Lgbt,

Opinião Young-Adult: "Se eu fosse tua" de Meredith Russo

abril 16, 2017 Mafi 1 Comments



Spoilers para quem não sabe nada do livro. 
Quando soube do lançamento em Portugal deste livro, soube logo que tinha de o ler. Não só pela sinopse apelativa mas pelo tema e por o que o livro trazia, algo de diferente que nunca tinha lido, neste caso a transexualidade.

O facto de saber que a autora é transexual deixou-me mais curiosa pois sabia que ia ler algo com informações correctas e quiçá com um cunho pessoal. 
O livro até começa como outros livros YA, com a chegada de Amanda a uma nova cidade e a uma nova escola para viver com o pai. Mas Amanda é diferente.

Na escola Amanda depressa torna-se popular entre rapazes e raparigas e consegue adaptar-se bem a esta nova vida. Pela 1ª vez sente-se livre e bem consigo mesma. 
O livro apresenta alguns flashbacks da vida anterior de Amanda e mostra o seu processo em entender que não se sentia bem como rapaz e todas as dúvidas que acompanharam a sua decisão em mudar de sexo. 

Admito que esperava um pouco mais de informação talvez "técnica" sobre o processo de mudança, dado que o que li não foi novidade para mim ou de conhecimento básico geral de quem já tenha lido sobre este assunto; ainda assim achei importante esta contextualização do passado para caracterizar um pouco a personagem.
Um ponto a que é dado algum foco é o estado psicológico da protagonista no passado, as suas dúvida e inseguranças que eram mais profundas com a presença do pai mas que diminuíam com o apoio da maternal. O papel dos pais também é destacado aqui e gostei como o pai da Amanda - embora não entenda ao início a decisão da filha - tenta apoiar a mesma, mesmo que seja de uma maneira mais subtil.

Outra coisa pertinente no livro e que gostei foi o quão diferentes são as amigas de Amanda e de como esta percebe que não é a única a esconder algum segredo.
Quanto ao romance, achei que foi fofinho e gostei imenso do Grant! Achei piada ele também esconder um segredo à Amanda e ter receio em mostrar que a sua vida não era fácil. Adorei todos os momentos entre eles os dois, mesmo quando o segredo é descoberto.

Quis ler este livro em português também para ver como seria a tradução, já previa que fosse um pouco difícil de traduzir mas acho que ficou um trabalho bem feito e quem ler vai entender porquê.
Dentro do género young-adult acho que este livro é inédito, como nunca li nada com este tema e pela diversidade de personagens que o apresenta, acho que e um livro importante e merece ser lido, especialmente por jovens que estejam a passar por situações semelhantes.
Embora não fosse um livro que me tivesse arrebatado, dou 5 estrelas pelos motivos acima mencionados e pela coragem de falar de um tema ainda tabu na sociedade. 

Só porque tens um passado, não quer dizer que não possas ter um futuro.
Mudar de escola no último ano e ser a miúda nova do liceu nunca é fácil para ninguém.
Amanda Hardy não é excepção: se quiser fazer amigos e sentir-se aceite, terá de baixar as defesas e deixar que os outros se aproximem.
Mas como, quando guarda um segredo tão grande?
Uma história inspiradora e comovente que nos enche o coração e nos ensina que o amor mais verdadeiro e profundo nasce da coragem de sermos nós mesmos.

1 comentário:

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!