8 de outubro de 2013

Opinião Contemporânea: "Casado até Quarta" de Catherine Bybee



Parece que agora é moda transformar livros de banca (dignos de serem publicados pela Harlequin) em livros de tamanho normal cujo preço é ridiculamente caro para a espessura que apresentam. Resta ajoelhar-me e agradecer às amigas brasileiras que digitalizam, traduzem, fazem o diabo a sete para que estes livros sejam disponibilizados online e que eu não tenha de gastar um tusto com eles: obrigada!

Depois de eu ter gostado de "Apaixonada por um milionário" que apresenta essa mágica fórmula de romance instantâneo e curto, que acaba mais depressa do que começa, "Casado até quarta" prometia umas horinhas bem passadas. Foram mesmo umas horinhas que passei com este livro, que não exigiu uma leitura muito profunda. Era o que precisava naquele momento mas não significa que tenha gostado do livro.

Não gostei (muito) porque o plot é inexistente e fraco e não senti química nenhuma entre as personagens. O livro começa e na página 30 já estão casados? Até o "Apaixonada por um milionário" demorou mais a desenvolver. Estou a comparar bastante estas obras porque acho-as idênticas apesar de, na minha opinião, uma ser bem superior à outra. Aqui todo o enredo é previsível e adivinhei tudo (especialmente o final e parte do herdeiro), ou alguma vez já se viu um testamento em que há um casamento por conveniência sem a imposição de um herdeiro à mistura? Eu nunca vi e realmente não fazia sentido não haver essa clausula, visto que casamento não é sinónimo de assegurar uma fortuna, com um filhote pelo meio, o caso já muda de figura.

Gostei da história da Samantha apesar de achar muito forçado o facto de a mãe se ter suicidado e a história da irmã ser o mesmo, a autora podia ter arranjado outra condição para a irmã, que mostrasse a dependência desta para com Samantha, sem ser um suicídio falhado. 

A antogonista da história -Vanessa- surgiu como a palhaça da trama, porque me pareceu sempre patética e nada má como a história quis parecer. O final é ridículo e digno de novela da TVI, desmanchei-me a rir com a história dos preservativos, muito bom.

Como já disse achei o romance fraco e não tenho nada a acrescentar às ao casal como personagens individuais. Não gostei muito deles mas também não desgostei. São personagens medianas. Gostei da profissão da Samantha. O toque de realeza não foi nada de muito aprofundado nem severo como acredito que seja realmente. 

Mesmo assim entreteu-me e deu para desanuviar de outras leituras técnicas e obrigatórias. Continuo a preferir a série da Ruth Cardello, que tenho vindo a acompanhar, mas não me parece que faça o mesmo com esta da Catherine Bybee

Sinopse em Doce do Momento

12546674           
Título Original - Wife by Wednesday

Edição - Julho 2013

ISBN - 9789722526333





1 comentário:

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!