1 de março de 2014

Opinião Contemporânea: "Paixões à Solta" de Jill Mansell


Com Jill Mansell já sabemos com que contar: muita confusão, trocas e trocadilhos, e, principalmente, muito riso ao longo das trezentas e muitas páginas. O que não contamos, ou não sabemos, é como é que se vai resolver toda a embrulhada.
Paixões à Solta não fugiu à regra e fez justiça tanto ao seu título original - sim, naquela casa cabe muita gente -, como ao seu título português - houve mesmo muita paixão à solta: pelo ar, pelos quartos, por casamentos, por todo o lado! E o mais fantástico é que aqui não vamos ter um final feliz, mas sim uns três ou quatro.
Apesar de já ser algo caractersitico nesta autora, o facto de ter muitos pares românticos e trocas entre eles acabou por distanciar as partes em que surge o par principal, o que, no meu caso, faz perder um pouco o interesse, tanto na história como nas outras personagens.
Acho que foi dada demasiada relevância a Tara, relevância esta que devia ter sido canalizada para Daisy, que acabou por surgir menos vezes, apesar do seu protagonismo na história. O mesmo acontece com Dev.
Adorei o pormenor da cadela e de tudo o que aconteceu em volta dela.
Dominic foi um personagem que detestei tal como Barney, mas por razões muito diferentes. O primeiro pela sua falsidade - houve um momento em que já não sabia se ele gostava da Tara ou não. O Barney foi por ser santo a mais, demasiado bonzinho e por isso "insonso" para o meu gosto.
Já tinha saudades de ler algo de Jill, mas, mais uma vez, este atribulado romance não foi melhor que o meu preferido, Encontro Inesperado, mas contribuiu para matar um pouco dessa falta da escrita, imaginação e humor Mansellista (posso inventar esta palavra?). 
Por isso, minhas amigas e amigos que tenham um fraco por personagens masculinos muito atraentes, personagens femininas muito despistadas, mas com forte caracter, romances paralelos e cruzados, têm que ler livros de Jill Mansell que não vão ficar desiludidos.

Sinopse:
Daisy MacLean é a diretora de um delicioso hotel rural. Desde que o seu marido infiel morreu num acidente de carro, tem-se mantido solteira e boa rapariga. Mas agora não confia em homens bonitos e charmosos, e é por isso que a antiga estrela de rugby, Dev Tyzack, não tem nenhuma hipótese em a conquistar. Pensa ela… Infelizmente o passado de Daisy está a intrometer-se no seu futuro. Quando menos espera, aparece Barney, o porteiro, com algo que pertencera ao marido que Daisy pensava ter conseguido esquecer. E para aumentar a confusão, não faltam outras personagens excêntricas como Tara, a criada sempre infeliz no amor; Dominic, cujo casamento se vai realizar no hotel mas que já não quer aquela noiva; ou o próprio pai de Daisy que mantém uma relação secreta. Desta caótica torrente de paixões à solta só poderá resultar um grande desastre. Ou talvez não!


Título Original - Staying at Daisy's

Edição - Março 2012

ISBN - 9789897100284

https://www.goodreads.com/book/show/13506303-paix-es-solta


Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!