22 de novembro de 2014

Opinião Erótica: "A estação do desejo" de Sadie Matthews


Quando me foi dada a oportunidade de ler um lançamento recente da Topseller fiquei com algumas dúvidas sobre que obra escolher. Ultimamente a Topseller tem-me surpreendido imenso com os seus lançamentos, mas das novidades que já tinham sido lançadas em Setembro/Outubro ou as que vinham por Novembro eu já tinha a maior parte para ler ou já tinha lido.

A Estação do Desejo (Seasons Quartet, #1)A escolha para pedido de leitura recaiu em "A estação do desejo" de Sadie Matthews. Apesar de já estar um pouco cansada desta moda erótica sem fim, tinha uma razão suficiente para estrear-me com Matthews: queria tentar entender  o porquê de, num espaço de 8 meses, terem sido lançados 4 livros desta autora em Portugal. Não é muito comum uma autora desconhecida estrear-se logo com tantos livros e neste momento tem duas editoras a publicá-la e já tem uma trilogia completa traduzida e o inicio de outra. Alguma coisa de especial esta autora devia ter certo? Ou então não.

Não li nada de novo neste livro que já não tenha lido em livros anteriores. Logo no início quando nos é apresentado as personagens principais, detestei a protagonista e não me apeteceu continuar a leitura. Ao longo da mesma raras foras as vezes em que consegui gostar da Freya. Percebo que passa a imagem de mandona mas no fundo é insegura e até infeliz mas acaba por ser bastante incorreta e desagradável com outras pessoas. Não gosto de personagens que estejam sempre a cometer os mesmos erros e a desculparem-se...para depois quinze páginas depois fazerem o mesmo. A Freya foi sempre assim, mostrando-se muito mais infantil do que a idade que tinha. As características de mimada e fútil são algo que não suporto seja em personagens ou na vida real, dão-me urticária!

Os acontecimentos que levaram à tempestade da neve e após esta (em momentos breves) foram  agradáveis de se ler, comecei a gostar da estória e esperava um envolvimento da parte dos protagonistas um pouco diferente do que realmente aconteceu. O que não gostei foi que a barreira  - de patroa/empregado - foi ultrapassada de uma página para a outra, literalmente. A atracção e a química entre a Freya e o Miles sempre estiveram lá mas, na minha opinião, a autora nunca deu evidências suficientes para a vertente que a relação seguiu. Há uma toda incoerência entre os motivos porque se envolvem numa relação deste tipo que (com lições e pseudônimos),e as explicações que foram dadas, não chegam. Ninguém adota um relacionamento destes, só porque se sente sozinha ou as suas relações anteriores foram um falhanço, mesmo que esteja à procura de algo diferente. Pareceu-me que a Freya foi muito fácil em ceder às imposições do Miles, não gostei.

Normalmente neste tipo de livros até simpatizo com a personagem masculina, desde que não seja um stalker mas não surtiu o efeito em mim com o Miles. Gostei dele mas nada mais do que isso. A autora evidencia as qualidades já típicas das personagens masculinas destes livros: a sua beleza, postura, e experiência no sexo. A única coisa de diferente é que o Miles tem uma paciência de santo para aturar a Freya...

A teia de intrigas e segredos que é introduzida na segunda parte do livro não me prendeu por aí além, já estava numa fase de saturação do mesmo e já só queria por término à leitura. Dentro do género acho a autora parecida com a Sylvia Day com a diferença que Day é muito melhor tanto na caracterização das personagens como nas cenas eróticas. 

"A estação do desejo" tem muito pouco de positivo que se possa dizer sobre ele...hmm dá umas boas dicas de como sobreviver a uma tempestade de neve, se tivermos a sorte de encontrar um abrigo! 

Sinopse

Season of Desire: Complete Edition (Seasons Quartet, #1)Título Original: Season of desire
Edição: Outubro 2014
ISBN: 9789898626721








Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!