26 de junho de 2017

A Sair do Forno: "Origem" de Dan Brown



A Ne é fã deste autor e já há muito tempo que não lê nada dele, por isso, para ela, estas são óptimas notícias.
Mais alguma fã por aqui?
As primeiras encomendas são com capa dura.
Fiel ao seu estilo característico, Dan Brown, autor de O Código Da Vinci, combina códigos, ciência, religião, história, arte e arquitetura no seu novo romance. Origem lança Robert Langdon, simbologista de Harvard, para a perigosa interseção das duas perguntas mais prementes da humanidade, e para a estrondosa descoberta que responde a ambas.

Primeiras Impressões: "As Flores de Lótus" de José Rodrigues dos Santos



Este não foi comprado, mas sim emprestado por um grande fã deste escritor: o meu sogro.
Até agora só li A Fórmula de Deus e por isso, quando estávamos a conversar sobre livros, decidi pegar novamente numa obra de José Rodrigues dos Santos e ler novamente. A impressão que ainda permanece do único que li ainda é positiva por isso nem sei muito bem porque é que nunca mais investi tempo nestas leituras. Espero pegar-lhe em breve e achá-lo tão viciante como o outro.
As capas e o tipo de letra do título de facto não são chamativas para os meus gostos e quando sei que vai haver pouco ou nenhum romance também ajuda para não lhe dar oportunidade.
Pode uma ideia mudar o mundo?O século XX nasce, e com ele germinam as sementes do autoritarismo. Da Europa à Ásia, as ondas de choque irão abalar a humanidade e atingir em cheio quatro famílias.Inspirando-se em figuras históricas como Salazar e Mao Tse-tung, o novo romance de José Rodrigues dos Santos conduz o leitor numa viagem arrebatadora que nos leva de Lisboa a Tóquio, de Irkutsk a Changsha, do comunismo ao fascismo o que faz de As Flores de Lótus uma das mais ambiciosas obras da literatura portuguesa contemporânea.

A Sair do Forno: "O Espadachim" de Katharine Ashe




Uhh sexy!

Saint Sterling é o melhor espadachim da Grã-Bretanha, amplamente respeitado pela alta sociedade. Contudo, esse respeito não foi suficiente para que pudesse ficar com a única mulher por quem se deixou enfeitiçar: Lady Constance Read. Seis anos depois do primeiro encontro fogoso, Saint e Constance voltam a cruzar-se, e não pelas melhores razões. Assustado com a morte e o desaparecimento de várias jovens em Edimburgo, o duque de Read, o influente pai de Constance, requisita os serviços de Saint: ele terá de ensinar Constance a defender-se. Mas existe uma ameaça: se recusar a missão, o duque tudo fará para que a reputação do espadachim fique manchada.
Sem alternativa, Saint aceita, e descobre que ainda deseja Lady Constance... ardentemente. Na intimidade das lições de esgrima, com o calor dos corpos e a sensualidade a fervilhar, os dois voltam a cair nos braços um do outro. Quebrando as suas próprias regras, Saint arrisca-se a perder tudo para proteger a mulher que ama de um assassino que procura a próxima vítima.

Sai dia 10!

A Sair do Forno: "O Meu Segredo" de Kathryn Hughes



Há quarenta anos, foi guardado um segredo que alterou a vida de duas mulheres para sempre.
Todos os dias, ao olhar para o filho Jake, deitado numa cama de hospital, Beth agarra-se a uma réstia de esperança que insiste em fugir. A sua vida, ainda tão curta, depende de um transplante de rim. Nem ela, nem o marido, são compatíveis e já não têm familiares diretos.
Mary, a mãe solteira de Beth, acaba de falecer e sempre se recusou a falar sobre o pai, mesmo sabendo que a vida do neto podia depender disso. Mas tudo muda quando Beth visita a casa da mãe. Uma carta perdida no meio das coisas de Mary prova que Beth é sua filha adotiva. A possibilidade de encontrar parentes compatíveis com Jake torna-se real para Beth.
Este é o ponto de partida para a descoberta de um passado até então desconhecido. Munida apenas da sua determinação e das escassas palavras encontradas, Beth inicia uma luta contra um muro de segredos, dúvidas e silêncios.
O Meu Segredo é um romance intenso e dolorosamente comovente que nos leva a acreditar que os milagres podem mesmo acontece.

A segredar dia 10! 

A Sair do Forno: "O Desejo mais Escaldante" de J.Kenner



Mais um desta autora para Julho!

Ninguém pode saber que vivem uma paixão secreta... e escondê-la só a torna mais escaldante.
Dallas Sykes é conhecido pelas suas festas, pelo seu dinheiro e, acima de tudo, pelas inúmeras mulheres que leva para a cama. No entanto, tanto ele como Jane Sykes, a mulher que deseja ardentemente e com quem vive um amor secreto, sabem que isso é apenas uma fachada para encobrir o coração de um homem que carrega um segredo demasiado sombrio: a tortura sexual a que foi submetido durante o rapto de que ele e Jane foram vítimas na adolescência.
Ambos prometeram viver intensamente a sua paixão e entregar-se ao incontrolável desejo que os une. Mas prometeram igualmente que não voltariam a ocultar segredos um do outro... até ao dia em que Dallas pensa ter descoberto a identidade de um dos seus sequestradores e decide não contar a Jane para não voltar a magoá-la.
Conseguirá o seu amor sobreviver a mais um segredo?

Escaldante dia 10! 

A Sair do Forno: "Possuída pelo Passado" de Sara Flannery Murphy


Já todos perdemos alguém que amamos muito. E se, finalmente, for possível comunicar com o «outro lado»?
Edie trabalha há cinco anos na Sociedade Elisiana, uma empresa que fornece um serviço altamente exclusivo e especializado: os clientes podem comunicar com o espírito dos seus familiares mortos através dos corpos dos empregados. A jovem Edie é a melhor da sua equipa, sendo reconhecida pelo seu profissionalismo e discrição.
Porém, tudo muda quando Patrick contrata este serviço para falar com Sylvia, a sua falecida mulher. Edie passa cada vez mais tempo com ele, e acaba por se apaixonar pela vida do casal. Um fascínio que se torna uma incontrolável obsessão ao descobrir as misteriosas circunstâncias em que ocorreu a morte de Sylvia. As personalidades e histórias de Edie e Sylvia começam a diluir-se.
Depois de vários anos sem tempo para si, Edie quer apenas recomeçar tudo e ter uma vida nova. Mesmo que seja a de uma mulher morta.

A possuir dia 10!

A Sair do Forno: "A Rapariga do Casaco Azul" de Monica Hesse





Um livro multipremiado de extraordinária beleza, que faz lembrar clássicos como A Rapariga Que Roubava Livros e O Rapaz do Pijama às Riscas. Inesquecível!
Amesterdão, 1943. Enquanto a Europa é engolida pelo véu nazi, Hanneke percorre diariamente as ruas da cidade. Com apenas 18 anos, ela consegue arranjar os bens raros que as pessoas procuram no mercado negro: chocolate, café, tecidos… Pequenos pedaços de normalidade, preciosos em tempos de conflito. E Hanneke fá-lo apenas por dinheiro! Não há espaço para bondade num mundo devastado por uma guerra que lhe roubou a vida e os sonhos.
Até ao dia em que uma das clientes de Hanneke lhe faz um pedido tão perigoso quanto desafiante: que encontre a pequena Mirjam, uma rapariga judia que a senhora mantinha escondida em casa. A única pista que Hanneke tem é que, no dia em que desapareceu, Mirjam vestia um casaco azul.
Contrariando o seu instinto, Hanneke decide procurar a rapariga. O que ela não sabe é que, ao procurar a pequena Mirjam, vai reencontrar uma parte de si mesma, aquela que Hanneke pensava ter sido completamente destruída com o som das primeiras bombas.
Uma história poderosa e envolvente. Um olhar sobre a cidade de Anne Frank e sobre a força daqueles que, com pequenos gestos, lutaram contra o terror nazi.
Sai dia 10 de Julho!

A Sair do Forno: "Nem um Som" de Heather Gudenkauf



Sai a 10 de Julho.
Para sobreviver ao perigo num mundo sem sons, todos os outros sentidos têm de estar em alerta máximo.Após um trágico acidente, Amelia Winn perde a audição, entrando numa espiral de depressão que a leva a procurar conforto no álcool e a afastar-se de tudo o que de mais importante tem: o trabalho, o marido e, a enteada, que tanto ama.Agora, passados dois anos, e com a ajuda do seu cão de assistência, Stitch, Amelia decide retomar a sua vida. Mas, quando o corpo de uma enfermeira sua amiga surge a flutuar  num rio perto se casa, Amelia mergulha num mistério perturbador que ameaça destruir tudo outra vez.à medida que as pistas começam a aparecer, o perigo volta a rondar a vida de Amelia. Quanto estará ela disposta a arriscar para trazer a verdade à superfície?

25 de junho de 2017

Opinião Contemporânea: "George" de Alex Gino



Começo por dizer que este é o 2º livro que leio este ano sobre transgéneros, o primeiro foi "Se eu fosse tua". Nunca tinha lido nenhum e agora já tendo lido dois, percebo que seja um tema que ainda tem muito por explorar e ensinar a quem não entende muito sobre o assunto da identidade de género. 
25615902
Este chamava-me ainda mais a atenção por ser um livro infantil, ou seja desta vez saímos do YA e descemos ainda mais na idade e portanto estava curiosa de ler algo sob a visão de uma criança.
Não é um livro grande, o meu ebook nem  chegava às 100 páginas e foi lido rapidamente. Também ajudou a ter uma linguagem descomplicada e directa.
Aqui conhecemos George uma menina de 10 anos que embora tenha nascido biologicamente rapaz, em tudo sente que é uma menina e por isso, quando surgem abrem as inscrições para a uma peça de teatro da escola. George sente que deve interpretar uma personagem feminina.
Este é o mote do livro com uma questão muito maior por trás. Aqui temos a visão de uma criança que já sabe que é rapariga e tem a certeza disso e não é apenas uma fase como muitas vezes se associa a este tipo de situações.
Como o livro é muito curto não dá para contar muito mais mas é sem dúvida um livro diferente de tudo  o que já li.
Gostava de ter lido mais sobre como a a George percebeu que era uma menina, queria mais sobre o seu lado psicológico, algo mais aprofundado, mas percebo a faixa etária do livro portanto sei que é um livro destinado a crianças que tal e qual como a George ainda têm um pensamento muito pouco desenvolvido sobre estes aspectos e têm aquele factor de ingenuidade que tanto gostamos. Admito que fiquei surpreendida com algumas situações do livro, nomeadamente as reações da melhor amiga da George e a do irmão sem esquecer a da mãe. Contudo acho que o livro tem uma "vibe positiva" que acredito que seja excepção e não regra infelizmente, pois sabemos que não é comum ter tanto apoio positivo tanto a nível familiar, como de amigos e até da escola.
O facto de não ter dado 5 estrelas foi mesmo por isso. Para além de achar o livro pequeno demais para um tema tão importante como a identidade de género, sinto que este livro não tenha força suficiente para ajudar a quem o possa ler e esteja a passar pelo mesmo, até porque é nos dado a entender que o livro segue uma certa direcção mas depois não chegamos a perceber se a George realmente inicia a sua transição. Contudo, o último capítulo é amoroso e deixa um sentimento feliz.
Pena que não esteja publicado cá mas se conseguirem apostem nele pois vale a pena.


"When people look at George, they think they see a boy. But she knows she's not a boy. She knows she's a girl.
George thinks she'll have to keep this a secret forever. Then her (4th grade) teacher announces their class play is going to be "Charlotte's Web." George really, really, REALLY wants to play Charlotte. But the teacher says she can't even try out for the part ...because she's a boy.
With the help of her best friend, Kelly, George comes up with a plan. Not just so she can be Charlotte - but so everyone can know who she is, once and for all."


 

Primeiras Impressões: "Por Impulso" e "O Melhor Erro da Sua Vida" de Nora Roberts



Este foi logo o primeiro que peguei quando entrei no Continente. Já não leio nada dela de forma impulsiva, mas pelos vistos comprar os seus livros já é outra conversa.

Por Impulso
Por uma vez na sua vida, Rebecca Malone tinha decidido seguir os seus impulsos. Após deixar o trabalho e vender todos os seus pertences, partiu para a Grécia à procura de aventuras. Eis quando, um atraente empresário local se fixou nela, e ela não conseguiu resistir ao desejo de fazer-se passar por uma mulher sofisticada e viajada. Mas, apaixonar-se por Stephen Nickodemus não estava nos seus planos. Teria de encontrar um modo de lhe revelar a sua verdadeira identidade sem lhe partir o coração.
O Melhor Erro da Sua Vida
Zoe Fleming era uma modelo no momento mais alto da sua carreira, quando ficou grávida. Poucos anos depois, transformada numa mãe solteira, que trabalhava muito duramente, Zoe procurava um inquilino cuja renda a ajudasse a manter a casa. E encontrou J. Cooper McKinnon, um homem encantador, mas um pouco amargurado, que deixou Zoe apaixonada. No entanto, ela não tinha tempo para homem nenhum; só necessitava do dinheiro da renda. Ou aquilo era uma receita magistral para o desastre… ou era o melhor erro que tinha cometido na sua vida!

Doce Re-Aquecido: "Segredos do Passado" e "A Doçura da Chuva"



Hoje trazemos um duplo re-aquecimento. Apesar de na imagem estar indicada a editora 11x27, ou seja a versão de bolso, os primeiros exemplares que saíram com as capas da esquerda eram de tamanho normal.
Agora decidiram relançar com capas mais "iluminadas".


Encontra as Diferenças: "Call me Cat", "Create Nights", "Rules of Protection" e "Hocked on the Game"



A primeira não é igual igual, mas não podemos negar que o soutien é o mesmo!


24 de junho de 2017

Doce Re-aquecido: "A Rosa Negra" de Nora Roberts




Para o segundo volume sai mais uma capa, novamente da primeira editora 11x17.
Notam alguma melhoria?



A Sair do Forno: "O Vale dos Cinco Leões" de Ken Follett



Como sabemos que há por aí fãs deste autor, aqui fica mais um A Sair do Forno.
É lançado a 5 de Julho. Quem recomenda? E quem gosta de triângulos amorosos?
Jane entra num perigoso triângulo amoroso, de que fazem parte dois espiões rivais, Ellis e Jean-Pierre.Amor, ódio e traição envolvem cada um deles em conspirações terroristas desde Paris até ao Afeganistão, para onde Jane e Jean-Pierre, que, entretanto, se tornam marido e mulher, vão atuar como médicos junto dos rebeldes que lutam contra os invasores soviéticos.Jane acaba por se ver vítima de extrema violência e tenta desesperadamente escapar da linha de fogo. A ajuda chega por fim, vinda de quem menos se esperava...

Primeiras Impressões: "Se Eu Ficar" de Gayle Forman



Mais uma vez o preço ajudou.
Andava à procura deste ebook, mas só encontrava dos seguintes, por isso decidi aproveitar a promoção e logo que terminei o que estava a ler peguei-lhe visto que já percebi que a vontade é muita quando os compro, mas depois são facilmente esquecidos. Assim como este é fininho e tem letras enormes, parece me daqueles livros que se lêem em poucos dias e assim logo logo posso ver o filme.
Até agora posso adiantar que não estou a gostar da escrita da autora, o que me entristece porque estava com grandes expectativas em relação aos livros dela, tanto que já tenho mais três ebooks.
Naquela manhã de Fevereiro, quando Mia, uma adolescente de dezassete anos, acorda, as suas preocupações giram à volta de decisões normais para uma rapariga da sua idade. É então que ela e a família resolvem ir dar um passeio de carro depois do pequeno-almoço e, numa questão de segundos, um grave acidente rouba-lhe todas as escolhas. Nas vinte e quatro horas que se seguem, Mia, em estado de coma, relembra a sua vida, pesa o que é verdadeiramente importante e, confrontada com o que faz com que valha mesmo a pena viver, tem de tomar a decisão mais difícil de todas.

Origem: "Descobre-me" de Maya Banks



Não gostaram da parede, mais vale outra janela com outra vista.

Beauty and passion. Beautiful young loving couple bonding to each other while both standing against brick wall indoors

Primeiras Impressões/A Sair do Forno: "A Mulher do Camarote 10" de Ruth Ware



Qual a minha surpresa quando num dia encontro esta capa e sinopse e a acho interessante e no outro dia me chega a casa por correio! Telepatia?
Desde já um muito obrigada ao Clube do Autor pela surpresa.
Este suspense vai sair no próximo dia 5 de Julho e é equiparado aos thrillers de Agatha Christie. É só a mim que me parece bem?
Por dentro o livro é em tudo normal, sem grandes extravagâncias em termos de margens e tamanhos de letras, por isso espera-nos/vos 344 páginas propriamente ditas de suspense.
Também publicada pelo Clube do Autor temos outro livro da autora: Numa Floresta Muito Escura. Alguém já leu?
Uma jornalista faz a cobertura da viagem inaugural de um cruzeiro de luxo. O que parecia uma grande oportunidade profissional revela-se um pesadelo quando ela testemunha um possível crime no camarote ao lado do seu. Porém, para sua surpresa, todos os passageiros continuam a bordo. Não falta ninguém e ninguém pode sair do navio…

Ponto de Situação: "Se Eu Ficar" de Gayle Forman



Começo a ficar preocupada.
Será que sou assim tão exigente? Tenho gostos assim tão estranhos? Ou padrões?
O que eu sei é que dou 4* a livros que outros dão 5* e agora estou na página 63 e não estou a achar piada nenhuma à escrita de Gayle Forman. Começo a achar que é por eu não gostar assim tanto de rock ou música clássica que é o ponto mais batido por estas páginas. Mais até que o acidente, a meu ver.
Está lá a dinâmica familiar, está lá o namoro dela, sem romance nenhum, mas mais nada... O ponto alto, e muito mórbido, foi a descrição dela dos corpos dos pais, para vocês perceberem o quão entusiasmante está a ser esta leitura. 
Ainda falta, mas com letras de tamanho tão grande e folhas tão grossas acho que isto vai acabar rápido, e se continuar assim... ainda bem.

A Sair do Forno: "Quando a Amizade me Seguiu até Casa" de Paul Griffin



Para quem gosta de histórias encantadoras!
Segue dia 05 do próximo mês.
Ben é órfão, tem doze anos e nunca foi bom a fazer amigos. Depois de ter conhecido sucessivas famílias de acolhimento, está consciente de que as pessoas se podem afastar de um dia para o outro. Ben gosta de passar o seu tempo a ler livros de ficção científica. Porém, tudo muda na sua vida quando resgata um rafeiro que encontrou nas traseiras da biblioteca de Coney Island. Flip, o cãozito, leva-o a travar amizade com uma rapariga chamada Halley - sim, o mesmo nome do cometa.
Halley também devora livros e convence Ben a escrever um romance com ela. À medida que a escrita do livro avança, Ben vê-se confrontado com uma série de peripécias e com o significado da amizade e da família. 

23 de junho de 2017

A Sair do Forno: "Caminhos do Amor" de Nora Roberts



A 14 de Julho sai este primeiro volume da trilogia Primos O'Dwyer.
Óptimas notícias para as fãs de Nora Roberts não são?
Iona Sheehan sempre ansiou por devoção e aceitação dos pais, mas foi só na terra da avó que recebeu os dois: Irlanda, país de florestas exuberantes, lagos deslumbrantes e lendas centenárias, onde o sangue e a magia dos antepassados fluem há gerações. Iona chega à Irlanda apenas com as indicações da avó, uma atitude otimista perante a vida e um talento inato com cavalos. Perto do castelo luxuoso onde está hospedada, encontra os seus primos, Branna e Connor O’Dwyer. E como família é família, eles convidam-na para a sua casa e para as suas vidas.Quando Iona arranja emprego nos estábulos locais e conhece o dono, Boyle McGrath, todas as suas fantasias se reúnem num só homem. Será que com ele vai conseguir viver a vida com que sempre sonhou? Infelizmente nada é o que parece. Um mal antigo espalhou-se na sua família e tem de ser combatido. E quando família e amigos lutam entre si, será possível encontrar os caminhos do amor?

Primeiras Impressões: "A Química dos Nossos Corações" de Krystal Sutherland



A sinopse foi a principal razão, mas esta capa está qualquer coisa. Só depois de o comprar é que li a opinião da minha sócia, e por isso fico contente por ser tão positiva.
O preço também ajudou.
Henry Page não esperava apaixonar-se. Considera-se um romântico, mas nunca viveu aquele momento em que o tempo para, a barriga se enche de borboletas e a música começa a tocar, sabe-se lá onde. Pelo menos, até ao momento.Então, conhece Grace Town, a esquiva nova colega de escola, que se veste com roupa de rapaz demasiado grande, apoia-se numa bengala, parece tomar banho poucas vezes e esconde segredos desconcertantes. Não é bem a rapariga de sonho que Henry esperava, mas quando os dois são escolhidos para coordenar o jornal da escola, a química acontece.Depois de tantos anos a salvo do amor, Henry está prestes a descobrir como a vida pode seguir um caminho tortuoso e como, por vezes, os desvios são a parte mais interessante desse mesmo caminho.

Doce do Momento: "Se eu Ficar" de Gayle Forman


Naquela manhã de Fevereiro, quando Mia, uma adolescente de dezassete anos, acorda, as suas preocupações giram à volta de decisões normais para uma rapariga da sua idade. É então que ela e a família resolvem ir dar um passeio de carro depois do pequeno-almoço e, numa questão de segundos, um grave acidente rouba-lhe todas as escolhas. Nas vinte e quatro horas que se seguem, Mia, em estado de coma, relembra a sua vida, pesa o que é verdadeiramente importante e, confrontada com o que faz com que valha mesmo a pena viver, tem de tomar a decisão mais difícil de todas.

21 de junho de 2017

A Sair do Forno: "Princesa das Águas" de Paula Pimenta




A Presença não pára com esta autora nem esta colecção... mais um para Julho.

Arielle é uma nadadora exímia e está prestes a enfrentar o maior desafio da sua vida: participar nos Jogos Olímpicos pela primeira vez. Mas, ao contrário do que parece, ela não tem tudo aquilo que deseja. Por ser a filha mais nova de uma família numerosa, Arielle é muito protegida e, apesar de todas as medalhas e troféus que conquistou, ela sonha com uma vida diferente, onde possa ser livre. 

Até que um dia, um acidente faz com que tudo mude... Ela conhece um rapaz que a vai marcar profundamente, mas para conquistá-lo, Arielle terá de abdicar da sua própria voz. 
Será que vai conseguir conquistar o seu príncipe sem dizer uma única palavra?

Resultado de imagem34833085

A Sair do Forno "Ao fechar a porta" de B.A. Parris



Este livro tem feito um sucesso tremendo lá fora e a previsão de lançamento cá é em Julho

Quem não conhece um casal como Jack e Grace? Ele é atraente e rico. Ela é encantadora e elegante. Ele é um hábil advogado que nunca perdeu um caso. Ela orienta de forma esmerada a casa onde vivem, e é muito dedicada à irmã com deficiência. Jack e Grace têm tudo para serem um casal feliz. Por mais que alguém resista, é impossível não se sentir atraído por eles. a paz e o conforto que a sua casa proporciona e os jantares requintados que oferecem encantam os amigos. Mas não é fácil estabelecer uma relação próxima com Grace... Ela e Jack são inseparáveis.

Para uns, o amor entre eles é verdadeiro. Outros estranham Grace. Por que razão não atende o telefone e não sai à rua sozinha? Como pode ser tão magra, sendo tão talentosa na cozinha? Por que motivo as janelas dos quartos têm grades? Será aquele um casamento perfeito, ou tudo não passará de uma perfeita mentira?

Um thriller brilhante e perturbador, profundamente arrebatador, que se tornou num autêntico fenómeno literário internacional com publicação em mais de 35 países. A não perder.

Quem ficou curioso? :D 
Sai dia 5!

Origem: "A Princesa Adormecida" de Paula Pimenta




Gostam mais das louras do que das ruivas, mas subtilmente.

Foto de Paula Pimenta.Buffy Cooper AUBURN HAIRED WOMAN LYING ON GRASS Women

20 de junho de 2017

Opinião Young Adult: "A Química dos nossos corações" de Krystal Sutherland




Este livro já me tinha chamado a atenção e portanto não resisti à sua leitura, até porque como era o primeiro livro de uma autora nova mas não muito conhecida, queria entender a aposta da Porto Editora neste livro.

O livro começa logo por ser diferente dos típicos young-adults por ser contado pelo ponto de vista do rapaz e não da rapariga, como é habitual. Aqui temos Henry Page, um jovem normal, com uns pais hippies e uma melhor amiga lésbica, e com poucas experiências amorosas na sua curta vida e todas elas traumatizantes. Até ao dia em que chega Grace Town. Ela é esquisita, veste-se com roupas masculinas e usa uma bengala como apoio e não parece ser muito sociável e Henry apaixona-se por ela, embora não tenham nada em comum.
35227574
Ao princípio estava a adorar este livro, gostei muito do Henry e a da Grace por todo o mistério que vinha à volta dela e por ser diferente. À medida que o livro vai avançando e com o Henry a nutrir sentimentos mais fortes pela Grace, o leitor também vai querendo descobrir um pouco sobre esta personagem tão enigmática e foi aqui que o livro começou a ser um bocadinho chato. 
Começamos a entender a Grace e saber porque ela é assim (que eu não vou contar porque é spoiler) mas a personagem começou a ficar irritante demais para mim. Eu tenho um sério problema com aquele tipo de pessoas que desvaloriza os problemas dos outros, que os problemas delas é que são sempre os piores mesmo que seja o contrário mas fazem questão de mostrar isso e eu não posso com esse tipo de pessoas porque acredito que todos temos problemas e só nos cabe a nós saber a dimensão do problema mesmo que o meu seja muito insignificante para a outra pessoa. A Grace é então aquele tipo de pessoa que consegue irritar-me. Sabemos que está a passar uma fase má mas acaba por chamar a atenção (neste caso pelo seu aspecto desleixado e diferente) mas depois não quer que ninguém se aproxime e quando alguém tenta ajudar, ninguém compreende e os problemas dela são piores que os típicos problemas dos adolescentes (leia-se das outras personagens secundárias). Lá no fim a Grace redimiu-se e comecei a simpatizar um bocadinho mais com ela.
Pelo contrário, adorei o Henry do princípio até ao fim! 

Tive pena do Henry que tem que levar com isto tudo e foi por isso que gostei do rumo que o livro tomou e do final. Por muito que se ame, há amores que não dão certo por muito que se ame.
Convém dizer que o livro tem inúmeras partes de comédia, eu fartei-me de rir com os pais do Henry e com a melhor amiga dele a Lola. Estes momentos também deram um melhor equilíbrio à narrativa o que me agradou imenso, não ser só focada no Henry e na Grace.

É um young-adult diferente, fala sobre luto, sobre dor, perda, mágoa...mas também fala sobre a primeira paixão e como não é necessário arriscar tudo quando não vale a pena.

Fiquei agradada com esta estreia e adorei todas as referências a Harry Potter, aconselho pela diferença neste tipo de livros.


Henry Page não esperava apaixonar-se. Considera-se um romântico, mas nunca viveu aquele momento em que o tempo para, a barriga se enche de borboletas e a música começa a tocar, sabe-se lá onde. Pelo menos, até ao momento. Então, conhece Grace Town, a esquiva nova colega de escola, que se veste com roupa de rapaz demasiado grande, apoia-se numa bengala, parece tomar banho poucas vezes e esconde segredos desconcertantes.
Não é bem a rapariga de sonho que Henry esperava, mas quando os dois são escolhidos para coordenar o jornal da escola, a química acontece. Depois de tantos anos a salvo do amor, Henry está prestes a descobrir como a vida pode seguir um caminho tortuoso e como, por vezes, os desvios são a parte mais interessante desse mesmo caminho. Uma estreia brilhante que equilibra humor e corações partidos, lembrando-nos de como o primeiro amor pode ser agridoce. 


 

A Sair do Forno: "Antes de ires" de Clare Swatman




Esta história começa com um fim. Mas este fim é apenas o princípio.
Um romance para todos aqueles que acreditam no poder do amor, e que acreditam que nunca é tarde de mais para mudar as coisas.
Um romance muito emocional, envolvente e profundo para todos os públicos.
Um livro que explora os sentimentos, os sentimentos de culpa e os remorsos.
Uma abordagem diferente sobre o luto e o amor.

Interessante...sai dia 5 de Julho! 

A Sair do Forno: "99 Dias" de Katie Cotugno





Mais um YA para o Verão 😍


Autora bestseller do New York Times.
Molly Barlow cometeu um terrível erro, e o nome desse erro é Gabe. Conseguirá Molly ser perdoada e recuperar tudo o que perdeu? Serão 99 dias suficientes para corrigir todos os erros e recuperar a sua vida?
Young adult, romance contemporâneo ideal para o verão, com adaptação para série televisiva da MTV.

Sai em Julho!!

Doce do Momento: "George" de Alex Gino

25615902


Comecei este livro ontem mas duvido que não o termine hoje, é minusculo, mas também é um livro infantil.

Fala sobre George um menino de 10 anos que sabe que ele não é um rapaz mas sim uma rapariga e fará de tudo para representar uma personagem feminina na peça de teatro na escola. 

Até agora estou a gostar muito e é baseado na experiência pessoal da autora.

"When people look at George, they think they see a boy. But she knows she's not a boy. She knows she's a girl.
George thinks she'll have to keep this a secret forever. Then her (4th grade) teacher announces their class play is going to be "Charlotte's Web." George really, really, REALLY wants to play Charlotte. But the teacher says she can't even try out for the part ...because she's a boy.
With the help of her best friend, Kelly, George comes up with a plan. Not just so she can be Charlotte - but so everyone can know who she is, once and for all."