18 de outubro de 2015

Primeiras Impressões: "Habibi" de Craig Thompson



Este livro já suscitava a minha curiosidade há muito tempo. Vá pelo menos desde que saiu a edição portuguesa pela Devir, em  Novembro do ano passado.

O que não me entusiasmava nada dele era o seu preço: perto dos 40 euros. A verdade é que é uma edição de luxo, com capa dura, marcador de tecido e mais de 600 páginas mas mesmo assim é muito caro para mim .

Finalmente consegui adquiri-lo a custo zero que como quem diz por empréstimo e só por poder ler esta obra sem pagar nada já me dou por muito contente. 


O livro em um grafismo lindo, cheio de detalhes árabes é talvez o que mais me atrai neste livro. Pois este livro vive muito do visual que apresenta visto ser uma graphic novel sem texto narrativo, apenas com pequenas falas. 


É um livro que se lê depressa mas que certamente eu vou demorar o meu tempo a lê-lo, até apreciar todos os detalhes da obra. 



Quem daí já leu? 
No Médio Oriente, a jovem escrava Dodola escapa dos seus captores e resgata um bebé abandonado a que dá o nome Zam. Juntos vão viver num velho barco no deserto. À medida que crescem alternam o seu relacionamento de mãe e filho, de irmão e irmã e amantes. Dodola é forçada a prostituir-se para os comerciantes do deserto, enquanto Zam procura um meio alternativo de subsistência, até que ela é capturada pelo sultão.
Publicada originalmente nos Estados Unidos em 2011 pela Pantheon Books, a novela gráfica ‘Habibi’ apresenta um estilo gráfico inspirado na caligrafia árabe e nas narrativas islâmicas, numa edição de capa dura com 670 páginas a preto e branco. 

1 comentário:

  1. Eu li e nao gostei assim tanto da historia :( mas semduvida que e lindo. Infelizmente eu dei por eleos 40 €

    ResponderEliminar

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!