3 de junho de 2016

Compilação Histórica: "Entre o Amor e a Vingança", "Entre a Culpa e o Desejo", "Um Duque Glorioso" e "Nunca Julgue uma Dama pela Aparência" de Sarah MacLean



Bem vindos(as) ao Clube dos Canalhas, mais conhecido como O Anjo.
Este consiste numa espécie de casino, que além de ter as suas mesas de jogo tem também acompanhantes de luxo e um ringue. Atrás das suas cortinas e paredes tem ainda os corredores, quartos e escritórios dos seus quatro donos: Bourne, Cross, Temple e Chase.
Começando por Bourne, o protagonista do primeiro volume desta saga, este pareceu-me ser o personagem masculino mais primitivo talvez porque ele sequestrou a sua futura mulher, sua amiga de infância com quem não falava desde que perdeu tudo num jogo de cartas.
Digo já que tanto os personagens masculinos como os femininos têm características muito semelhantes entre si. Por exemplo, todos os homens são duques, grandes, perderam tudo a certa altura da vida e querem vingança de alguém, vingança essa que vão ter que ceder ou não se quiserem ficar com a mulher que amam. Tanto Bourne como Temple são grandes e musculados, enquanto que Cross está mais virado para a inteligência, tal como a sua querida mulher.
O quarto livro, que para mim foi lido em primeiro, se for lido pela ordem correcta vai-vos surpreender a 100%. Mais não posso dizer porque qualquer coisa que diga vai-vos estragar esse momento, mas digo-vos que não fica nada atrás dos outros três e é completamente diferente! Serviu perfeitamente para colocar um final na quadrologia.
Dos quatro livros penso que o meu preferido foi o Entre a Culpa e o Desejo, o segundo volume, protagonizado por Cross e Pippa, talvez por ambos terem algo de diferente dos outros casais e por terem tanto em comum entre eles. Ela também tem que lutar por ele, mas também vai ter que lutar por ela própria. Além disso é muito correcta e honesta, levando tudo literalmente, mesmo sendo a mais estranha de todas. Esta diferença e a maneira como o romance deles se desenvolve, apesar da história base não ser original, vai marcar a diferença em relação aos restantes três livros.
Em relação à escrita em si e à restante história, Sarah MacLean consegue escrever de forma muito fluída, talvez pelos seus muitos diálogos e sentido de humor. As cenas mais picantes também estão muito bem conseguidas, não sendo demasiado pormenorizadas, mas ajudando bastante a nossa imaginação.
Com isto tudo acabei por não referir as restantes histórias. Ora no segundo volume temos então a nossa Pippa e Cross que se conhecem de longe, já que a irmã de Pippa se casou com um dos melhores amigos de Cross, mas que se vão começar a conhecer melhor quando a nossa protagonista começa a aparecer e a apanhar de surpresa o contabilista d'O Anjo. Vai-lhe então fazer uma proposta, pouco original para nós leitoras, mas novidade para o conquistador que depois nos vai mostrar que afinal... terão que ler! Aqui também vai haver um triângulo, não amoroso, mas que mesmo assim está lá e vai ter que ser resolvido por alguém. Estes acontecimentos acabam também por preencher a história e não torná-la apenas sobre o casal. Vai também dar alguma resistência ao amor em crescimento e em descoberta deste casal. Como vos disse foi o meu preferido dos quatro.
O terceiro livro calha a Temple, livro este lido na versão Portuguesa, que, a meu ver, é uma história mais original do que as anteriores. Original, pelo facto de haver uma morte que afinal depois não é morte. Penso que nunca li nenhum romance semelhante. De qualquer forma quando li a sinopse a minha imaginação apresentou-me um resumo um bocadinho melhor do que a obra de Sarah MacLean, mas esta não desiludiu na mesma. Digamos que há muito mais no que diz respeito a Mara e as suas razões são válidas. A questão é que aqui neste terceiro volume já conhecemos Temple há dois e a nossa lealdade é para com ele, por isso a injustiça da situação, por muitas justificações que tenha acabamos por não empatizar logo com Mara. Neste livro vamos encontrar algumas cenas a dois muito arrojadas que me surpreenderam bastante
Por fim o quarto e último livro.
Ok, se vocês lerem a sinopse percebem a surpresa, mas recomendo que se contenham e aguentem até ao final do terceiro livro onde esta é revelada. Como li este em primeiro nas seguintes leituras tomei atenção às pistas, mas sinceramente não há muitas. O protagonista masculino deste volume é que vai aparecendo mas muito discretamente e nós ficamos a pensar que é apenas um amigo.
Em resumo, continuo fã desta autora e adorei esta série. Não conseguiu ser melhor que o primeiro volume dos números, mas esteve quase lá.

Uma década atrás, o marquês de Bourne perdeu tudo o que possuía em uma mesa de jogo e foi expulso do lugar onde vivia com nada além de seu título. Agora, sócio da mais exclusiva casa de jogos de Londres, o frio e cruel Bourne quer vingança e vai fazer o que for preciso para recuperar sua herança, mesmo que para isso tenha que se casar com a perfeita e respeitável Lady Penélope Marbury.
Após um noivado rompido e vários pretendentes decepcionantes, Penélope ficou com pouco interesse em um casamento tranquilo e confortável, e passou a desejar algo mais em sua vida. Sua sorte é que seu novo marido, o marquês de Bourne, pode proporcionar a ela o acesso a um mundo inexplorado de prazeres.
Apesar de Bourne ser um príncipe do submundo de Londres, sua intenção é manter Penélope intocada por sua sede de vingança - o que parece ser um desafio cada vez maior, pois a esposa começa a
mostrar seus próprios desejos e está disposta a apostar qualquer coisa por eles…
…até mesmo seu coração.
Lady Philippa Marbury não é como as jovens de sua época. A brilhante filha do marquês de Needham e Dolby se preocupa mais com seus livros e experimentos do que com vestidos e bailes. Para ela, um laboratório é muito mais atraente que uma proposta de casamento, e é por isso que, ao ser prometida a um noivo com quem não tem nada em comum, Pippa tem apenas duas semanas para empreender seu último experimento: descobrir todos os prazeres e todas as delícias da vida antes de passar o resto de seus dias ao lado de alguém que ela mal conhece.
Como boa cientista que é, Pippa investiga a vida do homem que parece ser a cobaia ideal para realizar suas experiências: Sr. Cross, o atraente sócio do cassino mais famoso e cobiçado de Londres, um libertino cuja má-fama foi cuidadosamente construída sobre o vício e a devassidão. Um canalha perfeito para explorar suas fantasias e satisfazer sua curiosidade sem manchar sua reputação de moça de família.
Mas o que Pippa não sabe é que, por baixo das aparências, Cross esconde segredos obscuros e que, ao receber a proposta da garota, ele está diante de uma oferta que pode destruir tudo aquilo que durante anos ele se esforçou para proteger.
Terrivelmente tentado a se envolver nessa aventura que promete o mais puro prazer sem qualquer outra emoção, tudo o que Cross deseja é dar a Pippa exatamente o que ela quer, mas ele sabe que ninguém sai ileso do caminho da satisfação e, assim, Cross terá de usar cada miligrama de sua força de vontade para não perder o controle e resistir à tentação de entregar à jovem muito mais do que ela ousa imaginar.
 
Há doze anos, William Morrow era Marquês de Chapin e herdeiro do ducado de Lamont. Mas, depois de ser injustamente acusado de matar Mara, passaram a chamar-lhe o Duque Assassino.
Libertado por falta de provas, William mudou o nome para Temple, e reina hoje sobre os recantos obscuros de Londres como um dos sócios do Anjo Caído, o clube de jogo mais famoso da cidade.
Quando Mara regressa inesperadamente do mundo dos «mortos», devolve-lhe a tão desejada esperança de absolvição. Só que Mara esconde um segredo cruel: ela regressou apenas para poder salvar o próprio irmão da ruína do jogo, e o que oferece a Temple não é mais do que uma chantagem disfarçada de redenção.
Temple irá precisar de todas as suas forças para resistir à tentação de se apaixonar por esta mulher que lhe roubou tudo no passado, e que parece disposta a arriscar tudo em nome da família. Mas será que a própria Mara conseguirá fugir ao caminho do amor verdadeiro?
 
Para a aristocracia, Lady Georgiana é a pobre irmã de um duque, rejeitada pela família após ter sido arruinada no pior tipo de escândalo possível: uma mulher que fez escolhas infelizes ao entregar-se de corpo e alma para um rapaz que todos desconhecem.
Mas a verdade é sempre muito mais chocante! Nos recônditos mais obscuros de Londres, Lady Georgiana é a mulher mais poderosa da Grã-Bretanha, a rainha do submundo londrino, e atende pelo nome de Chase, o lendário e temido fundador do casino mais exclusivo da cidade, o Anjo Caído.
Circulando disfarçada pelos corredores de seu império, Chase sabe dos piores segredos dos figurões da sociedade e tem todos os poderosos na palma de sua mão, mas durante anos os seus próprios mistérios nunca foram descobertos… Até agora!
Brilhante, inteligente e bonito como o pecado, o jornalista Duncan West está intrigado com a linda mulher – que de alguma forma está ligada a um mundo de trevas e perdição. Ele sabe que Georgiana é muito mais do que parece e promete desvendar todos os seus segredos, expondo seu passado, ameaçando seu presente e arriscando tudo o que ela tem de mais precioso. Inclusive seu coração.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!