23 de outubro de 2016

Primeiras Impressões: "Eleanor & Park", "Fangirl" e "Por um Fio" de Rainbow Rowell



Aqui a culpa foi toda das opiniões da Mafi e dos vossos comentários. Depois de ler tanto comentário positivo decidi adquirir um desta autora, mas como no site da Saída de Emergência tem aquele compre dois, oferecemos um, e um deles trazia outro, decidi aproveitar e ficou-me tudo muito mais barato.
As capas, sou sincera, não me atraem minimamente. Gosto mais de fotografia e nem os títulos me agradam, mas as histórias parecem divertidas e românticas. Espero gostar.
E quem raio se chama arco-íris?!?!?!

Eleanor & Park
Dois inadaptados. Um amor extraordinário.
Eleanor... é uma miúda nova na escola, vinda de outra cidade. A sua vida familiar é um caos; sendo roliça e ruiva, e com a sua forma estranha de vestir, atrai a atenção de todos em seu redor, nem sempre pelos melhores motivos.
Park... é um rapaz meio coreano. Não é propriamente popular, mas vestido de negro e sempre isolado nos seus fones e livros, conseguiu tornar-se invisível. Tudo começa a mudar quando Park aceita que Eleanor se sente ao seu lado no autocarro da escola.
A princípio nem sequer se falam, mas pouco a pouco nasce uma genuína relação de amizade e cumplicidade que mudará as suas vidas. E contra o mundo, o amor aparece. Porque o amor é um superpoder.
Fangirl
Cath ama os seus livros e a sua família. Haverá espaço para mais alguém? Todo o mundo é fã dos livros de Simon Snow. Mas Cath vai mais longe: ser fã desses livros tornou-se a sua vida. Ela e a sua irmã gémea, Wren, refugiaram-se na obra de Simon Snow quando eram miúdas, e na verdade foi isso que as salvou da ruína emocional que foi a perda da mãe. Ler. Reler. Interagir em fóruns, escrever ficção baseada na obra de Simon Snow, vestir-se como as personagens dos livros. Mas essas fantasias deixam de fazer sentido quando se cresce, e enquanto Wren facilmente abandona esse refúgio, Cath não consegue fazê-lo. Na verdade, nem quer. Agora que vão para a universidade, Wren não quer ficar no mesmo quarto de Cath. E esta fica sozinha e fora da sua zona de conforto. Partilha o quarto com uma miúda arrogante; tem um professor que despreza os seus gostos; um colega atraente mas que apenas fala sobre a beleza das palavras... e, ainda por cima, Cath não consegue parar de se preocupar com o seu pai, tão querido, frágil e solitário. A pergunta paira no ar: será que ela consegue triunfar sem que Wren lhe dê a mão? Estará preparada para viver a vida em seu nome? Escrever as suas próprias histórias? E se isso significar deixar Simon Snow para trás?
Por um Fio
Georgie McCool sabe que o seu casamento está por um fio. Ela ainda ama o marido, Neal, e o marido ainda a ama a ela - mas a química desapareceu. Dois dias antes de visitarem a família de Neal, Georgie informa-o de que não irá com ele. Ela é argumentista de televisão e o seu emprego exige a sua presença. Sabe que Neal irá ficar chateado mas nunca pensou que ele fizesse as malas e partisse sem ela. Atormentada pela sua decisão, Georgie pensa que deitou tudo a perder. Até que descobre uma forma de comunicar com a versão mais nova do marido… no passado.
Não sendo exatamente uma viagem no tempo, Georgie sente que recebeu uma nova oportunidade de salvar o seu casamento ainda antes de ele começar. Mas será que é isso que ela realmente quer?

1 comentário:

  1. Já li o 'Eleanor & Park' e até foi giro, é uma história fofinha, mas não passa disso. Por acaso a capa desse até acho engraçada, mas as dos outros livros da Rainbow Rowell são muito desinteressantes, especialmente a deste último.

    ResponderEliminar

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!