Carla M. Soares,

Opinião Histórica: "Alma Rebelde" de Carla M. Soares

abril 26, 2013 Mafi 2 Comments



Carla M. Soares estreia-se de uma forma  exemplar  com o seu “Alma Rebelde”. Foi uma leitura voraz, feita após um ano de ter comprado o livro. Depois de ter visto muito boas opiniões, inclusive a da Ne, estava mais que na altura de tirar este livro da estante e ver se concordava com a maioria dos bloggers, e posso dizer que a minha opinião se assemelha ao que já foi dito, o livro é bom.

Foram poucos os romances históricos que li em português e este perdurará como um dos melhores. O enredo é bastante simples, Joana vê-se obrigada a casar com Santiago por vontade alheia dos pais. No princípio mostra-se bastante receosa com este enlace mas depois de conhecer o futuro noivo deixa-se encantar pela sua alma rebelde. O romance encontra-se bem construído, sem ser demasiado meloso nem lamechas.

Quanto aos seus protagonistas, só posso apontar qualidades! Joana que de mãos e pés atados sem puder escolher o seu próprio destino, é leal assim mesma e mesmo sabendo de antemão que o futuro companheiro é boa pessoa, o seu desejo de liberdade, de não se prender a um destino que não escolheu é de louvar. Achei-a uma personagem bem forte que foi evoluindo ao longo da narrativa, protagonizando alguns dos melhores momentos do livro. Santiago foi uma boa surpresa, perspicaz e irreverente, foi uma lufada de ar fresco e protagonista dos meus suspiros, adorei-o!

O enquadramento histórico está bem feito, detonando alguma pesquisa mas sem ser demasiado denso com acontecimentos e datas que acabariam por não trazer grande importância à história. Gostei da estrutura do texto, descrição com diálogos suficientes, intercalados com páginas de diário e cartas. Tornou o romance mais dinâmico e consequentemente mais fácil de ler.

O único ponto que não gostei foi o diminutivo que Santiago tratava Joana – Joaninha. Irritou-me um bocadinho mas tirando isso não tenho mais nada a acrescentar.

Concluindo, foi uma leitura bastante prazerosa e só me resta aguardar por mais trabalhos da autora. Para já posso ir lendo “A Grande Mão” em formato digital. 

No calor das febres que incendeiam a Lisboa do século XIX, Joana, uma burguesa jovem e demasiado inteligente para o seu próprio bem, vê o destino traçado num trato comercial entre o pai e o patriarca de uma família nobre e sem meios.
Contrariada, Joana percorre os quilómetros até à nova casa, preparando-se para um futuro de obediências e nenhuma esperança.
Mas Santiago, o noivo, é em tudo diferente do que esperava. Pouco convencional, vivido e, acima de tudo, livre, depressa desarma Joana, com promessas de igualdade, respeito e até amor.
Numa atmosfera de sedução incontida e de aventuras desenham-se os alicerces de um amor imprevisto... Mas será Joana capaz de confiar neste companheiro inesperado e entregar-se à liberdade com que sempre sonhou? Ou esconderá o encanto de Santiago um perigo ainda maior?

Título - Alma Rebelde
Edição - Abril 2012
ISBN - 9789720043375




2 comentários:

  1. Obrigada!

    Espero que te divirtas com A Grande Mão, embora deva prevenir-te de que é muito diferente deste, no tema, no desenvolvimento... ;)

    ResponderEliminar
  2. Tenho este livro na estante. Não costumo ler muito autores portugueses, mas fiquei agradavelmente surpreendida com este.

    ResponderEliminar

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!