11 de dezembro de 2013

Compilações: Os Instrumentos Mortais - As Origens



Quando há dois anos entrei no mundo dos Caçadores de Sombras, pela mão de os Instrumentos Mortais fiquei rendida à trilogia de Cassandra Clare. Trilogia essa que passou a uma série de 6 livros. Há medida que ia lendo os livros o interesse ia diminuindo até chegar ao 4º livro que foi um HORROR para lê-lo. Eu sou forever Team Simon mas não gostei nada do que a autora fez com a personagem. Nessa altura já havia a publicação do 1º livro de outra trilogia, uma prequela que davam o nome de Os instrumentos mortais - As Origens, nome que detesto porque para além de ser enorme não faz muito sentido com parte da história, sim fala das origens deste mundo mas é muito mais do que isso. Decidi que seria a última oportunidade que daria à Cassandra Clare e em boa altura o fiz pois adoro esta trilogia, muito mais que a sua principal. Para quem não sabe, as duas séries podem ser lidas totalmente separadas uma da outra mas se gostarem muito deste mundo não hesitem e leiam as duas! Vale a pena.

Anjo Mecânico (Caçadores de Sombras - As Origens, #1)Anjo Mecânico introduz-nos um novo mundo, desconhecido para quem não conhece os Caçadores de Sombras habitual para quem já está familiarizado com as paisagens misteriosas de Cassandra Clare, pois passa-se no mesmo universo, embora aqui o cenário principal seja uma Londres Vitoriana. A série prometia uma mistura de steampunk com fantasia mas eu, dos meus poucos conhecimentos de steampunk pouco ou nada encontro, pelo menos neste primeiro livro. Tessa Gray ao chegar a Londres, depois da morte da tia depara-se com um mundo totalmente diferente, onde lhe afirmam que ela tem um poder especial, que ela própria desconhece. Desde as primeiras páginas deste livro que a Tessa me surpreendeu, especialmente quando descobre o seu poder e percebe quanta força tem ao usá-lo. Quanto aos cavalheiros que a acompanham durante os três livros, Jem e Will são qualquer coisa assim de espectacular. Eu aqui, me confesso que odeio o Jace ( da série principal), desculpem-me as fãs mas eu não gosto nada dele e o filme ainda me fez detestá-lo mais e ainda estou em negação porque o meu Will perfeito não pode estar relacionado com aquele abutre! Até é ao contrário, visto que As Origens acontecem 130 anos antes de a outra série, por isso seria de esperar que o Jace tivesse melhores genes, o que não acontece. :P 
Mas...apesar de serem parentes, Will é milhões de vezes melhor porque...bem porque ele é estúpido e arrogante e afasta as pessoas que ama e adoro personagens assim (desde que no final fiquei juntos, por favor). Confesso que o Jem também é um fofo (mas pálido demais), e para quem não gosta de triângulos amorosos e já estejam a torcer o nariz, esqueçam tudo o que sabem sobre trios e indecisões amorosas, esta trilogia não tem nada disso e a autora conseguir criar aqui um caso complicado e difícil de resolver! Curiosos? É só ler. 

Príncipe Mecânico (Caçadores de Sombras - As Origens, #2)Quem não conhece este mundo sobrenatural, depressa irá ficar rendido aos Caçadores de Sombras. Não são só estes que habitam aqui este universo, como temos toda uma panóplia de raças e seres, desde humanos, passando por feiticeiros e acabando em vampiros. Pode parecer muita coisa junta mas a acreditem que não é confuso e a autora faz uma boa introdução. Isso é um dos pontos positivos do livro porque sendo o mesmo mundo de outra série bastante popular, podia até estar vago e mal explicado mas a autora soube ter esse cuidado de apresentar (de novo) o contexto sobrenatural.

Temos um pouco de tudo no 1º e no 2º volume, Anjo Mecânico contêm todos os ingredientes principais: temos o plano maquiavélico do Mortmain que me desiludiu um pouco no 3º e último volume. Esperava um ser mais vil e no 3º volume o climax da estória com este foi um pouco frouxo....ou não com tantas expectativas como eu tinha criado.

Já falando em Princesa Mecânica  não sei o que pensar desse livro. Tinha muita curiosidade em saber como a autora ia atar todas pontas soltas e resolver tudo o que havia para resolver e fiquei satisfeita...até aquele maldito epílogo!! Não sei o que pensar das últimas páginas do livro, não estava nada à espera, acho que ninguém estava!! Desiludiu-me um pouco (vá assim para um pouco graaaande) mas pronto já me conformei e mal posso esperar pela próxima trilogia que é com o filhos da Tessa e do... ahaha é óbvio que não vou dizer, têm de ler!

Princesa Mecânica (Caçadores de Sombras - As Origens, #3)Eu não acho que a série seja de steampunk, tem um elemento ou outro mas não se pode considerar que seja o seu principal género. Gostei muito de conhecer esta Londres victoriana e todas as suas personagens, foi tãaao bom ver a evolução por exemplo da Sophie, acho que neste último livro gostei mais dela do que da Tessa. Claro que a Tessa também cresceu mas houve ali algumas atitudes da parte dela para com o Will que não gostei muito. Ele declara todo  o seu amor por ela, e ela não corresponde isso a 100%!

Uma trilogia que aconselho muitooo (eco infinito...muitooo...muitooo)







1 comentário:

  1. Olá!

    Gostei muito de ler a tua opinião sobre esta trilogia e a relação com a saga. Também não gosto muito do Jace. Ainda só li o primeiro da saga, mas ele é muito espalhafatoso!
    Também concordo, estes livros não têm nada a ver com triângulos amorosos. Tem, mas não é esse o âmago da história.
    Eu gosto mais do Jem (por tudo o que ele é e por ser um querido^^) e gostei imenso do final! Eheh =D
    Espero que a próxima saga seja com os filhos de quem eu estou a pensar =D

    Bjs e boas leituras!

    ResponderEliminar

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!