1 de dezembro de 2015

Compilações: "As miúdas de Gallagher vol. 1, 2 e 3" de Ally Carter




Hoje no Compilações o menu principal é composto pelos 3 primeiros livros da série "As miúdas Gallagher". Todos os livros do post já têm a sua publicação em Portugal.

Antes de falar sobre esta série cheia de espionagem e explosivos, vale a pena referir que já tinha o 1º livro na estante há 1 ano e meio e que não previa lê-lo já. Mas como ando a tentar mudar a estante (o objectivo é só ter livros em inglês) tenho de começar a ler os livros que cá tenho em português! 

"Se disser que te amo vou ter de te matar" é um livro introdutório e que para mim foi o pior da série. Aqui conhecemos a Cammie, uma espiã adolescente que estuda numa escola secreta de espionagem. Até aqui tudo muito normal, o livro relata o dia a dia da Cammie e das melhores amigas, das aulas e missões que têm de completar e das primeira paixonetas desta idade e de como é difícil namorar com alguém que seja normal. O livro tem um tom cómico e eu gostei imenso da escrita da autora e das personagens mas como não se centra muito na parte da espionagem dei apenas 3 estrelas. Ainda assim a autora foi inteligente em lançar as bases pelo menos para um mistério que acompanha a série toda quase até ao último livro: o desaparecimento do pai da Cammie. Isto foi algo que me deixou curiosa e foi das poucas coisas que me fez realmente querer ler o segundo livro. 

"Juro dizer a verdade, toda a verdade e nem sempre a verdade" já é bem melhor que o primeiro. Para já a autora introduziu outra escola de espiões, desta vez uma escola masculina e a rivalidade entre o colégio Gallagher e Blacktorne foi muito engraçada de acompanhar. Por tudo se passar dentro das paredes de um colégio interno, a série tem toda uma vibe de Harry Potter, apenas a diferença que aqui não há feitiçaria mas muitos mistérios, missões e explosões! É aqui também que entra o par amoroso da Cammie, o Zach. Gostei imenso desta introdução e de como foi feita. O melhor é que o próprio Zach vai ser uma personagem tão importante nos livros seguintes como a Cammie. Também gostei que o trio de amigas passa-se a quarteto com a inclusão definitiva da Macey no grupo, juntamente com a Cammie, a Liz e a Bex. Foi um livro bem melhor que o primeiro e talvez um dos livros mais importantes da série, porque se não devemos julgar uma série pelo primeiro livro, se o segundo não for bom é meio caminho andado para não ler mais nenhum mas posso dizer que este segundo livro superou as minhas expectativas e que tornou-se fã desta série e desta autora.

"Quem vê caras não vê espiões" teve o papel difícil de começar a grande estória que é desenvolvida até ao final do último livro. Aqui a vida de Cammie complica-se ao ponto de quererem matá-la! Também são introduzidas novas personagens como o Preston que aqui mesmo não tendo grande relevância, certamente tem o seu destaque nos últimos livros da série. É engraçado como a autora consegue explorar todas as personagens e desenvolvê-las ao ponto de a sua presença na série é linear e não irregular. Seja a mãe de Cammie, os professores ou as amigas, todas elas têm um papel fundamental na construção do enredo. É importante e agradável que a autora não tenha centrado toda a atenção na Cammie e que os laços de família e amigos estejam sempre lá. Também é neste 3º livro que as miúdas percebem que já não estão em missões escolares e de treino e que o mundo real da espionagem pode ser bem mais perigoso do que pensam. Uma boa continuação dos dois primeiros livros e um bom começo para os três que se seguiam. 

A segunda parte do post irá trazer-vos as opiniões dos outros três livros, infelizmente ainda não publicados em Portugal (oohhh!)

O 2º e 3º livros foram lidos na sua língua original e em formato digital no Cybook Muse Frontlight da Bookeen.

Por agora estas espiãs levam 4 estrelinhas!

1 comentário:

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!