31 de maio de 2016

Agridoce: Maio



 Maio chegou ao fim e com o fim vem a nossa análise mensal das nossas leituras. As leituras nem correram mal por aqui, mas vamos ver mais em pormenor o nosso menu.

  Milagres do Céu 
Mafi: Nem cheguei a falar dele aqui mas foi o mais fraco do mês. 
Ne: Não desgostei, mas foram umas 4* tipo 3,9*. A re-leitura não me trouxe nada novo. 

 Os Aromas do Amor
Mafi: Foi uma leitura OK, esperava um pouco mais e espero que o próximo seja melhor.
Ne: Sarah MacLean está aqui guardada no podium e esta saga foi doce do inicio ao fim, mas mesmo assim não conseguiu ser melhor que a sobremesa!

Coisas que nos Diz o Coração
Mafi: Aiiiiiiiii!! Só não lhe dei pontuação máxima porque foi curtinho, queria muito mais!!
Ne: Ai adorei, adorei. Foi o primeiro livro lido do mês e mais nenhum lhe fez jus. Estou ansiosa pelo seguinte!

Encontra as Diferenças: "Lush". "The Fate of Destiny". "Queen of the immortals", "Escaping Shadows"



Um rosto bonito para capas tão mal compostas.


Primeiras Impressões: "As Raparigas Esquecidas" de Sara Blaedel




Chegou ontem de surpresa sem aviso ou email prévio e portanto fiquei surpreendida quando vi este menino à minha espera em casa. Obrigada Neuza! 

A capa é comum a tantos thrillers dado que se passa numa floresta acho que está bem enquadrada.

Como é uma cópia avançada, o material não é o melhor, não tem abas nem grandes predicados mas o que interessa é o conteúdo.

Ponto positivo para o livro ser traduzido directamente do Dinamarquês e não do Inglês como poderiam ter feito. Parece ser uma grande aposta da Topseller agora para o verão e espero gostar e ajudar no marketing deste livro. Opinião em breve! 

A Sair do Forno: "As Raparigas Esquecidas" de Sara Blaedel




Numa floresta da Dinamarca, um guarda-florestal encontra o corpo de uma mulher. Marcada por uma cicatriz no rosto, a sua identificação deveria ser fácil, mas ninguém comunicou o seu desaparecimento e não existem registos acerca desta mulher.Passam-se quatro dias e a agente da polícia Louise Rick, chefe do Departamento de Pessoas Desaparecidas, continua sem qualquer pista. É então que decide publicar uma fotografia da misteriosa mulher. Os resultados não tardam. Agnete Eskildsen telefona para Louise afirmando reconhecer a mulher da fotografia, identificando-a como sendo Lisemette, uma das «raparigas esquecidas» de Eliselund, antiga instituição estatal para doentes mentais onde trabalhara anos antes.Mas, quando Louise consulta os arquivos de Eliselund, descobre segredos terríveis, e a investigação ganha contornos perturbadores à medida que novos crimes são cometidos na mesma floresta. Através de uma narrativa envolvente, vertiginosa e de forte impacto emocional, Sara Blædel não deixa o leitor descansar enquanto não chegar ao fim do livro.

A não esquecer dia 20 de Junho!!

30 de maio de 2016

A Sair do Forno: "Um novo amanhã" de Dorothy Koomson



Vem por aí mais um livro de Dorothy Koomson! A Porto Editora tem lançamento de "Um novo amanhã", o mais recente título, previsto para Junho.

No final dos anos 80, em Londres, duas meninas de oito anos partilham o mesmo nome e a mesma paixão pelo ballet. Nada as poderá afastar uma da outra, nem do sonho de, um dia, se tornarem bailarinas profissionais mundialmente famosas.Mas um ato de maldade de um homem destrói todos os sonhos de infância e promete derrubar de vez o mundo das duas amigas. E, assim, Veronika e Veronica seguem caminhos diferentes e invisíveis, desprovidos de fantasia ou esperança. Vinte anos depois, as memórias da amizade e a necessidade de mudar de vida vingam, forçando um novo cruzar de caminhos e a busca de um novo rumo, juntas.

Sai dia 9 de Junho! 

Origem: "O Pacto" de Elle Kennedy



Esta foi tão fácil de encontrar já que volta e meia aparece no Shutterstock. 

28 de maio de 2016

Pausa para Chocolates: "Os Muitos Nomes do Amor" de Dorothy Koomson



A Dorothy Koomson vem a Portugal e ainda não li o seu último livrinho, por isso para tudo e toca a ler para o terminar a tempo de a ir visitar!
Clemency Smittson foi adotada em bebé, e a única ligação à mãe biológica é um berço de cartão com borboletas pintadas à mão. Agora adulta, e em constante conflito com sentimentos de perda e rejeição, decide mudar drasticamente de vida e voltar a Brighton, a cidade onde nasceu.
Mas Clem não sonha que é lá que vai encontrar alguém que sabe tudo sobre a sua caixa das borboletas e a verdadeira história dos seus pais biológicos.
E quando percebe que nem tudo é o que parece, e que talvez tenha sido injusta com aqueles que mais a amam, haverá tempo para recuperar o que foi perdido?

Origem: "O Prazer" de Nicole Jordan


Depois do EAD vem a sua Origem! 

Vintage portrait of young beauty

26 de maio de 2016

A Sair do Forno: "A Herdeira" de Kiera Cass





Para os fãs que aguardam ansiosamente pelo lançamento do 4º livro da série "A Seleção" damos a notícia que o mesmo que estava previsto para o 2º semestre de 2016 chega já dia 8 de Junho!!
Já faltou mais! :)

"A herdeira"  é o penúltimo livro da saga a Seleção. A editora Marcador é a responsável pelo lançamento dos livros no nosso país. Já foram lançados os 3 primeiros livros entre 2014 e 2015 e em 2016 ocorre o desfecho da série, no original. Cá em Portugal o 5º livro poderá sair em este ano ou apenas em 2017.

A Princesa Eadlyn cresceu a ouvir histórias intermináveis de como a sua mãe e o seu pai se conheceram. Vinte anos antes, America Singer entrou na Seleção e conquistou o coração do Príncipe Maxon – e viveram felizes para sempre. Eadlyn sempre achou romântica esta história de encantar, mas não tem qualquer interesse em tentar repeti-la. Por si, adiaria o casamento tanto tempo quanto possível.Mas a vida de uma princesa não é inteiramente sua e Eadlyn não pode escapar à sua própria Seleção – por mais fervorosamente que proteste.Eadlyn não espera que a sua história acabe em romance. Mas com o início da competição, um candidato poderá acabar por conquistar o coração da princesa, mostrando-lhe todas as possibilidades que se encontram à sua frente… E provando-lhe que viver feliz para sempre não é tão impossível como ela pensou.
Sai dia 8 de Junho!!

Continuação de:

Opinião Policial: "Os Aromas do Amor" de Dorothy Koomson


   

Dorothy Koomson é uma das minhas autoras de eleição mas num mundo em que estão sempre a sair novos livros, por vezes é difícil é ler tudo o que queremos e alguns autores vão ficando na estante. Com a saída do novo livro da Dorothy, apercebi-me que ficaria com 3 da autora por ler e portanto decidi pegar nos 2 que estavam na estante e lê-los até à feira. Hoje venho falar-vos da primeira leitura.


Começo por dizer que a sinopse promete uma coisa mas depois acaba por não acontece exactamente aquilo que eu previa. A Drorothy sempre teve muito jeito para os romances contemporâneos mas nos últimos anos tem enveredado pelo caminho dos mistérios e apesar de achar que não o faz mal, acho que esta vertente não tem nada a ver com ela e muito menos foi aquilo que a deu a conhecer ao grande público. Isto tudo para dizer que este livro não me empolgou tanto como queria. Até estava a gostar da parte da filha dela e de Saffron tentar descobrir quem era o assassino do marido mas depois começou a tonar-se demasiado evidente que a autora estava a pôr a personagem principal em perigo só porque sim e porque tinha um mistério para resolver e precisava de alguma artimanha para que este fosse resolvido. Achei realmente toda aquela parte das mensagens muito forçada e a parti daí o meu interesse pelo livro diminui, até porque ficou muito previsível o que ia acontecer...

Acho que o ponto forte da autora são mesmo as estórias mais simples e principalmente as personagens e já vai ao tempo em que nenhuma das personagens da Dorothy me fica na cabeça. Aqui, talvez irei lembrar-me da tia Betty e da Phoebe, que foram personagens que se destacaram. Do restante núcleo de personagens, embora todas tenham a sua importância no livro, não houve nenhuma que me tenha chamado a atenção, tirando o Joe que acaba por ser uma personagem importante.


Embora não tenha achado grande piada à parte mais de mistério, houve coisas que gostei no livro como por exemplo a cena do ferro de engomar, muito bom! Detestei a tentativa de triângulo amoroso, ugh.

Não foi um livro mau mas acho mesmo que a Dorothy devia voltar aos romances do antigamente e que a fizeram dela uma das autoras mais populares em Portugal. Eu estou com saudades desse tipo de livros e vocês? 

Em Junho lerei "Os muitos nomes do Amor" e talvez o novo dela. Espero gostar mais desses.  

Procuro a combinação perfeita de aromas; o sabor que eras tu. Se o encontrar, sei que voltarás para mim. Há 18 meses atrás, Joel, o marido de Saffron, foi assassinado, e o culpado nunca foi descoberto. Agora, fazendo os possíveis para lidar com a perda, Saffron decide terminar Os aromas do amor, o livro de receitas que Joel tinha começado a escrever antes da sua trágica morte.
Quando, finalmente, tudo parece ter voltado à normalidade, a filha de 14 anos de Saffron faz uma revelação chocante que abala a relação entre ambas. E, ao mesmo tempo, o assassino de Joel começa a enviar cartas afirmando a sua inocência.
Será um grande amor capaz de sobreviver à maior das perdas?