8 de janeiro de 2013

Opinião Contemporânea: "A menina na falésia" de Lucinda Riley


Apesar dos comentários muito positivos a este livro, iniciei a leitura de "A menina na falésia" sem qualquer expectativa. E que bom foi lê-lo sem esperar nada pois este livro foi uma óptima surpresa, a primeira de 2013. Atrevo-me mesmo a dizer que foi um dos melhores livros que li em toda a minha vida, simplesmente adorei.

A Menina na FalésiaPor onde começar? Talvez pela personagem mais encantadora de toda a história, aquela com quem senti uma empatia inigualável e que adorei acompanhar o seu percurso ao longo das 528 páginas deste romance. Falo claro de Aurora. Sonhadora, amorosa, lutadora, persistente, teimosa, os adjectivos para caracterizar esta personagem são inesgotáveis, criou um impacto em mim e marcou a leitura desde o início até ao fim.
Este romance desenrola-se em dois fios que se entrecruzam e ligam em vários pontos. Temos no presente, a história de Grania Ryan que conhece Aurora Devonshire à beira de uma falésia, e é aqui que a relação entre as duas personagens se inicia e condiciona todo o livro. Se não fosse esta amizade entre Grania e Aurora, nunca 
conheceríamos a história das famílias Ryans e Lisle. Para sabermos mais sobre esta rivalidade entre as duas famílias, recuamos até ao passado. Aqui vemos que ambas famílias sempre tiveram uma relação seja de amor ou de ódio. É impossível eu contar o que acontece, pois acontece muita coisa e lá para meio do livro senti-me um pouco baralhada com as gerações que a autora apresenta e que ligam as duas famílias, mas felizmente com a ajuda da árvore genealógica a meio do livro, foi possível perceber melhor todo o enredo.

A alternância entre o passado e o presente confere ao romance um ritmo cativante, do qual não conseguimos parar. Eu queria saber sempre mais, como aconteceu isto e como aconteceu aquilo. Começamos pela história de Mary e em várias camadas vamos chegando ao presente de Aurora, passando por Anna e Lily. Cada capítulo aguçava-me a curiosidade e ao mesmo tempo deixava-me com a cabeça em água com tantas pontas soltas que a autora lançava, mas que felizmente soube atar. 

É um romance lindo, que me surpreendeu bastante e que ficará para sempre no meu coração e na minha memória. Mais uma vez, destaco a personagem da Aurora, a personagem mais nova mas ao mesmo tempo a mais adulta e mais sábia.

Simplesmente adorei e espero ansiosamente que a ASA lance mais um livro desta escritora magnífica. 

Grania Ryan tem em Nova Iorque a vida com que sempre sonhou. Tudo é perfeito até ao dia em que o seu desejo mais íntimo é brutalmente estilhaçado. Arrasada, Grania decide voltar à Irlanda e aos braços da sua adorada família. E é aqui, à beira de uma falésia, que conhece Aurora Lisle, a menina que vai mudar profundamente a sua vida. A ligação entre ambas é imediata e profunda. Pouco a pouco, Grania descobre que as histórias das suas duas famílias estão estranha e intrinsecamente ligadas... De um agridoce romance na Londres do tempo da grande guerra a uma relação tempestuosa na Nova Iorque contemporânea; da devoção a uma criança terna e carente a memórias esquecidas de um irmão perdido, o passado e o presente das famílias Ryan e Lisle estão unidos há um século. Cem longos anos de equívocos e segredos, paixões e ódios... Apenas a intuição e a coragem de Aurora poderão quebrar o feitiço e vencer as barreiras que o passado ergueu. Assombrosa, terna e comovente, a história de Aurora é uma inspiração para todos nós. Um exemplo de como a esperança e o amor podem ultrapassar todas as perdas.

 
The Girl On The Cliff



Título Original - The Girl on the Cliff 
Edição - Maio 2012
ISBN -  9789892318448

5 comentários:

  1. Por acaso foi um livro que nunca me chamou à atenção e pelos vistos vou ter de rever a minha opnião.

    ResponderEliminar
  2. Hum....este foi daqueles que pela sinopse não me disseram nada, mas depois desta opinião, vou esperar que entrem para uma biblioteca perto de mim e vou procurá-lo ;)

    ResponderEliminar
  3. É lindooo meninas, não contive as lágrimas no final :( Acontece uma coisa meio triste. O livro tem um ou ponto mais fraco, mas nem isso me demoveu e dei mesmo as 5 estrelinhas ^^

    ResponderEliminar
  4. 5** :o

    O livro deve ser mesmo bom! Agora estou muitíssimo curiosa! :D

    bjs*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu e eu. Só sei que ela devorou e mandou me imensas sms a meter inveja e a dizer como o livro era óptimo.

      Eliminar

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!