6 de junho de 2015

Opinião Young-Adult: "Na terra da rainha" de Paula Pimenta




Neste segundo livro viajamos a terras de sua majestade e assentamos os pés em Inglaterra.

Este foi um livro superior ao primeiro e que me fez ficar entusiasmada em ler os seguintes. A Fani ainda continua com os mesmos problemas de imaturidade e de insegurança mas pelo menos não estava tão irritante. Acho que evoluiu um pouco como personagem, tomando decisões mais adultas.

O romance dela com o Leo continua a não me interessar muito e pelo que já li do terceiro livro, já estou mesmo a ver que agora o imaturo vai ser ele. Apre, quando não é ela, é ele! -_- 

Na Terra Da Rainha (Fazendo Meu Filme, #2)Gostei no novo leque de personagens britânicas. A família da Fani foi uma boa adição e gostei muito de todos em especial da Tracy. Achei que a relação de ambas deu uma outra dinâmica ao livro e foi nessas alturas que gostei mais da Fani.

Sinceramente não gostei muito da Ana e principalmente do Christian. E este triângulo amoroso que se formou pareceu-me tão forçado....e o pior é que acho que ainda não acabou pois parece-me que o Christian ainda vai aparecer novamente na vida da protagonistas.

Achei a escrita ligeiramente mais adulta e o formato em que o livro se encontra narrado proporciona mais uma vez uma leitura muito rápida.

Achei que a linha temporal podia ter sido melhor contada. Não dá para ter noção que vários meses vão passando, até ao momento em que a Fani tem de voltar para casa. 

Vi muitas opiniões brasileiras que a Paula Pimenta era a Meg Cabot brasileira. Neste livro consegui ver um bocadinho disso, mas sendo a Meg Cabot uma das minhas autoras juvenis preferidas, acho que a Paula ainda está um bocadinho longe, nesta série. 

Ainda continuo a achar que a Fani não tem 17 anos, pela sua mentalidade e por todas as infantilidades que por vezes tem.

Resumindo, o livro até é decente e a Fani já não me irritou tanto mas...mesmo assim ainda não é um livro que possa dizer que gostei! Vamos ver se é com o terceiro livro que fico totalmente convencida. 

Quando Fani embarcou no avião para fazer um ano de intercâmbio em Inglaterra, levava na mala inúmeras expectativas mas também já sentia imensas saudades. Longe de Leo, o grande amor, descobriu que o seu filme romântico rapidamente poderia vir a transformar-se num drama. Mas Fani já não é a adolescente frágil e insegura que deixou Belo Horizonte. Num cenário onde tudo é tão diferente, Fani aprenderá a conhecer-se melhor, fará amizades que irão ficar no seu coração para sempre e viverá uma montanha-russa de emoções fortes. Mas a melhor cena do seu filme talvez esteja reservada para o final…
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!