, , ,

Opinião Young-Adult: ''O Projeto Acidente'' de Julie BuxBaum

abril 28, 2018 Mafi 0 Comments

Embora não tenha adorado o outro livro que li da autora (opinião aqui), sinceramente gostei tanto desta capa e da sinopse deste livro que não resisti em dar uma segunda hipótese a esta autora. 

39716406Aqui temos Kitty Lowell, uma adolescente que perdeu o pai recentemente e ainda está em período de luto. Por outro lado temos David, um rapaz com uma inteligência fora da média e portanto com dificuldades em adaptar-se aos padrões da sua escola. Ainda assim ele não preocupa-se muito e vive a sua vida de uma forma bem descomplicada e sem grandes preocupações. 
Tudo muda quando um dia Kit decide não almoçar com as suas amigas mas sim com David, pois quer estar em paz e sossegada. Os dois começam a falar e surpreendentemente para espanto de todos, formam uma amizade. Como as aptidões sociais de David são poucas a sua frontalidade ao falar da morte do pai de Kit não a choca, pois foi o único que até agora não a tratou de maneira diferente ou com pena. E é partir daqui que ambos iniciam o 'Projeto Acidente'' de modo a Kit poder ultrapassar a morte do pai. 

Ao longo do livro vamos tendo os pontos de vista de ambos, que ajuda muito a compreender o que as personangens estão a sentir e passar. Não sei dizer de qual ponto de vista gostei mais. Por um lado a Kitty é uma rapariga que está quebrada por dentro, não sente apoio suficiente da mãe e as melhores amigas parecem não notar que ela não está bem. Por outro temos David, sem amigos mas com uma família maravilhosa, especialmente a sua irmã Lauren, que o incentivou desde cedo a escrever num caderno todas as informações sobre os seus colegas de escola, de modo a saber quem pode confiar ou não, dado que é uma percepção que é lhe é nula. Há um momento em que esse caderno é roubado e exposto na internet e estes momentos de bullying foram um pouco difíceis de ler, até porque sabemos perfeitamente que é uma ficção que imita a realidade, pois actos como este acontecem no dia a dia das escolas deste mundo fora. Como também nestes casos, muitas vezes as escolas não sabem proteger as vítimas, foi muito bom ver a Kit a defender o David contra os seus amigos e amigas. 
Já para o final há uma revelação que eu não estava de todo à espera mas que dá ainda mais profundidade à história e especialmente à Kitty. Gostei de como tudo aconteceu e resolveu-se. 

No geral é um YA que tem uma capa alegre por fora, mas que engana a quem possa estar à espera de um livro fofinho, É um livro que aborda temas sérios como o Asperger, o bullying e o luto mas também amizades e amores improváveis. Gostei muito mais deste livro do que o livro anterior da autora e estou contente por ter-lhe dado uma nova oportunidade. 

A amizade consegue superar todas as diferenças...
Kit é a rapariga mais gira da escola. David é um rapaz solitário, incapaz de interagir com os colegas. Ele sabe que é pouco provável que Kit alguma vez repare nele.
Até ao dia em que Kit, cansada das conversas fúteis das amigas, decide almoçar na mesa de David. A química é imediata e os dois passam a partilhar o tempo das refeições. Fruto desta nova e inesperada amizade, David começa a aprender a relacionar-se com os outros, e Kit, ainda a recuperar da trágica e recente morte do pai, encontra o ombro de que precisava.
Kit só conseguirá reaprender a viver se descobrir a causa do acidente do pai e, sabendo disso, David decide ajudá-la. Mas nenhum dos dois está preparado para o mistério que estão prestes a desvendar, e é aí que a sua amizade é posta à prova. Será ela capaz de sobreviver à verdade?

 

0 comentários:

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!