Colleen Hoover,

Opinião New-Adult: "Confesso" de Colleen Hoover

abril 28, 2016 Mafi 0 Comments




Sabem aqueles autores que ainda só leram poucos livros ou até mesmo sóum  mas já sabem que vão querer todos os livros desse autor? Aconteceu comigo e com Colleen Hoover. Desde que li Amor Cruel em 2015, que o desejo de voltar às estórias de Colleen era cada vez maior e embora ainda tenho a duologia "Hopeless" para ler, a verdade é que na hora de escolher a próxima leitura, nunca me lembro deles. Falha minha.

Mas para colmatar isso, decidi apostar no mais recente lançamento da Topseller, cuja notícia de publicação já tinha sido avançada pela editora depois de "Confess" ter ganho uma das categorias dos prémios do Goodreads no final do ano passado.

ConfessoA capa portuguesa, embora não seja igual à original (a editora explicou na visita à sede do grupo 20|20 que a foto da capa original já não estava disponível para ser usada) tem uma capa apelativa embora seja muito simplista e minimalista.

Admito que nem sabia bem do que este livro tratava mas já calculava que tinha os ingredientes fundamentais para um bom romance e não me enganei, o livro é muito bom.
A premissa das confissões é simplesmente brutal e pelo que percebi é inspirado num artista real, o que é sempre bom. Para quem não sabe a minha área de estudos é Arte e portanto o factor artístico do livro foi um grande ponto positivo para mim. As pinturas que acompanham o texto são maravilhosas e ricas na paleta e foi inteligente e de bom senso a Topseller ter incluindo as imagens a cores. 

A estória tem bastante drama e alguns twists que me apanharam meia desprevenida. Do leque de personagens, temos o casal protagonista que é de destacar. Auburn é uma jovem que tenta a todo o custo endireitar a sua vida mas que se sente presa e manipulada por outras pessoas. Owen é sonhador mas ao mesmo tempo misterioso, guardando alguns segredos. Está-se mesmo a ver que os dois juntos dá muita confusão e drama, com muitas indecisões da parte de cada um, mas mais uma vez, a Colleen deixa o leitor completamente a torcer pelo casal, desde o início até ao fim da última página. 
Aqui ainda encontramos alguns antagonistas, sim porque para mim há mais que um vilão na estória e que nervos me deram estas personagens!

Achei que entre o meio e o fim, a estória arrastou-se um pouco o que até é interessante de constatar visto que o livro tem cerca de 250 páginas mas foi o que senti, que começava a ser um pouco repetitivo. Pelo contrário achei o final apressado, queria que fosse mais desenvolvido. 

O mais retenho do livro é a evolução das personagens, da mudança de atitude seja nas decisões de Owen em proteger os seus e provar a sua lealdade ao pai, seja na decisão da Auburn ao enfrentar Lydia e mostrar que não é tão fácil de deixar-se manipular e enganar. É incrível como Colleen Hoover consegue criar personagens tão ricas e complexas, com personalidades e problemas tão diferentes mas que depois conjugam-se tão bem entre si.

"Confesso" foi uma leitura carregada de drama mas que mesmo assim deixou-me a suspirar pela luta da Auburn e do Owen não só pelo seu amor mas também em enfrentar os fantasmas do passado e do presente. É daqueles livros que faz-nos mesmo acreditar que todos merecem uma segunda oportunidade. Adorei. 

Jovens apaixonados com demasiadas verdades escondidas. Há segredos que não devem ser revelados.Auburn Reed tem toda a sua vida planeada. Não há espaço para erros ou imprevistos. Até que, um dia, entra num estúdio de arte e conhece Owen Gentry, o enigmático artista dono do estúdio. Auburn sente, de súbito, que algo muda dentro dela e decide deixar-se levar pelo coração.Owen, contudo, guarda segredos que não quer ver revelados. As escolhas do seu passado não parecem permitir-lhe um futuro livre, e Auburn tem demasiado a perder se decidir lutar por ele. A única forma de não pôr em risco tudo o que é importante para si é deixar Owen. Confessar é tudo o que ele tem de fazer para salvar a relação de ambos. Mas, neste caso, a confissão pode ser muito mais destrutiva do que o próprio pecado.Será o amor capaz de sobreviver à verdade?Confesso é uma história de imenso amor e coragem, que nos faz acreditar em segundas oportunidades.Inclui 8 páginas a cores com as ilustrações dos quadros de Owen.


0 comentários:

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!