Ebook,

Opinião Contemporânea: "Par Perfeito" de Katie Ashley

maio 31, 2015 Mafi 0 Comments



Muito recentemente fiz duas resoluções na minha literária!
Ler os livros mais antigos da estante e acabar as trilogias que tenho pendentes.

Spoilers

Uma delas já estou a cumprir. Dois anos depois, voltei ao mundo de Katie Ashley, autora que conheci algures na internet e que até tinha uns livros com umas sinopses jeitosas. O primeiro e o segundo livro foram lidos num ápice mas adiei muito tempo a leitura do terceiro livro nem sei bem porquê.

Doce da Mafi:Ao contrário dos dois primeiros livros, este terceiro não é com as mesmas personagens. Eu acho que já sabia deste pormenor, mas já não me lembrava e quando comecei a ler o "The Pairing" fiquei um pouco desanimada. Não é que não tenha gostado da Megan e do Pesh mas simplesmente gostava muito mais da Emma e do Aidan.

Posto isto, digamos que o título brasileiro faz jus a pelo menos a uma das personagens. O Pesh é perfeito....demais. Comecei por gostar muito dele mas há medida em que o livro ia avançado, o enjoo era cada vez maior. A personagem tornou-se quase irreal. Pontos negativos para a construção de uma personagem que tinha muito mais para dar.

Gostei mais da Megan mas também não me convenceu por completo. Achei o romance entre os dois protagonistas muito instantâneo e apressado. Não deu para saborear pois tudo aconteceu demasiado depressa.
Depois não gostei de outras partes do livro, como o facto de a Megan se ter submetido a um casamento indiano. Não sei, mas achei que não combinou nada com as atitudes que a personagem tinha mostrado antes.
Outra coisa que não gostei e com o qual tenho vindo a ser cada vez mais picuinhas, é nestes romances, quando há casamentos nasce logo uma data de filhos. Bolas, já nem há tempo para usufruir de um casamento, é logo constituir família!

Gosto sempre de rever personagens dos livros anteriores mas até as aparições do Aidan e da Emma não salvaram o livro para mim, estava sem grande paciência para eles, confesso.

Esta leitura prova que basta um tempinho para as nossas opiniões mudarem radicalmente. Tenho praticamente a certeza que se tivesse lido o terceiro livro em 2013 tinha gostado mais porque ainda estava familiarizada com a trilogia, as personagens e todo o ambiente da mesma. Dois anos depois, já não me senti encantada nem pela autora, nem pelas personagens.
Em 2013 tinha dito que alguma editora portuguesa devia ter apostado nestes livros mas agora até percebo que nunca tenham sido lançados cá. É que há algo parecido e muito melhor. Experimentem a série da Emma Chase da Topseller

Depois que seu ex-namorado a deixou grávida e sozinha, Megan McKenzie desiste de encontrar um novo homem para sua vida. Ela passou os últimos dezoito meses focada exclusivamente em seu filho, Mason, e em terminar a escola de enfermagem como a primeira da classe. Embora ela não esteja pronta para complicar sua vida com um relacionamento de longo prazo, um sexo sem compromisso é exatamente o que ela precisa.
No batismo de seu afilhado, ela encontra o candidato perfeito, o padrinho, Pesh Nadeen. Mas depois de beber muito, a noite não acaba do jeito que ela pensava que seria. Forçada a deixar a casa, morta de vergonha, Megan espera nunca mais vê-lo novamente.
Para Pesh Nadeen, o próprio jeito de Megan o deixa em um túnel emocional. Como ela lembra muito a esposa que ele perdeu, ele começa a evitar novos encontros... no primeiro momento. Mas quanto mais ele passa a conhecê-la, percebe que há algo sobre a loira que faz com que o seu lado protetor se exceda, e ele se vê querendo saber mais sobre ela.
Quando Megan é designada para trabalhar no mesmo hospital que Pesh para completar o seu estágio de enfermagem, ele vê isso como obra do destino, mas ela não vê nada disso. Ela quer apenas um relacionamento físico, e ele quer muito mais.



A PropostaO Pedido
Opinião                     Opinião 

0 comentários:

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!