Opinião da Ne,

Opinião Young-Adult: "Sob o Céu Que Não Existe" de Veronica Rossi

janeiro 11, 2014 Inês Santos 2 Comments



O Paulo Pires enganou-me! E mais não digo.
Estou a brincar. Graças ao Paulo Pires as minhas expectativas estavam elevadíssimas, e por isso quando comecei a ler este livrinho com  uma história inicial sem explicação e sem contexto, sem a autora nos dar a mais pequena pista, estas foram até ao fundo.
Achei a denominação das personagens muito estranha, como por exemplo Lord Sangrento. Mais uma vez não há nada que defenda o título e por isso acabei por detestá-lo, principalmente porque não tem nada haver com o nome da tribo, a.k.a. Águas.
Que raio é a Alther? E porque é que Aria lhe chama Externo quando é um nome genérico?
Encontrei algumas contradições, como por exemplo na página 81 - se os ouvidos dela não funcionavam então como é que ela o ouviu?
Os momentos de tensão  estão muito mal aproveitados e descritos, como os confrontos de Vale e Perry ou o como o encontro de Perry e Aria no deserto.
As personagens estão igualmente mal descritas e desenvolvidas, tanto que Perry só foi descrito fisicamente quase a meio do livro, ficando assim meio vago e difícil de o imaginar.
Quem se lembra de usar uma personagem tipicamente secundária como principal? Peregrino além de ter inveja do posto e do filho do irmão, ainda por cima não tem qualificações para o substituir em 90% do livro. Este é portanto mais um ponto negativo.
O pior de tudo, foi talvez o facto de Veronica Rossi usar POVs, mas não usar a primeira pessoa nem separar as narrações. Ok, foca mais um bocadinho o personagem em questão, mas penso que juntar tudo ou fazer isto tem o mesmo resultado. Digo eu...
De qualquer forma, nem tudo é mau e apesar deste discurso todo anterior, acabei por dar quatro estrelas. E porquê? Por causa do último terço do livro.
Este é muito ao género das obras de Scott Westerfeld, autor que gosto, e por isso a curiosidade do que se irá passar a seguir e a esperança de todos os pontos negativos apontados melhorarem significativamente acabaram por contribuir para uma sensação de satisfação quando fechei o livro pela última vez. Agora é esperar que o segundo livro seja publicado (mas sem grande convicção, sinceramente) e esperar também que ele não nos desilude e estrague tudo.
Sinopse:
O mundo mantinha-os separados, mas o destino reuniu-os. Aria viveu toda a vida no Casulo protegido de Reverie. Este era o seu mundo e nunca pensou sobre o que estaria para lá das fronteiras. Mas, quando a mãe desaparece, Aria vê-se confrontada a sair para o exterior para a procurar, e a sobrevivência no deserto o tempo suficiente para a encontrar parece impossível. Então Aria encontra um estranho chamado Perry. Ele também está à procura de alguém.
Mas é um Externo, um Selvagem, contudo é a única pessoa capaz de a manter viva na travessia do deserto. E se conseguirem sobreviver serão a esperança um do outro para encontrar respostas às perguntas que vão surgindo à medida que se vão conhecendo.

Under the Never Sky (Under the Never Sky, #1)Título Original - Under the Never Sky
Edição - Outubro 2013
ISBN - 9789896573447
https://www.goodreads.com/book/show/18716694-sob-o-c-u-que-n-o-existe

2 comentários:

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!