23 de abril de 2015

Ponto de Situação: "A Quimera de Praga" de Laini Taylor



Oh meninas, vocês enganaram-me! Eu que pensava que ia ser tão bom e entusiasmante, afinal é misterioso demais, confuso demais, lamechas demais, entediante demais. E comprei eu o segundo...
As descrições, principalmente das acções, são baralhadíssimas. Num momento estou a imaginar a cena, noutro já não estou é a ver nada. A autora esquece-se que há muita gente que não foi a Praga, por isso não faço a mínima de como as ruas são!
Não achei original a parte de ela não saber quem é e de toda a gente à volta dela o saber.
Gostei da ideia dos desejos, mas a partir do meio já começo a perceber que esta ideia foi só uma razão que a autora arranjou para a fazer voar. Alô, uma personagem que voa não é assim tão fixe! Teletransporte é muito melhor, na minha opinião claro.
A guerra dos anjos e as quimeras parece-me bem, mas mais uma vez acho tudo confuso, tal como o bad-boy do anjo afinal ser um sentimental que mal pode começa logo a fazer juras de amor! Buh!

Pelos quatro cantos do mundo, marcas de mãos negras começam a aparecer nas portas, gravadas a fogo por estranhos seres alados, saídos de uma fenda no céu. Numa loja escura e empoeirada, o abastecimento de dentes humanos de um demónio começa a ficar perigosamente reduzido. E nas ruelas labirínticas de Praga, uma jovem está prestes a embarcar numa jornada sem retorno.O seu nome é Karou. Karou não sabe quem é, nem porque vive dividida entre o mundo humano e a sua família de demónios, mas crê que as respostas podem estar para lá de uma porta nos recantos sombrios de uma loja, ou no confronto com um completo desconhecido, de olhar abrasador e aparência divina - o anjo que queimou as entradas para o seu mundo, deixando-a só.

3 comentários:

  1. A Ray também não gostou e eu estou sem vontade de lhe pegar apesar de já ter o primeiro ...

    ResponderEliminar
  2. Eu quando lia as resenha achava também que era confuso, mas entretanto alguém com qual me identifico bastante em questão de leituras, leu e adorou e é por isso que apesar de tudo, eu continuo com vontade de ler :)

    ResponderEliminar

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!