Opinião da Ne,

Compilação Contemporânea: "MMA Fighter" de Vi Keeland

junho 29, 2018 Inês Santos 0 Comments


Vi Keeland tem sido uma autora com a qual criei alguma afinidade já que os seus livros, histórias e personagens representam o que normalmente procuro num livro para ler em momentos de mais mordomia, quando não sei o que ler, mas sei que se lhes pegar vou adorar de certeza. Esta saga dos MMA Fighter é um exemplo disso mesmo. 
Os personagens são sexys, têm um grande coração, para além de outras coisas, e todos eles têm alguma bagagem.
Como podem ver pelas sinopses, e já sabem que não faço resumos e tento ao máximo não fazer spoiler, o primeiro personagem principal é Nico que com a sua consciência muito pesada acaba por ter bastantes demónios, demónios estes que vão acabar por ser anulados pelo da sua alma gémea que irá encontrar n'O Destruidor de Corações.
As cenas eróticas são óptimas, na medida certa, com a descrição certa. Todos eles têm muito humor e cenas chaves.
Todos os livros têm uma ligação, mas todos os três homens são independentes, apesar de se descobrir posteriormente outro tipo de ligações.
Achei o Vince, personagem principal do segundo volume, demasiado convencido e arrogante e ciumento de forma patológica. O que ele (não) fez com a Kissy e com a Summer só contribui para gostar menos dele - mesmo assim não sei se lhe perdoava. E por esta e muitas coisas, foi o volume que menos gostei.
Pelo contrário, achei Nico muito mais puro e interessante e por isso é que é o meu preferido dos três, apesar de ter gostado mais da terceira história, em que a autora misturou glamour com a robustez deste ambiente de luta. De qualquer forma, o primeiro livro que serviu como apresentação acabou por deixar também a sua marca.
Em relação às personagens femininas gostei de todas! Elle primou por lutar contra o que sentia por Nico, mas quando finalmente ela se rende a todas as tentativas fofas dele deu ainda mais gosto de ler. Achei-os um casal mesmo muito querido, de derreter corações com os seus momentos a dois, tantos os iniciais cheios de tensão sexual (faíscas por todo o lado) e humor, tanto os medianos em que tudo explode e o amor está mais que presente e representado, como os finais, já nos outros volumes, em que a sua relação continua da maneira mais docinha.
Também adorei a dinâmica de Lily e Jax, em que também passam por essa fase da conquista e vão ter bastante rivais e obstáculos. As escolhas de Lily vão ser tão importantes como o Passado de Jax e por isso achei este volume muito completo, até porque já tínhamos tido pequenas provas no livro O Invencível.
A temática da drogas surge em todos os livros, o que me faz pensar que a autora quererá enviar alguma mensagem, principalmente porque ela esmiuça-a bastante. A certa altura achei até demasiado, mas sendo algo tão pesado percebi que assim é que teria que ser para causar mais impacto.
O final d'O Sedutor foi um pouco rebuscado: então como é que ela, indirectamente, conseguiu dinheiro do senador e depois a história foi publicada à mesma? Parece que falta um capítulo para preencher e responder a estas perguntas.
Dos três, este último, foi o livro que me relembrou o porquê de gostar tanto da escrita de Vi Keeland. O seu humor está muito mais presente aqui, ao contrário do que achei dos outros. A cena do comercial das proteínas e dos sapatos de Lily foi um óptimo começo.
Uma saga de luta, tanto externa como interna, tanto com os punhos como com o coração e às vezes até com a cabeça. As cenas de luta propriamente ditas acabam por não ser demasiado violentas, mas a autora não deixou de fazer a sua pesquisa e por isso os pormenores estão todos presentes. Pormenores também não faltam nas relações entre protagonistas e até entre casais. Vi Keeland sabe descrever e transparecer bem sentimentos e emoções, aumentando a empatia leitor-personagem a níveis bastante elevados.


Não importava que o árbitro tivesse considerado que aquele tinha sido um golpe limpo. Nico Hunter nunca mais seria o mesmo. Elle tem uma boa vida. Um trabalho que ela ama, um apartamento grande, e o cara que ela está namorando há pouco mais de dois anos é um óptimo partido. Mas sua vida é chata... e ela se esforça para mantê-la assim. Muitas emoções são perigosas. Seu próprio passado é a prova viva do que pode acontecer quando você perde o controle.

Então Nico entra no escritório de Elle e tudo muda... para ambos. Mas o que o lindo lutador de MMA, tatuado e com um corpo de tirar o fôlego pode ter em comum com uma advogada muito controlada? Muito mais do que eles esperavam.







Conheça Liv Michaels.
Podem ter passado sete anos, mas conheço-o em qualquer lugar. Claro, ele cresceu em todos os lugares certos, mas os seus cativantes olhos azuis e o sorriso arrogante estão exatamente do jeito que me lembro. Mesmo que eu prefira esquecer.
Liv Michaels está quase lá. Ela é inteligente, determinada e está perto de conseguir o trabalho que sonhou por anos. O tempo curou suas feridas antigas e, até mesmo, seu coração partido da devastação de ser esmagado por seu primeiro amor.
Conheça Vince Stone.
As mulheres adoram um lutador, especialmente um bom. Sorte minha que sou muito bom. Mas há uma mulher que não está interessada. Não uma outra vez.
Vince “o Invencível” Stone é a fantasia de toda mulher... forte, sexy, confiante e totalmente no controle. Ele cresceu no meio do caos e aprendeu a nunca se envolver. Ele acredita que o amor pode derrubá-lo. Ele adora as mulheres, trata-as bem, coloca suas próprias necessidades antes da sua... nos momentos a dois. Mas, com a maior luta de sua vida se aproximando, seu foco deve estar no treinamento.
Quando o destino coloca Vince e Liv juntos novamente, não há como negar que a química ainda está lá. Mas será que Vince pode apagar as velhas cicatrizes do seu passado? Ou será que Liv é quem irá magoá-lo?

Dizem que os homens preferem mulheres que sejam uma dama na sala e uma puta na cama. Eu não sabia que o sentimento era recíproco, até conhecer Jax Knight ? um cavalheiro em público, e um devasso dominante que fala sujo no quarto. Filha do lendário lutador The Saint , Lily St. Claire sabe por experiência própria como os lutadores podem ser. Dona de uma rede se academias de MMA, ela está acostumada com homens agressivos, dominantes e possessivos. É por isso que sempre manteve distância deles. Mas no dia em que Jax Knight passa pela sua porta, ela fica presa no seu charme. Incrivelmente lindo, educado, confiante e ex-aluno da Ivy League, ele acaba com todas as ideias pré-concebidas que ela acreditava ser verdade sobre homens que treinam para lutar. Porém, se apaixonar por alguém tão rapidamente após um término não é algo que ela havia planejado. E definitivamente não é algo que seu ex planeja permitir que aconteça.

0 comentários:

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!