9 de novembro de 2016

Opinião Young Adult: "My life next door" de Huntley Fitzpatrick




Já tenho um bom conjunto de opiniões atrasadas e antes que acabe mais um livro e fique com mais uma, vamos lá melhorar um pouco a situação de opiniões por escrever.

Já queria ler este livro há imenso tempo, muito provavelmente desde que saiu (2012). Uma leitura conjunta veio mesmo a calhar e agora que já está lido, o sentimento é que este livro não foi nada daquilo que eu esperava.
12294652Estava à espera de um livro fofinho, de um romance daqueles romélicos com dois adolescentes e muito drama mas acabei por encontrar muito mais aqui. Como o título indica, este livro apresenta-nos duas famílias vizinhas, que não poderiam ser mais diferentes entre si. De um lado temos a Sam, que vive com a mãe e apesar de ter uma irmã, esta vai para a faculdade no próximo mês e portanto pouco tempo passa em casa e até mesmo no enredo. Do outro lado temos a família Garrett, que ao todo engloba dois pais e oito filhos! Embora as duas famílias não se odeiem, a mãe de Samantha não morre de amores pelos vizinhos, ao contrário da filha que é contratada para toma conta dos Garretts mais novos. É a partir daqui que também irá conhecer melhor o Jase, um dos irmãos mais velhos e responsável pela casa, na ausência dos pais,

Como a sinopse indica, já prevemos um acontecimento que irá mudar a relação da Sam com o Jase e o leitor fica à espera desse twist, à medida que se aproxima do meio do livro. Foi talvez o meu único problema com a história. Já sabia que de um momento para o outro iria acontece alguma coisa e até acontece mas já passando mais de metade do livro, Ora, o início é bom, para o meio fica chato e quando realmente acontece algo, queremos mais, Se a autora tivesse feito as coisas um bocadinho diferentes tinha gostado mais.

Não estava à espera de ter tantas personagens! Para alem das duas famílias, temos ainda o namorado da mãe da Samantha, a melhor amiga e ainda o  irmão desta! E quase todas as personagens com historias paralelas, portanto acaba por ser um romance muito completo e não só centrado no casal principal ou nas duas famílias.

Acaba por tratar de temas sérios, sem aprofundar muito mas que deixa aquela mensagem para quem queira reflectir sobre vários assuntos. Pena que não esteja traduzido cá mas da minha parte irei continuar a ler outros livros desta autora. 

"One thing my mother never knew, and would disapprove of most of all, was that I watched the Garretts. All the time."
The Garretts are everything the Reeds are not. Loud, messy, affectionate. And every day from her rooftop perch, Samantha Reed wishes she was one of them . . . until one summer evening, Jase Garrett climbs up next to her and changes everything.
As the two fall fiercely for each other, stumbling through the awkwardness and awesomeness of first love, Jase's family embraces Samantha - even as she keeps him a secret from her own. Then something unthinkable happens, and the bottom drops out of Samantha's world. She's suddenly faced with an impossible decision. Which perfect family will save her? Or is it time she saved herself?
A transporting debut about family, friendship, first romance, and how to be true to one person you love without betraying another.


1 comentário:

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!