12 de janeiro de 2014

Opinião Histórica: "A Rainha Cativa" de Barbara Kyle


Passado algum tempo das minhas Primeiras Impressões lá consegui pegar no livro final desta trilogia.
A memória nunca foi boa e agora também me falha, mas como isto é tipo passador e o que fica é que interessa, vamos lá ver como me vai sair esta opinião já com bolor.
A Rainha Cativa, como sabem, é o terceiro e último volume de uma trilogia, a Trilogia Thornleigh. Dos três, começo já por dizer que este foi o que menos gostei. Não sei se foi pelo tempo de intervalo que li os dois primeiros deste ou se foi mesmo o facto de Barbara Kyle se ter dispersado um pouco e ao ter inserido uma protagonista que ao mesmo tempo era princesa-quase-rainha tornou tudo mais centrado nos negócios reais do que no romance. Ora bem, isto resulta com Philippa Gregory, mas na minha opinião, o mesmo não acontece com este livro ou com esta autora.
Eu adorei os dois primeiros por terem uma aventura centrada em plebeus, com a realeza em segundo plano. Neste caso, Adam, que supostamente é o protagonista, é quase excluído da história. Sendo uma romântica e seguindo a linha de pensamento dos outros, estava à espera de algo mais romântico, com mais enfase em Adam e Isabel, mas em vez disso, deparo-me com uma gaiata cheia de mimo, com uma irmã tarada, e com os pais de Adam outra vez nas lonas!!!
Adorei a parte em que ele (não digo quem) leva uma flecha por ela (também não digo!). Foi o momento alto sem dúvida, porque aqui é que a obra começou a aquecer e a ganhar minimamente interesse. Fiquei com pena, mas julgo já estar habituada com últimos livros de trilogias mais fraquitos...
Bem, afinal até tinha muita coisa aqui guardada. E por isto tudo, termino esta opinião afirmando que apesar desta ovelha cinzenta (vá, não foi assim tão má, apenas difícil de terminar) não vou deixar de seguir as obras de Barbara Kyle.


Sinopse em A Sair do Forno

7173988
Título Original - The Queen's Captive

ISBN - 9780758238559



Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!