Marc Levy,

Opinião Contemporânea: "E Se Fosse Verdade..." de Marc Levy

abril 03, 2013 Inês Santos 1 Comments

Apesar do que esperava, foram raros os deja vu's que me assolaram ao longo da leitura deste livro. Mas apesar deste aspecto positivo, não gostei muito.
E se Fosse Verdade...Comparando com o A Próxima Vez que li recentemente e com a adaptação cinematográfica, acho até que este está medíocre e pior.
A ideia é excelente e muito romântica, mesmo ao estilo de Marc Levy, mas os diálogos estão bastante mal aproveitados e desenvolvidos. Estes são transformados em diálogos indirectos, o que aumenta o "texto corrido", tornando-o monótono e compacto.
Também não gostei da ideia das cartas da mãe de Arthur, nem dos capítulos dedicados à infância deste, já que parece um pouco deslocado de tudo o resto e que provoca uma quebra abrupta no seguimento da história.
Defendo que a linguagem, mais na primeira metade do livro, continha frases um pouco brasileiras.
O pior foram mesmo algumas transições de parágrafos, em que o assunto é completamente distinto.
Mas nem tudo foi mau, já que estando na área da saúde, foi deveras interessante assistir a referências ou descrições de equipamentos e actos clínicos.
O que é que faria se encontrasse uma desconhecida... no armário da sua casa de banho? E se ela – por sinal, uma mulher bastante atraente – aparecesse e desaparecesse como um fantasma? E se ela lhe dissesse que teve um acidente de carro e que o seu corpo está, há meses, em coma, num hospital do outro lado da cidade? Certamente que o seu primeiro impulso seria pensar que está a enlouquecer (ou a lidar com uma louca). Mas... e se fosse verdade? E se esta fosse a grande oportunidade de encontrar o amor da sua vida? Uma inesquecível história de amor, uma aventura tão emocionante quanto divertida, uma narrativa cativante que invoca a nossa capacidade ilimitada de seguir o que nos dita o coração.
If Only It Were TrueTítulo Original - Et Si CÉtait Vrai
Edição - 2005
ISBN - 9789727117567








1 comentário:

  1. Bem, ainda bem que li a tua opinião, assim não corro o risco de ler o livro só porque foi nele que se basearam para fazer o filme, filme esse que gosto muito... Assim fico com as boas recordações deste sem serem assombradas pelo livro :)
    Beijinho

    ResponderEliminar

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!