6 de setembro de 2016

Opinião Contemporânea: "O Projeto Rosie" de Graeme Simsion




É difícil identificar-me com um livro assim. Livros contados do ponto de vista de uma personagem masculina. Bem, porque primeiro sou mulher e segundo porque não estou mesmo habituada a ler livros com esta particularidade. Diria que 95% dos livros que leio são de POVS femininos e quando são do sexo oposto normalmente são YA e não livros adultos. Mas isto tudo para dizer que mesmo não estando habituada a livros assim, o Projecto Rosie conseguiu surpreender-me! 

Eu já ia com algumas expectativas, admito. A capa portuguesa deixou-me um pouco desiludida. Acho que corresponde ao livro mas podia ser bem mais apelativa, pois não chama nada à atenção. Mas como dizem não julgues um livro pela capa e este é sem dúvida o perfeito exemplo desse provérbio popular.

Eu sou uma por personagens que tenham alguma particularidade - seja física ou psicológica - que as diferencie das milhares de personagens que já conheci na minha vida de leitora. Don conseguiu conquistar-me (assim um pouquinho). Logo percebi, nas primeiras páginas que ele era diferente. É controlador e extremamente organizado e cronometrizado em tudo. Mas o que faz dele especial é ter consciência disso tudo. Ele sabe que é diferente (devido ao síndrome de que sofre - Asperger) mas nem por isso desiste de conseguir aquilo que quer ter, neste caso uma esposa. Para conseguir este objectivo elabora um projecto esposa que o fará encontrar a parceira ideal para o resto da sua vida.

Ideal não é Rosie de certeza. Aliás ela é tudo o que Don não quer, é impossível eles serem compatíveis. Mas na incompatibilidade é que muitas vezes reside o amor e "O Projecto Rosie" define isso mesmo.

Eu diria que este livro foi frustrante pois tinha tudo, e digo mesmo tudo para adorá-lo. Mas apenas gostei. Houve diversas falhas que me deixaram desiludida pois achei o conceito do livro muito original e queria mesmo gostar muito do livro. A escrita por vezes parecia deliciosa, recheada de humor devido aos maneirismos do Don como outras vezes aparecia lenta e desinteressante. A sucessão de momentos altos e baixos da leitura, fez com que não apreciasse tanto esta obra australiana, mas sem dúvida que não lhe tiro o mérito que lhe é devido e merecido. É um livro que nos faz olhar para as relações humanas de uma maneira diferente e que nos deixa a reflectir como o amor pode mudar tanto a vida de uma pessoa. A relação de Don e Rosie, na maioria das vezes é cómica mas não deixa de ser delicada e até um pouco romântica.

Eu gostei do livro e gostei como a Rosie conseguiu mudar um pouco da vida do Don mas gostava de ter visto ainda mais disso, sabemos que ele está a mudar porque é ele que nos diz mas não temos o impacto todo que a Rosie teve na vida do Don. Gostava que o autor tivesse explorado melhor essa relação.

É sem dúvida um livro diferente e tenho pena que passe despercebido a tanta gente. Vale a pena a sua leitura!

Don Tillman decide que está na hora de casar. Só falta escolher a mulher perfeita. Don é um professor de Genética brilhante mas, por ser pouco sociável, considera que a forma mais simples de encontrar uma companheira consiste em elaborar um questionário. Cria o algoritmo perfeito que permite excluir as candidatas inapropriadas e, assim, evitar incidentes como os que viveu no passado. Rosie Jarman, apesar de bonita e inteligente, tem todas as características que Don desaprova e é desqualificada de imediato. No entanto, Rosie procura Don por outros motivos e este aceita ajudá-la. Divertido e comovente, O Projeto Rosie demonstra que o amor desafia toda a racionalidade. 
3*

3 comentários:

  1. A capa original é muito mais interessante!
    Não fazia ideia que o livro já estava traduzido para português, é bom saber isso! Já ando para o ler há algum tempo. Mas confesso que agora fiquei com receio de não o achar nada de especial... xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho a sinopse deste livro deliciosamente original e é algo que faz falta nos livros: originalidade. Principalmente no que aos romances diz respeito. Mas parece que no final de contas funciona melhor na teoria que na prática, dada a classificação...

      Eliminar
    2. Acho a sinopse deste livro deliciosamente original e é algo que faz falta nos livros: originalidade. Principalmente no que aos romances diz respeito. Mas parece que no final de contas funciona melhor na teoria que na prática, dada a classificação...

      Eliminar

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!