demasiado facilmente o que Adrian lhe faz, que é quase constantemente. Além disso, ela não é acompanhante de luxo, já que é contratada apenas para sexo e raramente para acompanhar, digamos assim. Em relação ao sexo, a cena em que ela perdeu a virgindade, que é apenas referida por alto, mas depois a autora adiciona como bónus, pareceu-me muito superficial e nada realista. Além de que, uma das primeiras cenas de sexo é anal e a sua descrição não é de quem nunca viveu semelhante experiência. Para quem era virgem e nem gosta, o acto em si é demasiado fácil, tanto o primeiro como os seguintes.

A cena da mão debaixo do vestido do restaurante também foi algo rebuscado a meu ver.

Personagens como Charles e outros clientes, tal como Sónia, a companheira de casa de Verónica, mas que afinal não vive lá em casa, são elementos que apenas contribuem para o lado de prostituta da protagonista, o que não abona nada em seu favor. Para quem vende o corpo, tem cenas demasiado infantis e inseguras e de ingenuidade que não condizem em nada com o seu lado mais independente e maduro, de quem tem uma responsabilidade enorme e um peso nos ombros.

Verónica é uma mulher linda e atraente. Uma acompanhante de luxo que deixa os homens loucos por ela. Ela se mantém fria e insensível com seus clientes. Seu único objectivo: conseguir dinheiro suficiente para custear o tratamento de sua mãe. Até que um dia, ela é contratada por Adrian, um milionário que conhecia bem esse tipo de mulher. O que ele queria era a sua companhia apenas para uma viagem de negócios. Mas, Adrian não conseguiu manter-se afastado de Verónica por muito tempo. A situação foge de controle e eles iniciam um relacionamento intenso e conturbado.

A Sair do Forno: ''Visão Mortal'' de J.D. Robb



Bertrand.pt - Visão Mortal


A detetive Eve Dallas procura nos cantos mais sombrios de Manhattan por um astuto assassino com uma paixão invulgar. Numa das noites mais quentes do ano, a tenente Eve Dallas é enviada para uma investigação arrepiante em Central Park. Uma vítima foi encontrada junto da superfície negra do lago. À volta do pescoço tem uma fita vermelha e as mãos estão colocadas como se estivesse a rezar. Mas são os seus olhos - removidos com uma precisão cirúrgica - que provocam um calafrio a Eve.
À medida que aparecem mais corpos, todos com as mesmas cicatrizes distintivas, a jovem fica impaciente por respostas. Contra os seus instintos, recorre a um psíquico que oferece várias visões, todas elas com detalhes precisos e chocantes dos homicídios.
E quando a sua amiga Peabody é gravemente ferida depois de escapar a um ataque, as apostas são elevadas. Serão os olhos um símbolo? Um retorcido ritual religioso? Uma recordação? Com a ajuda de Roarke, Eve tem de descobrir a motivação do assassino antes que outra visão se torne noutro pesadelo…

Sai dia 4 de Maio! 

A Sair do Forno: ''Fica Comigo'' de Lucie Whitehouse


Bertrand.pt - Fica Comigo


Marianne Glass é artista e aparece morta, caída do telhado. Toda a gente insiste tratar-se de um acidente, excepto Rowan Winter, em tempos a sua melhor amiga. É que Marianne sempre sofreu de vertigens e nunca se aproximaria da beira de um telhado.
Em tempos, Marianne e a sua família significavam o mundo para Rowan. Para uma adolescente órfã de mãe e com um pai ausente, aquela família intelectual e cheia de vida representava um mundo de glamour e oportunidades.
Mas desde que se afastaram, Rowan sabe de Marianne apenas pelos jornais: a rápida ascensão na cena artística londrina, o romance com o seu galerista. Para descobrir as causas da sua morte, Rowan tem de saber mais. Estaria angustiada com alguma coisa? Em perigo? Começa então a procurar pistas: nas obras mais recentes de Marianne, nas suas relações mais próximas e na amizade recente com um artista.
Mas quanto mais fundo vai na história, mais sinistro tudo se torna. E um segredo do passado faz com que também ela se comece a preocupar com a sua sorte…

Sai dia 4 de Maio!

A Sair do Forno: 'A Mulher no Expresso do Oriente'' de Lindsay Jayne Ashford



Bertrand.pt - A Mulher no Expresso do Oriente

Depois de um divórcio difícil, Agatha Christie embarca incógnita no famoso Expresso do Oriente. Mas, ao contrário da sua personagem Hercule Poirot, ela não consegue desvendar com clareza os mistérios com que se depara nessa viagem fatal.
Agatha não é a única pessoa a bordo com segredos. O casamento da sua companheira de cabine acabou em tragédia, levando-a a uma segunda relação envolta em engano. Outra, recém-casada mas grávida de um estranho, tenta desesperadamente esconder essa gravidez. Cada mulher oculta ferozmente o seu passado, mas, à medida que o comboio para o Médio Oriente avança, as suas vidas acabam por se cruzar e as repercussões irão mudá-las para sempre.
Recheado de imagens evocativas, suspense e complexidade emocional, A Mulher no Expresso do Oriente explora o laço de irmãs forjado pela partilha da dor e dos segredos.


Sai dia 4 de Maio

Pilha Cerebral: "Pilha Mai'Linda"


Hum, que pilha tão cheia de docinhos mais tentadores. Até agora só devorei um e outros tantos estão na Fila deste mês mas ainda não lhes consegui pegar =( Not yet, not yet...

A Entrar no Forno: ''The Red Adress Book'' de Sofia Lundberg



3757045838560692


Depois dos policiais suecos parece que a nova aposta está mesmo nos contemporâneos deste país. Depois da Porto Editora ter pescado o autor Fredrik Backman, desta vez a aposta vai para uma nova autora: Sofia Lundberg.

A autora publicou o seu primeiro livro de forma independente e o sucesso na Suécia foi tanto que foi posteriormente publicada por uma editora normal. Agora vai ser traduzida para o inglês e também para português. Em inglês só sai em 2019 mas como nós já é tu cá, tu lá com os suecos pode ser que cá até saia primeiro! :P 

Acima a capa inglesa e a original. Abaixo fiquem com a sinopse traduzida:

Para os fãs de ''Um Homem chamado Ove'' e ''O Centenário que fugiu pela Janela e Desapareceu'' vem aí uma emocionante estreia sobre Doris, uma velhota de 96 anos que vive sozinha no seu apartamento em Estocolmo. Tem poucos visitantes mas as suas ligações semanais vai Skype com a sua sobrinha nordo-americana Jenny são a sua alegria e companhia.
Quando Doris era criança, recebeu do seu pai um livro com endereços. Desde então ela cataloga todas as pessoas que conheceu e amou. Olhando agora para o livro, Doris vê muitos nomes riscados de pessoas há muito desaparecidas. Ao escrever histórias de tudo  que viveu: trabalhar como empregada na Suécia, modelo em Paris, ou fugir para Manhattan no alvorecer da Segunda Guerra Mundial, Doris sente que pode ajudar a sua sobrinha e até tentar encontrar Allan, o grande amor da sua vida.
Um romance encantador que estimula à reflexão das histórias que todos nós devemos transmitir a futuras gerações. 


A Sair do Forno: ''Filho Único'' de Rhiannon Navin




 Esta é a estreia da autora Rhiannon Navin que nasceu na Alemanha.
Fiquem com a sinopse deste livrinho.

Perfeito para os fãs de ''O Quarto de Jack'' e ''As Raparigas''.

Uma história diferente, vista pelos olhos de um menino de seis anos que, depois de um acontecimento traumático para toda a família, vai salvar todos os que o rodeiam através do otimismo, da teimosia e dos livros. Filho Único personifica o maior pavor de um pai: o que acontece se o assassino do seu filho for alguém que conhece… ou que pensava conhecer?

Sai em Maio!

A Sair do Forno: ''Destinos Divididos'' de Veronica Roth




Na sequela de Gravar as marcas, Roth introduz duas poderosas novas vozes, numa narrativa de esperança, humor, fé e resiliência. Um mundo pejado de uma intricada teia de personagens, apanágio de Divergente, com cenários ricos em cor, ideais para um cineasta.
Veronica Roth nº 1 do New York Times, é a autora de Divergente, Insurgente, Convergente, Quatro–Histórias da célebre Série Divergente.

Sai em Maio! 

A Sair do Forno: ''A Casa de Beleza'' de Melba Escobar



Já tinhamos anunciado este romance sangrento na nossa rubrica ''A Entrar no Forno'' em Março do ano passado e aqui está ele, felizmente com uma capa muito melhor do que a original. 

Karen, esteticista na Casa da beleza, converte-se na chave para resolver o mistério da morte de uma das suas clientes. Com quem se ia encontrar a cliente de Karen?
Uma perspectiva da sociedade colombiana, a partir de uma lente feminina, onde são abordadas as relações raciais, a corrupção e o problema do género.
"Tão arrepiante como uma depilação com cera quente." Glamour.
Sai dia 2 de Maio!



Chegou à Despensa: "Lembras-te de Mim?" de Judith McNaught


Mais um para a colecção.


Feira do Livro Dado 2018 - Coimbra


A Feira do Livro Dado já não é a primeira vez que me tenta, mas só este ano é que me resolvi ir e mesmo assim fui mesmo na última hora.

Esta feira consiste, como diz no cartaz, em levar livros usados e trazer livros usados de outros participantes. Ora, aqui a Ne, levou dois sacos bens cheios com uns 15-20 livros e trouxe apenas estes 7. Já ia com a ideia de contribuir e não esperar grande coisa em troca, mas lá encontrei estas pérolas e trouxe só para não vir de mãos a abanar.

O conceito é bom, mas a organização e as regras são muito injustas, já que tudo depende da hora a que formos e quem contribui enquanto lá estamos. O "levar o que quiser" é algo complexo, visto que houve pessoas a entrar sem nada e sair de lá com 3 ou 4 debaixo do braço, e a maior parte dos livros eram muito antigos ou versões baratas, excepto, curiosamente, os livros infantis cujo "canto" estava bastante preenchido e animado. Além disso, se eu pegasse nos livros todos e os trouxesse para casa será que seria válido? O que vale é que 99% não me despertou minimamente o interesse, ou foi levado na hora por quem estava mais perto.


De qualquer forma, o saldo foi positivo, já que ainda hoje comprei o último de Jennifer Weiner e neste dia trouxe este mais velhinho, que quase ninguém tocava, graças ao título - ainda bem. Os restantes autores também são muito conhecidos.